Conecte-se conosco

Destaque

Cilindros vazios e morte: crise na saúde chega ao interior do AM e Iranduba pede socorro

Avatar

Publicado

em

Foto: Rede Amazônica

A crise na saúde pública, gerada pelo o avanço da covid-19 no estado, chama a atenção do mundo para o Amazonas, em especial para a capital do estado, Manaus. Contudo, municípios do interior começam a sentir os efeitos da pandemia com o término do oxigênio nas respectivas unidades de saúde. Com os cilindros vazios em hospital de referência, o município de Iranduba pede socorro e já contabiliza cinco mortes pela falta do gás. Segundo relatos de populares, o oxigênio do Hospital Regional Hilda Freire acabou na noite desta sexta-feira (15), por volta das 23h30.

Ainda conforme os moradores, a Secretaria de Saúde do Estado (SES-AM) esteve no município e alegou ter abastecido os cilindros do hospital, porém, eles continuam vazios. Desde o término de oxigênio na unidade de saúde, cinco pessoas vieram a óbito pela falta do gás, essencial para a vida.

“Temos cilindros, temos dinheiro, mas não conseguimos achar local para recarregar. Sabemos que Manaus está recebendo doações de oxigênio de vários lugares do Brasil. Pedimos, clamamos, imploramos, que possam destinar uma pequena parte ao Hospital Hilda Freire, em Iranduba. Nossa demanda não é tão grande como na capital, mas aqui também são vidas. Diferente de outros municípios do Amazonas, a logística para Iranduba é mais fácil,” disse Izis Aniê, moradora do Distrito do Cacau Pirera.

Segundo a moradora, participantes de uma ação solidária estão com cerca de 24 cilindros  de 50 litros vazios na fila da Carboxi Gases, em Manaus, para reabastecer e levar para o hospital de Iranduba, mas até o momento sem quaisquer perspectivas de recarregá-los.

“Autoridades competentes, organizações civis e a quem puder, olhem por Iranduba! Nossos cilindros estão vazios, os meninos (integrantes da ação solidária no município) estão na fila na Carboxi, mas sem nenhuma certeza de recarga, e as pessoas continuam morrendo por falta de oxigênio”, finalizou.

Artistas se mobilizam para fazer doações

Ciente da situação que vive o sistema de saúde de Manaus, o humorista Whindersson Nunes, por meio das redes sociais, iniciou uma campanha de doação de cilindros de oxigênio para reabastecer as unidades de saúde na capital amazonense. Na ocasião, ele convidou outros artistas a aderirem à campanha.

“Providenciando 20 cilindros de 50L de oxigênio para distribuir nas unidades mais urgentes em Manaus! Alô, meus amigos artistas. Na hora de fazer show é tão bom quando o público nos recebe com carinho, não é? Vamos retribuir?”, escreveu Whindersson no Twitter.

Outros famosos responderam a mensagem de Whindersson e disseram que também iriam ajudar, como o jornalista Hugo Gloss, o ator Bruno Gagliasso e o apresentador Luciano Huck.

A primeira pessoa que confirmou adesão ao pedido de Whindersson foi a apresentadora Tatá Werneck, que se pronunciou através da sua conta no Instagram. Outros nomes de famosos atenderam ao chamado do humorista e entraram nessa “corrente de solidariedade”: Tirullipa, Simone, da dupla com Simaria, e Marília Mendonça, além do pagodeiro Tierry, o casal Wesley Safadão e Thyane, o jogador Richarlisson, que joga atualmente na Inglaterra, o cantor Gusttavo Lima, que doou 150 cilindros, entre outros.

Com a mobilização dos artistas, estima-se que mais de 150 cilindros tenham sido doados.

Oxigênio chega ao AM

Na madrugada deste sábado (16), cerca de 70 mil metros cúbicos de oxigênio chegaram ao estado. De acordo com o Governo do Amazonas, essa remessa irá reabastecer a rede estadual e deve equilibrar a situação dos hospitais nos próximos dias.

“Recebemos, nesta madrugada, essa carga de 70 mil metros cúbicos da maior fornecedora de oxigênio do estado (White Martins), e começamos a reabastecer a normalidade da nossa rede estadual de saúde. Algumas dessas carretas já saíram daqui direto para as unidades para fazer esse abastecimento,” disse Wilson Lima, governador do Estado.

 

*Texto revisado por Narel Desiree

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Vereador Capitão Carpê lança “Gabinete Digital” para atender população

Avatar

Publicado

em

Por

Com o objetivo de facilitar a comunicação, o vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) lançou nesta sexta-feira (04), o “Gabinete Digital”, uma das suas promessas de campanha, a plataforma consiste em um site que vai tornar seu mandato ainda mais participativo com o povo.

O site é interativo, onde todos podem participar. O vereador explicou que a ferramenta é uma facilidade para sociedade interagir com ele, enviando denúncias, sugestões de projeto de lei, comentar as ações parlamentares e outras demandas.

“A ferramenta vai facilitar minha comunicação com as pessoas, vai me aproximar de quem eu preciso escutar. A plataforma será utilizada para o beneficio de todos. O atendimento virtual busca colher de forma mais rápida as demandas da comunidade e assim, buscar melhorias o mais breve possível para a nossa cidade.” Afirma o vereador.

O gabinete digital do vereador poderá ser acessado no endereço eletrônico https://capitaocarpeandrade.com.br/.

Informações assessoria de comunicação

Continue lendo

Destaque

Caixa Econômica pagará Auxílio Manauara de forma escalonada

Avatar

Publicado

em

Por

O pagamento da primeira parcela do programa Auxílio Manauara, que vai beneficiar 40 mil famílias em situação de vulnerabilidade social, previsto ser efetuado nesta sexta-feira (05), será pago de forma escalonada de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. A alteração na forma de pagamento acontece após solicitação da Caixa Econômica Federal, instituição bancária responsável pelos repasses.

De acordo com solicitação enviada à Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), a preocupação é que o pagamento do auxílio resulte em aglomerações nas agências, principalmente em um momento que os números de contaminações pelo novo coronavírus, e de óbitos pela Covid-19, permanecem altos.

De acordo com o novo calendário, o pagamento fica da seguinte forma:

5/3 (sexta-feira) – nascidos em janeiro e fevereiro

8/3 (segunda-feira) – nascidos em março e abril

9/3 (terça-feira) – nascidos em maio e junho

10/3 (quarta-feira) – nascidos em julho e agosto

11/3 (quinta-feira) – nascidos em setembro e outubro

12/3 (sexta-feira) – nascidos em novembro e dezembro

“A preocupação com a possível aglomeração nas agências bancárias nos fez aceitar esse pedido da Caixa Econômica Federal. Conversamos com o prefeito David Almeida e ele concordou que é importante continuarmos trabalhando na preservação das vidas. É um contratempo que não estava nos nossos planos, mas que será compensado com a antecipação de pagamentos aos beneficiários nas próximas parcelas”, afirmou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

Com a alteração na forma de pagamento, a segunda parcela que seria paga no dia 31/3 foi antecipada em uma semana e começará a ser paga no dia 24/3, com as seguintes datas:

24/3 (quarta-feira) – janeiro e fevereiro

25/3 (quinta-feira) – março e abril

26/3 (sexta-feira) – maio e junho

29/3 (segunda-feira) – julho e agosto

30/3 (terça-feira) – setembro e outubro

31/3 (quarta-feira) – novembro e dezembro

As outras parcelas de pagamento seguirão o mesmo formato e poderão ser consultadas em auxilio.manaus.am.gov.br e também no aplicativo do programa.

Contas digitais

Do total de 40 mil cadastros aprovados, 32.439 famílias já possuem conta na Caixa Econômica Federal e apenas precisam aguardar o benefício ser liberado na conta. Foi detectado que um CPF aprovado no programa já tem conta aberta, mas é de pessoa morta. Por conta disso, o cadastro será invalidado pela Semasc e substituído por outra pessoa, seguindo os critérios de desempate publicados no decreto municipal nº 5.022/ 2021, que regulamenta o Auxílio Manauara.

Outras 7.560 famílias não têm conta na instituição financeira. Ao consultar a base de dados para verificação de abertura de contas, foi detectado que 7.530 estão com o CPF regular e a conta social digital será aberta na próxima semana. O pagamento estará disponível junto com os beneficiários de novembro e dezembro, ou seja, no dia 12/3.

A CEF detectou que 31 inscrições se encontram com CPF em situação irregular, não permitindo a abertura de conta.

“Assim que recebermos esses nomes e CPFs da Caixa Econômica, nós vamos entrar em contato com cada uma dessas famílias e, caso a situação irregular seja confirmada, a inscrição será invalidada e outro cadastro será aprovado para ocupar a vaga”, declarou Jane Mara.

O disposto atende o parágrafo 2º, do artigo 4º, do decreto que regulamenta a concessão do Auxílio Manauara, que prevê a obrigatoriedade da inscrição com o CPF, para o pagamento do benefício, e o documento deve estar regularizado junto à Receita Federal, para o efetivo crédito do referido auxílio, exceto no caso de integrantes de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família. Caso haja alterações na lista de aprovados, a Semasc dará publicidade aos novos nomes, assim que a alteração for concluída.

 

*Com informações de assessoria

Continue lendo

Amazonas

Amazonas registra mais 924 casos de Covid-19

Avatar

Publicado

em

Por

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), por meio do Boletim Diário de Covid-19, registrou mais 924 novos casos de infectados pelo novo coronavírus, totalizando 319.872 casos da doença no estado.

Segundo o boletim, foram confirmados 85 óbitos por Covid-19, sendo 24 ocorridos no dia 03 de março e 61 óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 11.172 o total de mortes.

Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, nesta quarta-feira (03), foram registrados 22 sepultamentos por Covid-19. O boletim acrescenta, ainda, que 35.811 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de saúde, o que corresponde a 11,20% dos casos confirmados ativos.

Rede de Assistência

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 1.034 pacientes internados, sendo 566 em leitos clínicos (109 na rede privada e 457 na rede pública), 443 em UTI (123 na rede privada e 320 na rede pública) e 25 em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Há ainda outros 183 pacientes internados considerados suspeitos, e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 138 estão em leitos clínicos (19 na rede privada e 119 na rede pública), 23 estão em UTI (5 na rede privada e 18 na rede pública) e 22 em sala vermelha.

Banco de dados

O boletim diário é construído com as informações disponibilizadas diariamente pelas prefeituras municipais, todos os dias da semana, incluindo fins de semana e feriados.

A consolidação dos casos notificados no Amazonas é realizada pela FVS-AM, a partir de informações obtidas em três sistemas: e-SUS Notifica, Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) e o Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), até às 10h de cada dia. Em Manaus, foram notificados 400.243 casos, enquanto no interior do estado, o número chega a 383.150.

Ao todo, três municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim. São eles: Maraã, Parintins e Pauini.

Municípios

Dos 319.872 casos confirmados no Amazonas até esta quinta-feira (04/03), 147.612 são de Manaus (46,15%) e 172.260 do interior do estado (53,85%).

Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (9.026); Parintins (8.515); Iranduba (7.545); Tefé (7.243); Manacapuru (7.165); São Gabriel da Cachoeira (7.085); Humaitá (6.443); Itacoatiara (6.269); Carauari (5.486); Presidente Figueiredo (5.362); Lábrea (5.138); Careiro (4.060); Rio Preto da Eva (4.054); Barcelos (3.934); Ipixuna (3.766); São Paulo de Olivença (3.590); Eirunepé (3.441); Maués (3.365); Tabatinga (3.035); Itapiranga (2.727); Santa Isabel do Rio Negro (2.647); Manicoré (2.499); Autazes (2.468); Pauini (2.399); Atalaia do Norte (2.396); Benjamin Constant (2.361); Alvarães (2.347); Boca do Acre (2.276); Nova Olinda do Norte (2.241); Urucurituba (2.176); Barreirinha (2.037); Novo Airão (1.962); Beruri (1.905); Maraã (1.808); Urucará (1.780); Anori (1.746); Amaturá (1.672); Tapauá (1.669); Uarini (1.571); Santo Antônio do Içá (1.542); Anamã (1.512); Nhamundá (1.509); Borba (1.400); Envira (1.381); Novo Aripuanã (1.347); São Sebastião do Uatumã (1.331); Manaquiri (1.321); Fonte Boa (1.300); Codajás (1.280); Jutaí (1.249); Guajará (1.241); Silves (1.207); Tonantins (1.094); Canutama (1.017); Apuí (885); Juruá (835); Boa Vista do Ramos (798); Careiro da Várzea (795); Japurá (761); Itamarati (707) e Caapiranga (539).

Óbitos

Entre pacientes em Manaus, há o registro de 7.933 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 61 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 3.239.

A lista inclui Manacapuru (272); Parintins (281); Itacoatiara (253); Coari (179); Tefé (155); Iranduba (121); Tabatinga (113); Humaitá (115); São Gabriel da Cachoeira (94); Maués (82); Presidente Figueiredo (88); Autazes (80); Lábrea (63); Benjamin Constant (64); Nova Olinda do Norte (55); Manicoré (56); Careiro (76); Barcelos (51); Rio Preto da Eva (58); Borba (43); São Paulo de Olivença (54); Barreirinha (50); Urucará (46); Santo Antônio do Içá (35); Alvarães (32); Santa Isabel do Rio Negro (40); Manaquiri (40); Carauari (35); Fonte Boa (29); Tonantins (31); Anori (29); Novo Airão (27); Beruri (30); Nhamundá (30); Jutaí (30); Boca do Acre (20); Itapiranga (26); Novo Aripuanã (24); Guajará (20); Urucurituba (27); Tapauá (19); Uarini (22); Eirunepé (20); Ipixuna (16); Pauini (17); Caapiranga (19); Apuí (17); Codajás (18); Silves (21); Amaturá (15); Boa Vista do Ramos (11); Maraã (12); São Sebastião do Uatumã (17); Juruá (13); Canutama (8); Itamarati (8); Careiro da Várzea (12); Atalaia do Norte (7); Japurá (7); Anamã (4) e Envira (2).

Avaliação de Risco da Covid-19

Atualmente as fases da situação epidemiológica de Covid-19 no estado estão representadas nas cores do cabeçalho do Boletim Diário de Casos de Covid-19 no Amazonas.

Para cada nível de risco há uma fase de ativação do plano de contingência, a qual estabelece medidas restritivas de atividades comerciais e sociais, de acordo com o Plano de Contingência Estadual.

A capital, Manaus, alcançou a fase vermelha de classificação. Contudo, os 61 municípios do interior encontram-se na fase roxa. que corresponde à classificação máxima de risco para transmissão de Covid-19.

Referência

A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas e atua no monitoramento de doenças no estado. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus.

 

*Com informações de assessoria

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus