Conecte-se conosco

Política

Base do governo mantém veto que impede reajuste salarial de policiais e bombeiros militares

Publicado

em

recursos

Na manhã desta quarta-feira (4), durante sessão na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), os deputados da base do governador Amazonino Mendes (PDT) conseguiram manter, por 13 votos a 9, o veto ao reajuste salarial de policiais e bombeiros militares.

A emenda, criada pelos deputados Cabo Maciel (PR) e Platiny Soares (PSB), dava o primeiro reajuste de 10% já em 2018 e não em 2020 como quer o governo. Um novo projeto deve ser enviado à Aleam e a votação em caráter de urgência deve ocorrer nesta quinta-feira (5).

“O que a categoria queria era que o maior valor fosse pago em 2018, e foi isso que a Assembleia definiu ao criar a emenda. Vamos conversar com a categoria e ver o que é possível fazer. Nem sempre aquilo que se quer, se pode”, informou o deputado David Almeida (PSB).

O pré-candidato ao governo, David Almeida, afirmou que o governo tem recursos para pagar a data-base. “Apenas nos seis primeiros meses deste ano, a arrecadação do Amazonas cresceu 20% em dinheiro, isso significa R$ 1,5 bilhão. O governo está arrecadando tanto que pode abrir mão de recursos, de taxas, de tributos. Os recursos que temos nos cofres do Estado são suficientes para termos uma vida melhor, porém, precisa ser utilizado de forma mais responsável e mais eficiente”, disse.

Base

Votaram com o governo os deputados: Adjuto Afonso (PDT), Augusto Ferraz (DEM), Belarmino Lins (PP), Carlos Alberto (PRB), Dermilson Chagas (PP), Dr. Gomes (PRP), Mário Bastos (PSD), Orlando Cidade (PV), Vicente Lopes (PV), Wanderley Dallas (SD), Sinésio Campos (PT), Alessandra Campelo (MDB) e Ricardo Nicolau (PSD).

Pela manutenção das mudanças no projeto governamental votaram os deputados: Abdala Fraxe (Podemos), David Almeida (PSB), Francisco Souza (Podemos), Luiz Castro (Rede), Platiny Soares (PSB), Sabá Reis (PR), Serafim Corrêa (PSB), Cabo Maciel (PR) e Sidney Leite (PSD). Ficaram ausentes da sessão de hoje os deputados José Ricardo (PT) e Josué Neto (PSD).

Justificativa

O voto que mais chamou atenção foi da deputada Alessandra Campelo (MDB), que apesar de ser autora da emenda, votou pelo veto. Nas redes sociais, a deputada publicou um vídeo justificando seu voto. “Foi eu que articulei para que o projeto volte amanhã para que o policial tenha algum aumento, enquanto alguns deputados estão preocupados apenas com a reeleição. É melhor 24% parcelado ou nada? Eu vou continuar ao lado dos policiais, doa a quem doer”, declarou a deputada.

A manutenção do veto teria sido feita diante da promessa do governo de enviar, ainda hoje, uma nova mensagem para que os deputados avaliassem. Ao que tudo indica, a mensagem original será enviada.

*Informações da fonte: Tribuna do Amazonas

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Vereador Capitão Carpê acompanha o Prefeito de Manaus em visita na Assembleia Legislativa para tratar sobre armamento da Guarda-Municipal

Publicado

em

Por

O vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida, em uma conversa nesta quarta-feira (9), com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade, para tratar sobre a PEC que viabilizará o armamento da Guarda-Municipal a fim de permitir que os municípios possam armar suas guardas.

“Vamos buscar de forma emergencial preparar, armar e equipar nossa guarda. Essa decisão é proveniente da série de ataques a patrimônios públicos ocorridos neste fim de semana. Iremos até o fim dessa luta, e vamos conseguir!” Afirmou o vereador.

O parlamentar que preside a primeira Comissão Técnica de Segurança Pública Municipal solicitou logo nos primeiros dias de mandato concurso público para a guarda que dispõe de um efetivo de 434 servidores para fazer a segurança patrimonial da cidade de Manaus. O número além de insuficiente, expõe ainda mais os guardas que carecem de melhor renumeração, condições de trabalho e outras necessidades.

“Nossa guarda está sucateada, é necessário reorganizar com urgência. Precisamos de uma guarda mais forte, armada, preparada e treinada não apenas para proteger o patrimônio, os guardas municipais exercem uma missão nos serviços de segurança pública para combater a violência e resguardar a vida do cidadão”, finalizou o Capitão.

Informações Assessoria

Continue lendo

Política

Presidente da CPI recorrerá de habeas corpus do governador Wilson Lima

Publicado

em

Por

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), comunicou, na manhã desta quinta-feira (10/6), que vai recorrer do habeas corpus concedido pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC). A decisão permitiu ao governador não comparecer para depor ao colegiado.

ausência do governador do Amazonas não surpreendeu os membros do colegiado. Internamente, senadores já tratavam como certo a concessão do habeas corpus. Ao abrir a sessão, no entanto, Omar Aziz afirmou que Wilson Lima perdeu “uma oportunidade única”.

“Não faço pré-julgamento de ninguém. Governador, vossa excelência perde uma oportunidade gigante na sua vida, não só como homem público, mas também como pessoa, de explicar, de fato, quem são os responsáveis pelas omissões que aconteceram com o nosso povo, com o meu povo e com o seu povo, que governa esse estado”, disse.

Com informações: Metrópoles

 

 

Continue lendo

Política

Hugo Bacelar almeja uma das 8 cadeiras para Deputado Federal em 2022

Publicado

em

Por

Hugo Bacelar foi candidato a vereador de Manaus em 2020 pelo PSC (Partido Social Cristão), obtendo uma votação expressiva em sua primeira campanha política, com apenas 24 anos de idade.

Advogado, Líder Comunitário e Influence Digital, Hugo Bacelar é filho do Ex-Deputado Estadual do Amazonas “Bacelar”, notório político que fez fama na Compensa devido às contantes ações sociais que implantou no bairro, motivos que inspiraram Hugo Bacelar a seguir os caminhos da política, enjangando-se nas causas sociais para tentar continuar o legado deixado pelo pai. “Minha missão é honrar o legado do meu pai, e dar continuidade a todos os seus projetos que tanto ajudaram na vida das pessoas”. Afirma Hugo.

Líder Comunitário com diversas ações sociais no bairro, como retirada de RG, Massoterapia, Design de Sobrancelha, Esmaltação, Doação de Cestas básicas, Atendimento Nutricionista, Doação de Roupas, Atendimento Oftalmológico, além de organizar diversos torneios de futebol para jovens e crianças. Hugo Bacelar garante que buscará implantar mais projetos que visem a capacitação profissional dos moradores das áreas mais carentes, para que possam garantir uma fonte de renda às famílias necessitadas. “Tenho projetos concretos para implantar com o único objetivo de capacitar essas pessoas para que possam ter uma renda extra ou principal através da qualificação profissional.” Garante Hugo.

Hugo Bacelar está bastante otimista com a votação expressiva que obteve em seu primeiro pleito concorrido em 2020, o que lhe deu motivação para continuar os trabalhos, agradecendo aos moradores do bairro da compensa que depositaram seu voto de confiança e acreditaram em seus projetos. Em 2022 nas eleições estaduais, Hugo Bacelar analisa a oportunidade de disputar 1 das 8 cadeiras para Deputado Federal, por isso, vem intensificando as articulações políticas e os trabalhos sociais dentro de outras comunidades e também na zona rural para surpreender com uma votação expressiva, garantindo uma das vagas de Deputado Federal.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus