Conecte-se conosco

Destaque

Atirador invade redação de jornal e deixa pelo menos cinco mortos, nos EUA

Avatar

Publicado

em

cinco mortos

Um ataque a tiros deixou pelo menos cinco mortos e outros feridos na redação do jornal Capital Gazette, em Annapolis, capital do estado de Maryland, nos EUA, conforme informou as autoridades. A publicação pertence ao The Baltimore Sun, e a sua sede fica a meia hora de Washington. Segundo a polícia local, o autor do crime foi preso e submetido a interrogatório.

Um estagiário do jornal relatou numa publicação do Twitter que havia um atirador no local e pediu socorro: “Por favor, nos ajudem”. Outro repórter fez um relato de pânico sobre os acontecimentos pela mesma rede social, após ter deixado a cena do crime.

“Um atirador baleou várias pessoas no meu escritório, algumas das quais estão mortas”, escreveu. “O atirador disparou através de uma porta de vidro no escritório e abriu fogo contra vários funcionários. Não posso dizer muito e não quero declarar ninguém morto, mas a situação está feia. Não há nada mais apavorante do que ouvir várias pessoas serem baleadas enquanto você está debaixo da sua mesa e então ouvi-lo recarregar a arma”.

Imagens exibidas na rede CNN mostram pessoas sendo retiradas do local, enquanto autoridades faziam buscas dentro do prédio onde aconteceu o crime. Aos repórteres, o policial Ryan Frashure disse que agentes de segurança inspecionavam o local para garantir que não havia bombas nem qualquer outro tipo de ameaça.

O governador do estado de Maryland, Larry Hogan, escreveu no Twitter: “Absolutamente devastado ao saber desta tragédia em Annapolis. Por favor, respeitem todos os alertas e mantenham-se longe da área. Rezando por todos que estavam na cena e pela nossa comunidade”.

*Fonte: Extra

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Incêndio atinge prédio do Instituto Serum, fabricante de vacinas contra Covid-19 na Índia

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: AFP

Um incêndio atingiu um edifício do Instituto Serum, a empresa da Índia que produz vacinas com tecnologia da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, nesta quinta-feira (21), na cidade de Pune. Pelo menos cinco pessoas morreram.

Cinco pessoas morreram no incêndio, segundo o “Times of India”. O prefeito da cidade de Pune, Murlidhar Mohol, disse que os mortos são provavelmente trabalhadores de construção civil que estavam no prédio.

O diretor-executivo da empresa, Adar Poonawalla, confirmou que houve mortes.

A empresa também vai começar a produzir as vacinas desenvolvidas pela empresa norte-americana Novavax.

Poonawalla afirmou que a unidade que pegou fogo produz vacinas para o rotavírus. Ele estima que a perda nessa linha de produção será de até 40% do volume de doses.

O Instituto Serum é o maior fabricante de vacinas do planeta. Lá são produzidas 1,5 bilhão de doses para várias doenças, de poliomielite a caxumba. A estimativa é que seis em cada dez crianças no mundo recebam pelo menos uma vacina fabricada pela empresa indiana.

Nesta semana, a Índia começou a exportar as vacinas produzidas pelo Instituto Serum para seis países, mas não para o Brasil.

Fonte: G1

Continue lendo

Amazonas

Corpo é encontrado no Distrito Industrial com diversas perfurações de faca no peito

Avatar

Publicado

em

Por

O corpo estava com diversas perfurações de faca e um grande corte na área do coração, uma placa escrito “Tudo 2. Morri porque somava com Neyzinho” também foi deixada em cima do cadáver. Segundo informações preliminares, o coração da vítima teria sofrido uma tentativa de ser arrancado.

O Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) e o Instituto Médico Legal (IML), além da Polícia Militar, também foram acionados para realizar a perícia e remoção do corpo. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Continue lendo

Amazonas

Vereador Capitão Carpê cobra circulação de 100% da frota de ônibus para evitar aglomerações

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Ítalo Senna

Durante a fiscalização no Terminal de Integração 5, realizada na terça-feira(19), o vereador Capitão Carpê (Republicanos) constatou aglomeração de passageiros e demora  no transporte público. Popularmente conhecido como T5, o terminal está localizado na Avenida Autaz Mirim, bairro São José, Zona Leste de Manaus.

As reclamações dos usuários quanto à aglomeração dentro dos coletivos levaram o vereador a solicitar através de um ofício, na semana passada, a adoção de medida de urgência ao Prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), devido o aumento no número de casos confirmados e mortes em decorrência da COVID-19 para diminuir número de passageiros no transporte e minimizar os riscos de transmissão do vírus.

A situação se agravou nesta semana com a redução de 25% da frota de ônibus, medida adotada por conta do toque de recolher, determinado pelo Governo do Estado. Mas para o vereador, as frotas de ônibus precisam circular totalmente.

“Sabemos que diante desta pandemia é necessário que Prefeitura de Manaus e Governo do Estado encontrem uma saída para evitar os riscos de contaminação dos passageiros”, disse o vereador.

Em documento, o parlamentar atentou para o crescimento acelerado do vírus. “Manaus, é uma cidade enlutada. A prefeitura vem realizando mais de cem sepultamentos diários, estamos vivendo colapso com hospitais sem oxigênio, pacientes sendo transferidos para outros estados, internações batendo recordes tristes, mais pessoas podem morrer se medidas não forem adotas”, ressaltou.

Informações assessoria

Fotos: Ítalo Senna

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus