Conecte-se conosco

Destaque

ANP coloca 846 blocos para exploração de petróleo e gás em oferta permanente

Publicado

em

petroleiros

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou, nesta sexta-feira (1º), as áreas para exploração e produção de petróleo e gás natural disponíveis em oferta permanente. São 846 blocos de 13 bacias sedimentares, somando uma área total de aproximadamente 285.400 quilômetros quadrados , e 15 áreas com acumulações marginais em três bacias terrestres.

As áreas selecionadas podem ser encontradas no site da agência na internet e incluem blocos nas bacias do Recôncavo, Potiguar Terra, de Sergipe-Alagoas Terra e do Espírito Santo Terra; nas bacias terrestres de nova fronteira do Acre, Amazonas, Paraná, da Parnaíba, de São Francisco e Tucano; e nas bacias marítimas do Pará-Maranhão, de Sergipe-Alagoas, Campos e Santos.

A ANP esclareceu, ainda, que as áreas com acumulações marginais estão nas bacias terrestres do Espírito Santo, de Potiguar e do Recôncavo. Todas as áreas selecionadas dependem de avaliação dos órgãos ambientais.

Processo de oferta permanente

O processo de oferta permanente (previsto no artigo 4º da Resolução CNPE nº 17/2017) prevê a oferta contínua de campos devolvidos (ou em processo de devolução), de blocos exploratórios ofertados em rodadas anteriores e que não arrematados, além dos blocos devolvidos à Agência.

Segundo as informações divulgadas, até o final de abril de 2018, a ANP informará as regras para participação e os parâmetros técnicos e econômicos das áreas em oferta permanente, quando o processo de licitação será iniciado de forma contínua. As sessões de apresentação de ofertas deverão ocorrer a partir de novembro de 2018.

A agência reguladora esclareceu, ainda, que para a realização da sessão de apresentação de ofertas, a ANP deverá ter recebido ao menos uma manifestação com o aporte da garantia de oferta para cada área de interesse.

Para a ANP, a abertura do processo de oferta permanente representa mais um passo importante na retomada da atividade de exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil. “A iniciativa de trazer oportunidades para empresas de distintos perfis e tamanhos, faz parte de um conjunto de medidas que estão sendo adotadas visando ao desenvolvimento de um setor diversificado, dinâmico e competitivo nos diferentes ambientes exploratórios existentes no Brasil: pré-sal, mar convencional e terra”, diz a nota.

Com a iniciativa para disponibilizar áreas em oferta permanente, a ANP espera “contribuir para o aumento dos investimentos e da produção de petróleo, com impactos na arrecadação e na geração de emprego e renda, especialmente nas regiões selecionadas”.

Por Agência Brasil

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Técnica de relaxamento com saco causou morte de ator, diz laudo

Publicado

em

Por

morte do ator Luiz Carlos de Araújo foi acidental, causada por uma mistura do uso de antidepressivos, cocaína, álcool e de um saco plástico para cobrir a cabeça, apontou laudo da Polícia Civil de São Paulo, revelado nesta quarta-feira (22).

Segundo a perícia, a morte deve ter sido causada pelo próprio ator enquanto ele fazia uma técnica de relaxamento chamada de re-respiração com a ajuda do saco plástico. A técnica, informou o legista, é usada para diminuir respiração rápida e descontrolada em situações de ansiedade, para “aumentar o teor de dióxido de carbono e diminuir o teor de oxigênio”.

“Tal prática pode ter como complicação a asfixia por confinamento (troca do ar respirável por ar irrespirável)”, explica o laudo.

A polícia considerava outras duas hipóteses para a morte (suicídio ou homicídio), que foram descartadas: “não foram observados sinais de constrição cervical externas ou internas [enforcamento], mesmo após dissecção cuidadosa do pescoço da vítima Luiz Carlos”.

“A associação de antidepressivos, cocaína e álcool, com consequente rebaixamento do nível de consciência, associada ao confinamento foram às causas da morte”, conclui o laudo.

Luiz Carlos foi encontrado morto no último dia 11 dentro de um apartamento sem sinais de arrombamento, invasão por meio da sacada ou assalto de bens. O ator se destacou por sua participação na novela Carinha de Anjo, do SBT, e em outras peças de teatro. Ele tinha 42 anos.

Fonte: Portal R7

Continue lendo

Amazonas

Cetam abre inscrições para mais de 26 mil vagas em cursos no interior do AM

Publicado

em

Por

O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) abriu, nesta quarta (22) e na quinta-feira (23), as inscrições para 26.910 vagas em cursos de qualificação profissional. As vagas são destinadas, exclusivamente, para candidatos do interior do estado.

As inscrições serão somente on-line, das 6h às 23h59, ou até terminarem as vagas. Os interessados em um dos 35 cursos ofertados nos 61 municípios do Amazonas deverão acessar o endereço https://cursos.cetam.am.gov.brSó é aceito um CPF por vaga.

As vagas ofertadas serão ocupadas pelo processo de ordem de chegada, ou seja, até o limite do número de vagas regulares e reservas oferecidas por curso. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá certificar-se de que preenche todos os pré-requisitos para o curso que deseja ingressar.

Continue lendo

Amazonas

12 toneladas de pirarucu são apreendidas em embarcação em Coari

Publicado

em

Por

Cerca de 12 toneladas de pirarucu foram apreendidas em uma embarcação, por policiais da Base Arpão, na madrugada de terça-feira (21), em Coari. No total, foram apreendidas cinco toneladas de pirarucu fresco e sete toneladas de pirarucu salgado.

O proprietário do barco ao ser questionado disse que o pescado era legalizado e que possuía o guia de transito expedida pelo Ibama. No entanto, a autorização era para o transporte de três unidades de pirarucu, o que não era compatível com a quantidade encontrada no barco.

Ao continuar as buscas na embarcação, a equipe encontrou uma parede falsa e, dentro dela, foram encontrados parte do pescado ilegal que estava condicionado de forma indevida. O barco partiu de Jutaí, distante 749 km de Manaus, e seguia para a capital.

O responsável pelo pescado ilegal foi preso e foi apresentado a Delegacia de Polícia Civil da Base Arpão. O pescado será doado para comunidades ribeirinhas.

Por correr risco de extinção, o pirarucu tem a pesca proibida durante o ano todo, só podendo ser feita em áreas de manejo determinadas pelo Ibama.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus