Conecte-se conosco

Cidades

Em Anamã, bebê é degolado durante cesária e família acusa hospital por negligência

Avatar

Publicado

em

A agricultora Valcilene Ferreira de Melo, 32 , daria a luz ao quarto filho se não fosse por uma negligência médica, de acordo com os familiares. Valcilene estava grávida de nove meses e sentiu profundas dores na última quinta-feira (15) chegando a ser atendida por volta das 10h30min no Hospital Francisco Sales de Moura, localizado na cidade de Anamã (distante 168 quilômetros de Manaus). A informação é do Correio da Amazônia.

Valcilene foi submetida a intervenção cirúrgica cesariana às 13h, mas não contava que o seu bebê do sexo masculino, o pequeno Emanuel (nome que seria dado à criança) teria a sua vida ceifada com um corte profundo na região total de seu pescoço.

Conforme a tia materna do bebê, Lidiane Souza, o sobrinho foi vítima de um ato de barbárie. ”A nossa família não aceita a versão da direção do Hospital de Anamã, de que para salvar a mãe foi preciso fazer a cirurgia cesárea, porque a criança já se encontrava morta, agora eu perguntou qual foi o motivo do meu sobrinho ser degolado já que ele estava morto?”, questionou Lidiane que garante que o bebê da irmã estava vivo e que agora só resta exigir das autoridades competentes justiça para esse caso do ” pequeno Emanuel”.

Lidiane relatou que a família do pequeno Emanuel foi orientada ainda dentro do Hospital de Anamã a sepultar o bebê no mesmo dia do fato ocorrido, isso despertou curiosidade nos familiares que logo perceberam que havia algo errado e descobriram que o bebê apresentava um corte profundo no pescoço. ”Estão querendo abafar o caso da morte do meu sobrinho, mas não irei deixar que a impunidade faça parte da vida cotidiana da minha família”, disse.

Indignados e tristes com a situação, os familiares do bebê Emanuel procuraram a imprensa com o intuito de alertar a população amazonense e questionar o atendimento da Saúde no Hospital do município de Anamã.

Afinal de conta o que realmente aconteceu com bebê Emanuel no centro cirúrgico do hospital de Anamã, Imperícia médica, Imprudência médica ou Negligência médica?

Segundo informações os profissionais que atenderam a mãe e pequeno Emanuel foram o Dr. César e a enfermeira Mayara Nunes Batalha que se formou também  na área de medicina na Bolívia.

Com a palavra a diretora do Hospital de Anamã, Alessandra Sousa e Silva e, a Polícia Civil, Ministério Público e a Justiça da Comarca de Anamã.

De acordo com a mãe do bebê Emanuel, Valdilene Ferreira moradora da comunidade Nossa Senhora do Perpetuo Socorro – Iauara,  irá registrar logo que receber alta médica, um Boletim de Ocorrência  (BO) e solicitará um TCO para que seja encaminhado ao MP-AM e  a Justiça sobre o caso “pequeno Emanuel”.

Fonte: Correio da Amazônia

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Falta de oxigênio mata 6 pessoas da mesma família em 24 horas

Avatar

Publicado

em

Por

Em menos de 24 horas, seis integrantes de uma mesma família moradora do distrito Nova Maracanã, da zona rural do município de Faro, no oeste do Pará, morreram com sintomas da covid-19. Bisavó, avó, avô, mãe, pai e um tio não resistiram muito tempo após complicações respiratórias. A Unidade Básica de Saúde (UBS) da comunidade não tinha cilindros de oxigênio em número suficiente.

O município entrou em colapso na segunda-feira (18) por falta de oxigênio. A informação foi confirmada no início da tarde desta terça-feira (19) pelo secretário municipal de Meio Ambiente de Faro, Arthur Brasil. Um sétimo membro da família está internado na UBS também com sintomas de Covid-19.

Diante do aumento do número de casos suspeitos de Covid-19 em Faro, o prefeito Paulo Carvalho (PSD) fez um apelo às prefeituras de municípios vizinhos e também a empresários, e nesta terça recebeu 20 cilindros de oxigênio que serão divididos entre a UBS Morumbi, na cidade, e UBS de Novo Maracanã, que funcionarão como centros de atendimento a pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Parte dos cilindros adquiridos em Santarém já foi enviada de lancha para o distrito Novo Maracanã. A operação é acompanhada pelo secretário Paulo Carvalho.

Fonte: G1

Continue lendo

Amazonas

Durante a madrugada, Governo do Estado recebe oxigênio para hospitais de Manaus

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Divulgação

A Força Aérea Brasileira (FAB) desembarcou, na madrugada desta sexta-feira (15), 6 mil litros de oxigênio líquido da empresa White Martins, fornecedora do Governo do Estado. A carga, que veio de São Paulo, veio em 6 isotanques de mil litros e vai ser distribuída nos hospitais da rede estadual pela manhã.

Os insumos estão sendo transportados ao longo da semana da cidade de Guarulhos (SP) e chegarão a 22 mil metros cúbicos de oxigênio.

Uma força tarefa do Executivo Estadual e do Ministério da Saúde atua desde a semana passada em uma operação conjunta para viabilizar a chegada de oxigênio da White Martins de outros lugares. O plano mantém uma ponte aérea entre São Paulo e Manaus enquanto houver necessidade de abastecimento da rede.

Além da quantidade desta madrugada, outros 200 cilindros chegaram na terça-feira (12) e uma remessa de 150 cilindros foi entregue na última quarta-feira (13/01). Outros 25 mil metros cúbicos em isotanques também estão na programação de voos desta semana da FAB, partindo do aeroporto de Guarulhos.

Desde a última sexta-feira (08/01), a força-tarefa sob o comando da Defesa Civil do Amazonas atua no transporte de oxigênio de Belém, Brasília e Guarulhos.

Apreensões e solidariedade

Também na quinta-feira, duas operações das Forças de Segurança do Estado apreenderam cilindros de oxigênio que foram distribuídos às unidades.

Em uma delas foram apreendidos 26 cilindros carregados de oxigênio e sete vazios. As cápsulas foram distribuídas para quatro unidades de saúde da rede estadual – Hospital Beneficente Português, Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), SPA do São Raimundo e SPA do Coroado.

Numa segunda operação, à noite, foram apreendidos 45 cilindros, 28 deles carregados e 17 vazios. O material estava em uma embarcação no Porto de São Raimundo. As cápsulas foram distribuídas em sete unidades.

Solidariedade

Uma ação solidária de um grupo de amigos voluntários que adquiriram cilindros de oxigênio também ajudou a garantir o insumo em algumas unidades durante a noite.

 

*Com informações de assessoria

Continue lendo

Cidades

Enfermaria de campanha começa a ser montada no hospital Delphina Aziz

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Carlos Soares / SSP-AM

O Amazonas recebeu na quinta-feira (14/01) mais de 20 toneladas de material para instalação de uma enfermaria de campanha, que funcionará na área externa do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz. O trabalho é uma ação integrada entre o Governo do Estado, Governo Federal e Forças Armadas.

Os primeiros contêineres descarregados na quinta-feira continham tendas, leitos, macas, equipamentos hospitalares e instrumentos para montagem de uma miniusina de oxigênio para atender a nova estrutura.

Quando finalizada, a enfermaria de campanha contará com 60 leitos clínicos. Equipes do Exército realizam a montagem da estrutura desde a tarde de quinta-feira, com previsão de entrega no início da próxima semana.

Com a nova estrutura, o objetivo é aumentar a oferta de atendimentos na unidade de saúde, devido ao crescimento no número de internações no estado. Os leitos serão instalados em módulos de hospitais de campanha do Exército e Aeronáutica.

A estrutura dos leitos de enfermaria será disponibilizada e montada pelo Governo Federal, e a gestão dos profissionais será feita pelo Governo do Amazonas, em parceria com o Ministério da Saúde. O titular da SES-AM, Marcellus Campêlo, ressaltou o apoio do Governo Federal nas ações para reforçar os atendimentos na pandemia, classificando como fundamental.

“Essa força que estamos tendo do Ministério da Saúde, Sírio-Libanês, da Força Nacional, com as nossas equipes de saúde, vai tornar a nossa rede mais preparada, inclusive, para quando terminar esse período mais crítico da pandemia, conseguirmos ter uma rede coesa, forte e também conectada com o município de Manaus”, ressaltou Campêlo.

 

*Com informações de assessoria 

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus