Conecte-se conosco

Cidades

Amazonino aumentará salário de secretários e diz que com R$ 13 mil estão vulneráveis a corrupção

Publicado

em

COLETIVA-DE-IMPRENSA

Governador Amazonino Mendes em coletiva na manhã desta quinta-feira (11), afirmou que aumentará o salário de seus secretários . “Com um salário de R$ 13 mil por mês, secretários de Estado estão vulneráveis á corrupção”, disse Amazonino. Ainda de acordo com o governador, “é hipocrisia querer boa administração com os secretários ganhando algo em torno de R$ 13 mil “, afirmou no balanço de 100 dias de seu governo

De acordo com Amazonino seus secretários se comparam ao trabalho realizado por juízes, onde ambos tomam decisões que envolvem altas quantias de dinheiro e por isso, devem ser bem remunerados para se evitar corrução.

O governador ainda afirmou que não renovou seu contrato com a empresa Umanizzare, responsável por administrar presídios no estado do amazonas, além de uma auditoria para saber o real valor de um presídio.

O Secretário de Segurança Bosco Saraiva ainda informou o aumento de salário para peritos da Segurança Pública, classe especial e legistas.

Amazonino ainda destacou que as expectativas são boas para o ano de 2018, por conta da melhora da economia. “Queremos aumentar a receita. A própria economia está reagindo. A Zona Franca  tem a característica de reagir primeiro, da mesma forma que é afetada primeiro. Estamos muito atentos a outras atividades econômicas que vamos desenvolver”, afirmou.

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Nível do Rio Negro volta a subir em Manaus e bate novo recorde

Publicado

em

Por

Após permanecer estável nos 30 metros por nove dias e registrar até uma pequena baixa de um centímetro, o nível do Rio Negro voltou a subir em Manaus.

Nesta quarta-feira (16), o nível do rio chegou aos 30,02 metros. É a maior marca da história desde o início dos registros, em 1902.

De acordo com o boletim da Defesa Civil, em todo o Amazonas, mais de 455 mil pessoas foram atingidas pela cheia.

Prédio da alfândega, no Centro histórico de Manaus, durante cheia de 2021. — Foto: Ricardo Balby

Continue lendo

Cidades

Após a maior cheia da história, nível do Rio Negro começa a baixar em Manaus

Publicado

em

Por

Após permanecer estável nos 30 metros por nove dias, desde 5 de junho, o Rio Negro começa a baixar em Manaus. Nesta segunda-feira (14), o nível do rio baixou 1 centímetro para 29,99 metros. A marca dos 30 metros em Manaus foi a maior da história desde o início dos registros, em 1902.

De acordo com o boletim da Defesa Civil, em todo o Amazonas, mais de 455 mil pessoas foram atingidas pela cheia.

Prejuízos na capital

Em Manaus, foram construídos 10 mil metros de pontes e passarelas em 20 bairros da capital Amazonense, segundo informações da Defesa Civil.

Em diversos pontos, a circulação de pessoas ocorre somente por meio de passarelas. O centro histórico registra vários pontos de alagamento. A Praça do Relógio e o prédio da Alfândega estão entre os locais mais atingidos.

A água do rio Negro também invadiu o local onde funcionava a mais tradicional feira da capital, a Manaus Moderna. Como isso, os feirantes foram transferidos para uma balsa. Comerciantes relatam prejuízos. Lojistas tiveram os estabelecimentos alagados, mesmo com as contenções para impedir a entrada da água.

A previsão do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) era que o rio chegasse à cota máxima de 30 metros A expectativa é que, agora, o nível do rio comece abaixar. De acordo com o órgão, abaixo dos 27 metros o nível do rio é considerado patamar normal para a cheia.

Veja a matéria completa em G1 Amazonas encurtador.com.br/yKMW9

Continue lendo

Cidades

Operação Hórus apreende aproximadamente 2 Toneladas de Pirarucu e peixes de outras espécies

Publicado

em

Por

O Comando de Policiamento Ambiental da Polícia Militar do Amazonas (CPAmb), por meio do Batalhão Ambiental (BPAmb) e Canil da PMAM durante o desdobramento da Operação Hórus/VIGIA/ na madrugada desta quinta-feira (22), no rio Solimões em frente a Orla do Município de Manacapuru (AM), realizou a abordagem e fiscalização da embarcação B/M Kennedy VI oriunda do município de Codajás-AM.

Na ocasião foram encontrados 2 toneladas de pescado ilegal, Pirarucu Arapaima Giga e outras espécies de peixes, acondicionados em várias caixas de isopor que seriam destinados ao município de Manaus/AM. O proprietário da embarcação recebeu voz de prisão e foi conduzido a delegacia do 1° DIP de Manacapuru ( 1º Distrito Integrado de Polícia) para realização dos procedimentos legais.

Material apreendido

Aproximadamente 2 toneladas de Pirarucu Arapaima Giga e peixes de outras espécies.

Prejuízo ao crime:
R$ 60.000,00 reais.

SEOPI/MJSP/CPAMB/BPAMB /CANIL PMAM

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus