Conecte-se conosco

Brasil

Aos 76, aposentada se casa pela 1ª vez com namorado; o romance começou em lar de idosos

Avatar

Publicado

em

Casamento

Começou de forma despretensiosa o namoro entre Neyde Martins Alves e Joaquim Cesar Vieira da Silva. Há sete meses, ela não imaginava que, aos 76 anos, subiria ao altar pela 1ª vez na vida no último sábado (12). Divorciado, Cesar, aos 61 anos, tampouco achava que passar a viver num lar de idosos mudaria sua vida completamente.

Para os dois, os últimos anos não foram fáceis. Mesmo contando com o carinho de amigos e funcionários no Lar de Sarepta, no Catumbi, zona norte do Rio, a verdade é que há pelo menos nove anos Neyde vivia só.

Foto: Dantas Jr

“Não tem mais ninguém, sou sozinha. Por isso me apeguei. Ele [Cesar] é muito carinhoso e diz que até a minha voz é carinhosa”, contou a idosa.

Engenheiro civil aposentado, Cesar também viveu dias amargos antes de chegar à casa de repouso. Ao contrário de Neyde, ele sempre contou com o apoio incondicional da família. Mas o alcoolismo e a depressão, além de seguidos episódios de agressividade, acabaram por afastá-lo dos parentes.

Mais retraído e de rosto sisudo, o idoso só se desmancha ao falar de Neyde. Ele tem alguns lapsos de memória e não sabe muito bem como ou quando o casamento foi definido. De poucas palavras, o senhor revela aos poucos pequenas vontades e sonhos de uma vida a dois.

Depois do casório, conforme contou ao G1, Cesar pretende levar Neyde para Búzios, na Região dos Lagos, e viver numa casa alugada. Fã de pescaria, além do hobby o idoso também pretende voltar a estudar. Dessa vez, disse que quer se formar advogado.

“A vinda do meu pai aqui foi uma verdadeira bênção porque ele tinha sérios problemas com depressão, com alcoolismo, e esse lugar mudou a vida dele completamente. Ele passa por todo um trabalho psicológico, de ajuda, e um dos fatores que mais o ajudaram a sair da depressão foi esse amor incrível que ele conquistou junto com a Dona Neyde”, explicou Mariana Kiss, filha de Cesar.

Ao contrário de Cesar, Neyde lembra bem como a “paquera” começou. Segundo ela e funcionárias da casa que testemunharam o nascimento da relação, o namoro surgiu enquanto os dois, juntos, assistiam à televisão.

A idosa é taxativa: foi dela a primeira “investida”. Assim que os laços foram se estreitando, todas as vezes que Cesar passava pela janela do quarto de Neyde, ela mandava “beijinhos”. A decisão de casar, no entanto, partiu dele.

Preparativos e cerimônia

O casamento estava marcado para as 16h. Uma hora antes, já durante os preparativos, Neyde garantiu que não estava ansiosa. “É meu mesmo”, brincou ao se referir ao então futuro marido.

Casamento de idosos 2

Foto: Dantas Jr

Os detalhes para a noiva foram pensados minuciosamente: colar e arranjo de cabeça ornados com pérolas, roupa branca e sandálias reservadas especialmente para o dia. Além disso, fotos e entrevista. Neyde respondia a todos que a olhavam e diziam que ela estava linda: “São seus olhos”.

A dois quartos de distância, Cesar estava mais impaciente. Mantido separado da noiva por razões óbvias, o engenheiro também era preparado para o cerimonial. “Ele odeia calça branca”, revelou Neyde. Camisa social e gravata borboleta foi a vestimenta escolhida para que ele descesse os cerca de 20 degraus da escada rumo ao altar.

Ao longo do pátio foi estendido um tapete vermelho que chegava até um altar improvisado. O espaço foi arrumado com a mesa de doces de um lado e cadeiras para os convidados, de outro. Um ligeiro atraso na cerimônia foi driblado pela música “Eu Te Darei o Céu”, de Roberto Carlos.

Casamento de idosos

Foto: Divulgação

Refrigerantes e comidas salgadas foram servidos antes da solenidade. Doces seriam permitidos depois da celebração, mas com parcimônia porque muitos idosos sofrem de diabetes.

Lar de Sarepta

Toda a organização ficou por conta de voluntários e colaboradores do Lar de Sarepta. A instituição não tem fins lucrativos e vive da contribuição de parentes dos idosos que lá vivem. Ao todo, a casa abriga 41 pessoas, 27 mulheres e 14 homens.

Administradora do espaço, Valdimélia Silva Chaves diz que alguns dos itens que mais fazem falta aos idosos no lar são fraldas, leite e alimentos não perecíveis. Mas também há a questão estrutural do imóvel, que precisa ser revitalizado.

Por exemplo, na parede externa do prédio de três andares faltam reboco e pintura. Para a celebração, além das voluntárias do grupo Ação do Bem Querer, participaram também o fotógrafo Dantas Jr. e o maquiador Bueno.

*Fonte: Portal G1

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Governadores acertam cota extra da vacina para o Amazonas

Avatar

Publicado

em

Por

Governadores de pelo menos 22 estados acertaram na noite da quinta-feira (21) o repasse para o Amazonas de uma cota extra das vacinas que devem receber nos próximos dias.

Nesta sexta-feira (22), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve liberar o uso emergencial de mais 4,8 milhões de doses da Coronavac, e 2 milhões de doses da vacina da Astrazeneca devem chegar ao país.

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), participou da reunião de um grupo de trabalho que discute o colapso do sistema de saúde em Manaus e defendeu junto aos governadores, por meio do grupo no WhatsApp, que o Amazonas receba uma parte maior dessas novas doses, devido à “transmissibilidade alta” de casos e à gravidade da situação.

A proposta, segundo Dias explicou ao blog, é que o Amazonas fique com 5% do total de novas doses e os demais estados façam o rateio proporcional do restante.

Fonte: G1

Continue lendo

Brasil

Incêndio atinge prédio do Instituto Serum, fabricante de vacinas contra Covid-19 na Índia

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: AFP

Um incêndio atingiu um edifício do Instituto Serum, a empresa da Índia que produz vacinas com tecnologia da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, nesta quinta-feira (21), na cidade de Pune. Pelo menos cinco pessoas morreram.

Cinco pessoas morreram no incêndio, segundo o “Times of India”. O prefeito da cidade de Pune, Murlidhar Mohol, disse que os mortos são provavelmente trabalhadores de construção civil que estavam no prédio.

O diretor-executivo da empresa, Adar Poonawalla, confirmou que houve mortes.

A empresa também vai começar a produzir as vacinas desenvolvidas pela empresa norte-americana Novavax.

Poonawalla afirmou que a unidade que pegou fogo produz vacinas para o rotavírus. Ele estima que a perda nessa linha de produção será de até 40% do volume de doses.

O Instituto Serum é o maior fabricante de vacinas do planeta. Lá são produzidas 1,5 bilhão de doses para várias doenças, de poliomielite a caxumba. A estimativa é que seis em cada dez crianças no mundo recebam pelo menos uma vacina fabricada pela empresa indiana.

Nesta semana, a Índia começou a exportar as vacinas produzidas pelo Instituto Serum para seis países, mas não para o Brasil.

Fonte: G1

Continue lendo

Brasil

Falta de oxigênio mata 6 pessoas da mesma família em 24 horas

Avatar

Publicado

em

Por

Em menos de 24 horas, seis integrantes de uma mesma família moradora do distrito Nova Maracanã, da zona rural do município de Faro, no oeste do Pará, morreram com sintomas da covid-19. Bisavó, avó, avô, mãe, pai e um tio não resistiram muito tempo após complicações respiratórias. A Unidade Básica de Saúde (UBS) da comunidade não tinha cilindros de oxigênio em número suficiente.

O município entrou em colapso na segunda-feira (18) por falta de oxigênio. A informação foi confirmada no início da tarde desta terça-feira (19) pelo secretário municipal de Meio Ambiente de Faro, Arthur Brasil. Um sétimo membro da família está internado na UBS também com sintomas de Covid-19.

Diante do aumento do número de casos suspeitos de Covid-19 em Faro, o prefeito Paulo Carvalho (PSD) fez um apelo às prefeituras de municípios vizinhos e também a empresários, e nesta terça recebeu 20 cilindros de oxigênio que serão divididos entre a UBS Morumbi, na cidade, e UBS de Novo Maracanã, que funcionarão como centros de atendimento a pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Parte dos cilindros adquiridos em Santarém já foi enviada de lancha para o distrito Novo Maracanã. A operação é acompanhada pelo secretário Paulo Carvalho.

Fonte: G1

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus