Conecte-se conosco

Pesquisa e Inovação

Cientistas dizem ter descoberto identidade de Jack o Estripador

Avatar

Publicado

em

Até hoje a polícia de Londres nunca conseguiu desvendar a identidade do homem que espalhou terror pelas ruas da capital britânica no final do século 19 conhecido como “Jack, o Estripador”.

Mas o mistério pode ter chegado ao fim graças a um grupo de cientistas que dizem ter realizado a análise genética mais avançada já feita em relação aos assassinatos cometidos pelo homem que mutilava, desfigurava e extirpava órgãos de suas vítimas.

Apelidado pela imprensa local da época, Jack, o Estripador, um dos mais notórios assassinos em série da história moderna, foi acusado de matar ao menos cinco mulheres em 1888 no bairro de Whitechapel, no leste de Londres. As vítimas, quase todas prostitutas, tiveram suas entranhas colocadas para fora.

O caso inspirou – e ainda inspira – vários livros e filmes e até um tour temático no leste de Londres.

Velho conhecido

Os pesquisadores Jari Louhelainen e David Miller, das universidades John Moores e Leeds, divulgaram seu estudo na revista acadêmica Journal of Forensic Science.

Para eles, o assassino teria sido justamente o principal suspeito da polícia, foi Aaron Kosminski, um barbeiro de origem polonesa que tinha 23 anos na época dos crimes.

É a primeira vez que a acusação é sustentada por uma prova genética publicada numa publicação acadêmica.

Louhelainen e Miller fizeram um exame forense em num xale de seda que, segundo os pesquisadores, teria sido encontrado ao lado do corpo mutilado de Catherine Eddowes, a quarta vítima do assassino, em 1888.

Na peça, havia resíduos do que a polícia da época acreditava ser de sangue e sêmen. Os autores do estudo expandiram os exames genéticos desses resíduos e encontraram fragmentos de DNA mitocondrial (a herança genética por lado da mãe), que foram comparados com amostras de descendentes vivos da vítima e do suspeito.

O resultado? O resultado coincide com o de um parente vivo de Kosminski, asseguram os pesquisadores.

Da análise do DNA também concluíram que o assassino tinha cabelo e olhos castanhos. Isso coincide com que uma testemunha declarou à época.

“Essas características seguramente não são únicas”, admitem os dois pesquisadores no artigo. Mas ponderam que olhos azuis são mais comuns que castanhos na Inglaterra.

Críticas

O estudo de Jari Louhelainen e David Miller não é imune a críticas. Nem todos os especialistas estão convencidos de que a análise genética feita pelos pesquisadores é capaz de revelar a identidade de Jack Estripador.

Muitos já vinham, há tempos, apontando para dúvidas sobre a autenticidade do xale. Outros dizem que a comparação genética não leva em conta outros fatores capazes de alterar o resultado.

Hansi Weissensteiner, especialista em DNA da Faculdade de Medicina de Innsbruck, na Áustria, disse à revista Science que a analise mitocondrial não é decisiva para indicar um suspeito. Walther Parson, pesquisador forense da mesma universidade, criticou na Science o fato de os pesquisadores não terem divulgado as sequências de DNA “para que o leitor pudesse interpretá-las por si mesmo”. Segundo Parson, a exposição desse DNA não representaria nenhum risco à privacidade dos envolvidos.

 

*Fonte: BBC

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Butantan estudará efeito da Coronavac em pessoas com comorbidades em Manaus

Avatar

Publicado

em

Por

O Instituto Butantan aplicará a CoronaVac em pessoas com comorbidades em Manaus em um estudo clínico para medir os efeitos da vacina contra Covid-19 na população com problemas de saúde pré-existentes, informou o instituto paulista nesta quarta-feira.

Para o estudo com pessoas do chamado grupo de risco para o coronavírus serão enviadas a partir de quinta-feira 10.156 doses da CoronaVac à capital do Amazonas para serem aplicadas em profissionais de educação e da segurança pública da rede estadual, com idade entre 18 e 49 anos. Este grupo, que terá a vacinação antecipada, será acompanhado pela equipe de pesquisadores que participa do estudo.

Dez mil pessoas participarão do estudo, sendo que 5 mil receberão a vacina do laboratório chinês Sinovac e 5 mil farão parte do grupo controle. A capital do Amazonas foi escolhido pois lá predomina a variante P1 do coronavírus, originada na cidade e que é mais transmissível.

Também nesta quarta o Butantan iniciou a segunda fase do estudo clínico com a CoronaVac na cidade de Serrana, no interior de São Paulo. A ideia é vacinar toda a população adulta da cidade com a vacina para medir os efeitos do imunizante na pandemia na cidade.

Fonte: UOL

Continue lendo

Pesquisa e Inovação

“Super-Terra” pode ter pistas sobre atmosferas em planetas distantes

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Reuters

Cientistas encontraram um planeta que orbita uma estrela relativamente próxima ao nosso sistema solar e que pode oferecer uma grande oportunidade para estudar a atmosfera de um planeta rochoso e semelhante à Terra, o tipo de pesquisa que poderia auxiliar na busca por vida extraterrestre. 

Os pesquisadores afirmaram na quinta-feira que o planeta, chamado Gliese 486 b e classificado como uma “Super-Terra” não é em si um candidato promissor como um refúgio para a vida. Imagina-se que ele seja inóspito –quente e seco como Vênus, com possíveis rios de lava fluindo em sua superfície.

Mas a proximidade com a Terra e as características físicas o tornam um bom candidato para um estudo de atmosfera com os telescópios espaciais e terrestres de nova geração, começando com o Telescópio Espacial James Webb, que a Nasa deve lançar em outubro.  Esses devem fornecer aos cientistas dados para decifrar as atmosferas de outros exoplanetas –planetas que ficam além do nosso sistema solar– incluindo os que podem abrigar vida.

“Nós dizemos que o Gliese 486 b irá se tornar instantaneamente a Pedra de Rosetta da exoplanetologia –pelo menos para os planetas semelhantes à Terra”, disse o astrofísico e co-autor do estudo José Caballero, do Centro de Astrobiologia da Espanha, em referência à antiga placa de pedra que ajudou pesquisadores a decifrar os hieróglifos egípcios.

Cientistas descobriram mais de 4.300 exoplanetas. Alguns deles são gigantes de gás, similares a Júpiter. Outros são menores, rochosos, planetas mais parecidos com a Terra, o tipo que é considerado um potencial mantenedor da vida, mas os instrumentos científicos disponíveis atualmente nos dizem pouco sobre suas atmosferas.

“O exoplaneta precisa ter as configurações físicas e orbitais corretas para que seja elegível para investigação atmosférica”, disse o cientista planetário Trifon Trifonov, do Instituto Max Planck para Astronomia, na Alemanha, principal autor da pesquisa publicada na revista Science.

 

*Fonte: Reuters

Continue lendo

Amazonas

Cetam divulga cerca de 3 mil vagas em cursos EaD

Avatar

Publicado

em

Por

O Governo do Amazonas, por meio do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), fará a primeira oferta do ano de cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), na modalidade de Ensino a Distância (EaD).

Serão oferecidas 3 mil vagas, divididas em cinco cursos.  As inscrições acontecerão dia 2 de março, totalmente on-line, das 8h às 17h ou enquanto houver vagas. O interessado deverá acessar o endereço eletrônico https://cursos.cetam.am.gov.br e preencher o formulário de inscrição.

Inscrições – No período de 3 a 6 de março, após o preenchimento do formulário, o candidato deverá enviar, de seu e-mail pessoal para o e-mail inscricoesead@cetam.am.gov.br, cópias dos seguintes documentos: comprovantes de escolaridade conforme o pré-requisito do curso em que se inscreveu; RG; CPF; e o número de telefone para contato.

Os cursos ofertados na modalidade EaD são os seguintes: Noções de Segurança na Web, Noções de Gestão para Empreendedores; Criação de Formulário Word ou Google Formulário; Formação Continuada de Tutores a Distância; e Criação e Organização de Sala de Aula Online na Plataforma Moodle.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus