Home Destaques Aleam aprova, com emenda, reajuste salarial de servidores do SUS

Aleam aprova, com emenda, reajuste salarial de servidores do SUS

3 Primeira leitura
0
0
15

O reajuste salarial dos servidores do Sistema Único de Saúde foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), nesta terça-feira (8). Depois de divergirem sobre a aceitação de uma emenda do deputado Abdala Fraxe, aprovada com 10 votos, todos 19 deputados presentes na sessão votaram a favor da mensagem governamental que concedeu 24,2%, em duas parcelas.

A proposição encaminhada pelo governo prevê um reajuste nos percentuais de 10,85%, a partir de 1º de maio de 2018, relativo à soma da revisão geral anual das datas base de 2015 e 2018, além de fixar os percentuais de 9,27%, a contar de 1º de maio de 2019, relativo à revisão geral anual da data base de 2016.

O projeto previa ainda mais 4,08%, a contar de 1º de maio de 2020, relativo à revisão geral anual da data base de 2017. Contudo, com plenário e galeria lotados, o clima tenso predominou durante a votação da emenda do relator do projeto de lei, deputado Abdala Fraxe, que possibilitou o adiantamento dos 4,08% para 2019. Somados aos 10,86%, esta parcela ficou 14,94%.

O clima hostil entre os representantes do Sindicato dos Servidores da Saúde contra o Movimento Organizado dos Trabalhadores (Mots) tomou conta de vários momentos da sessão. O presidente da Aleam precisou intervir e até fez um desagravo contra as ameaças a uma das líderes do movimento dos trabalhadores.

“A Assembleia Legislativa abre as portas e dá voz a todos, de forma republicana, mas sempre com respeito às divergências. Entendemos que vocês esperam por esse reajuste há muitos anos, mas o momento exige união. Vocês (servidores) não devem a deputado nenhum, nem ao governo. A vitória é de vocês”, afirmou David.

*Texto da assessoria

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais por Destaques

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Deputados trocam socos e tapas durante sessão em Assembleia Legislativa de RR

Os deputados Jânio Xingú (PSB) e Masamy Eda (PSD) trocaram socos e tapas durante a sessão …