Conecte-se conosco

Saúde e Bem Estar

Bebê de 7 meses morre vítima de sarampo em Manaus, confirma Secretaria de Saúde

Avatar

Publicado

em

Sarampo no Amazonas

Um bebê de 7 meses morreu vítima de sarampo em Manaus, confirmou nesta quinta-feira (5) a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Esta é a primeira morte confirmada pela doença na capital amazonense. A criança, um menino, apresentou sintomas como febre, exantema, tosse e coriza. Confira aqui lista com locais para receber a vacina em Manaus.

Conforme último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, o número de casos confirmados de sarampo em Manaus chegou a 271 e outros 2.231 foram notificados. De acordo com a Semsa, o órgão aguardava apenas o resultado do exame de sorologia feito pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) para confirmar a causa do óbito.

A morte de outro bebê, uma menina de 9 meses, também por suspeita de sarampo também está sendo investigado. Neste caso, a Semsa não fez a coleta de material, no entanto, técnicos estão fazendo buscas para identificar se a criança havia apresentado os sintomas antes do falecimento.

De acordo com o histórico médico do bebê de 7 meses, ele não havia sido vacinado. Os primeiros sintomas – febre, exantema, tosse e coriza – foram apresentados no último 23 de junho. Com o agravamento do quadro, o bebê foi internado no Hospital e Pronto Socorro Infantil João Lúcio, no São José, Zona Leste, no dia 25, onde acabou falecendo três dias depois. A criança, segundo a Semsa, morava no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, segunda maior área de concentração de notificações e casos confirmados da doença.

No outro caso, da menina de 9 meses, que morreu no dia 23 de junho, não foi feita a coleta de sangue para a sorologia. Ela também não havia sido vacinada e residia na Zona Oeste. A investigação da causa da morte ainda deve demorar porque, de acordo com a Semsa, envolve levantamento de informações junto a familiares da bebê.

Situação de Emergência

Na última terça-feira (3), foi decretada “Situação de Emergência” em Manaus fim de agilizar os processos e procedimentos necessários para conter o avanço da epidemia do sarampo na capital. O decreto, assinado pelo prefeito Arthur Neto, tem validade de 180 dias e possibilita a aquisição imediata de bens e de serviços necessários à situação de anormalidade.

Outra medida a ser tomada será o reforço da vacinação nas ruas, onde já estão atuando 120 agentes e mais 140 já foram convocados para atuarem com a imunização em locais de aglomeração, como creches, escolas, shoppings e bairros de casa em casa.

Aumento da procura

Já no primeiro dia da decretação de emergência, as salas de vacinação do município registraram um aumento considerável na procura pela Tríplice Viral. Ainda assim, a Prefeitura de Manaus informou que está preparando uma campanha de conscientização, esclarecimentos e orientações para a população, que deve ser disparada na próxima semana.

“Vamos levar o máximo de informações, de forma bem didática, para que as pessoas entendam a necessidade de se vacinar. Estamos usando todos os meios disponíveis para que possamos livrar nosso povo dessa doença, que há 18 anos não tinha registros em nossa cidade, em nosso estado”, concluiu o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

 

*Com informações da assessoria de imprensa

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Agente paga passagens de avião para casal surdo e filhos ao ver que caíram em golpe: ‘Pedi licença e fui chorar’

Avatar

Publicado

em

Por

Por alguns segundos, o agente de aeroporto Raphael Cavaleiro, de 35 anos, pôde se esquecer da pandemia de Covid-19 para curtir um abraço coletivo recebido de um casal de surdos com os filhos pequenos, em Campo Grande, no início de fevereiro.

(mais…)

Continue lendo

Amazonas

Boca do Acre, no AM, decreta situação de calamidade pública

Avatar

Publicado

em

Por

A Prefeitura da cidade de Boca do Acre, no Amazonas, decretou na terça-feira (23) situação de calamidade pública em razão da cheia dos rios Acre e Purus. A inundação já compromete o atendimento em unidades de saúde e atividades escolares. São mais de 6 mil pessoas afetadas.

(mais…)

Continue lendo

Amazonas

Amazonas ultrapassa marca de 10 mil mortos de Covid-19

Avatar

Publicado

em

Por

O Estado do Amazonas ultrapassou, nesta terça-feira (16), a triste marca de 10 mil mortos pela Covid-19. Ao todo, o Estado possui 10.100 mortes confirmadas pela doença (com mais 108 óbitos incluídos nesta terça), e mais de 297 mil casos registrados desde o início da pandemia.

Na batalha contra o novo coronavírus, não são apenas atualizações diárias sobre casos e óbitos confirmados. Por trás dos números, há tristes histórias e relatos de familiares que perderam pais, mães, filhos, irmãos e amigos, e agora lutam para superar o luto e conviver com a saudade.

Em menos de um ano, a primeira morte pelo novo coronavírus foi registrada no Amazonas, em março de 2020, dias após a confirmação do primeiro caso da doença no Estado.

Desde lá, o cenário piorou tanto em hospitais quanto em cemitérios. O estado enfrentou a primeira onda da Covid entre abril e maio do ano passado. Após meses com comércio totalmente aberto e recorrentes aglomerações, o Amazonas se deparou com outra triste realidade: a segunda onda da Covid, ainda mais mortal.

Em janeiro deste ano, houve recorde de mortes por Covid. Por conta do surto, os hospitais voltaram a ficar superlotados e faltou oxigênio nas unidades. Foram cenas de caos e ainda mais mortes, e o estado, até esta segunda (15), ainda envia pacientes para tratamento em outros estados e tenta contornar a crise sanitária instalada.

Fonte: G1

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus