Conecte-se conosco

Destaque

‘Stranger Things’: Conheça a teoria da conspiração por trás da série

Avatar

Publicado

em

Estreou na última sexta-feira (27) a 2º temporada do fenômeno “Stranger Things”. Com a trama cada vez mais tensa e empolgante, a batalha contra o mundo investido e a agência secreta que comanda experimentos para desenvolver poderes psíquicos continua empolgando os milhares de fãs da série mundo a fora. Contudo,  ao que tudo indica, a trama ficcional de suspense pode ficar mais interessante: segundo o site Thrisllist, a série foi baseada em uma teoria da conspiração sobre um suposto projeto do governo americano durante os eventos da Segunda Grande Guerra.

O Projeto Montauk foi acusado de ser uma série de projetos secretos do governo dos Estados Unidos realizado em Camp Hero ou Air Force Station em Montauk, Long Island com a finalidade de desenvolver técnicas de guerras psicológicas e investigações exóticas, incluindo a viagem no tempo, viagem no hiperespaço, invisibilidade a luz visível, infravermelha e radar, algo semelhante ao que enfrenta Eleven na trama, uma das vítimas do experimento secreto. Devido à falta de evidências para apoiar grupo de hipóteses, os críticos argumentam que o Projeto Montauk não passa de uma teoria da conspiração ou apenas uma lenda urbana.

Foto: Reprodução

A teoria conta que os experimentos teriam sido realizados em Camp Hero, na Força Aérea de Montauk, em Long Island, e estariam ligados ao Experimento Filadélfia, que teria tornado invisível o destroyer de escolta USS Eldridge, em outubro de 1943. Nesse sentido, a causa da invisibilidade pode ser, na verdade, uma viagem no tempo.

Voltando à trama de Eleven e seus amigos, algumas características no roteiro dos irmãos Duffer reforçam essa relação: antes de se chamar “Stranger Things”, o título original anunciado em 2015 pela plataforma de streaming era Montauk. Além disso, a sinopse original também sinalizava uma inspiração nessa teoria, com “um mistério extraordinário envolvendo experimentos governamentais secretos, forças terroristas aterrorizantes e uma garota muito estranha”.

A história do Experimento Filadélfia chegou às telas Hollywood bem antes de ”Stranger Things” com o título “The Philadelphia Experiment, precisamente no ano de 1984, coincidentemente, ano de nascimento dos escritores da série. Teóricos dessa conspiração,  afirmam que o Projeto Filadélfia teve a participação direta de ninguém mais ninguém menos que Albert Einstein. A ideia era tornar o navio destróier USS Eldridg invisível tanto ao radar quanto aos olhos óticos, para isso seria utilizada a Teoria do Campo Unificado de Einstein. Usando a teoria, eles iriam tentar curvar a luz e esta daria a volta no navio, fazendo com que os torpedos passassem em volta e não o detectassem.

A história dos experimentos inspirou Preston Nichols a escrever “The Montauk Project: Experiment in Time” (O Projeto Motauk: experimentos no tempo), o primeiro livro de uma série de outros que tornaram popular a teoria da conspiração.

Caso você seja fã de ”Stranger Things” e não se importa com spolier, aí vai uma dica: a série é provavelmente baseada nas obras de Nichols e se quiser saber os rumos que a história tomará, os livros dão pistas instigantes acerca do futuro da trama.

 

*Com informações do Portal: Exame

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Vereador Capitão Carpê solicita Emenda Parlamentar para auxiliar famílias afetadas pela pandemia

Avatar

Publicado

em

Por

Na manhã desta terça-feira (20), o vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) protocolou um ofício ao presidente da Câmara Municipal, David Reis (Avante), solicitando ao Deputado Federal Capitão Alberto Neto (Republicanos) a destinação de recursos por meio de uma Emenda Parlamentar para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 em Manaus.

Carpê destacou sua preocupação com as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade devido ao desemprego e a fome gerados pela pandemia de Covid-19.

“Precisamos somar esforços e recursos, a verba será destinada para compras de cestas básicas e ações que visam amenizar as dificuldades que muitas pessoas estão enfrentando, principalmente, as crianças que estão passando fome na nossa cidade”, afirmou o vereador.

Desemprego

A taxa média de desemprego no Brasil foi de 14,2% no trimestre de novembro a janeiro, a mais alta para um trimestre encerrado janeiro desde 2012, quando começa a série histórica. Isso significa que 14,3 milhões de pessoas estão na fila por um trabalho no país.

A taxa de desemprego no Amazonas atingiu 15,8% e superou a média nacional de 13,5% no ano de 2020. O recorde foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apontou situação semelhante em outros 19 estados.

Informações assessoria de comunicação

Foto: Raquel Catão

Continue lendo

Amazonas

Omar propõe à Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal a realização de audiências públicas itinerantes

Avatar

Publicado

em

Por

A intenção do parlamentar é aproximar o novo colegiado das comunidades e debater as principais questões no âmbito da segurança pública

A implantação de audiências públicas itinerantes para ouvir as principais demandas da sociedade foi uma das sugestões feitas pelo senador Omar Aziz (PSD) aos membros da Comissão Técnica Permanente de Segurança Pública Municipal (COMSEGPM), da Câmara Municipal de Manaus (CMM), durante reunião, nesta quinta-feira, 15/04. Participaram do encontro, o presidente do colegiado, vereador Capitão Carpê (Republicanos), e os também membros, vereadores Dr. Eduardo Assis (Avante), Lissandro Breval (Avante) e William Alemão (Cidadania).

A comissão, que foi instalada no último dia 12 deste mês e que altera o Regimento Interno da CMM, tratará do combate à violência e à insegurança, em Manaus, bem como da reestruturação e a criação de um plano de carreiras para a Guarda Municipal. O novo colegiado possui 14 membros, dos quais sete são titulares e sete são suplentes.

De acordo com o Senador Omar, é importante que a comissão promova audiências públicas itinerantes com as comunidades e representantes locais nos bairros, para ouvir quais são as principais demandas, sugestões e insatisfações em cada zona da cidade. “A atividade fim de vocês (comissão) é nos bairros, é lá onde estão os problemas. Lá que vocês vão debater com a população e líderes locais o que é possível ser feito para tentar mitigar a sensação de insegurança que se espalhou pela cidade. Eu me coloco a disposição para ajudar no que for preciso”.

O parlamentar também destacou que poderá destinar emendas para compra de armamentos e viaturas. Omar também apoiou a intenção do colegiado de fortalecer e ampliar a Guarda Municipal.

O presidente da comissão, vereador Capitão Carpê, afirmou que o encontro com o senador Omar foi uma visita cordial com o intuito de estreitar as relações com o parlamentar, devido às articulações que o senador tem no âmbito federal, bem como por ser o presidente da Comissão de Segurança Pública (CSP) do Senado. “Viemos colocar a comissão à disposição (do senador), para que juntos possamos garantir mais recursos e trabalhar em prol de Manaus”.

O vereador ressaltou, ainda, que a comissão da CMM trabalhará para desenvolver políticas públicas voltadas para a prevenção e combate à violência dentro das comunidades. “Segurança pública vai muito além do que é repressão. Nós não vemos hoje, por exemplo, jovens e crianças com projetos sociais voltados para a comunidade. Enquanto o Estado se faz ausente, infelizmente, o crime impera e se faz presente”.

Informações assessoria de comunicação

Continue lendo

Amazonas

Após assalto, cinegrafista persegue ladrões em moto e é baleado em Manaus

Avatar

Publicado

em

Por

O cinegrafista Renê Silva, de 45 anos, foi baleado após perseguir ladrões que assaltaram a equipe de reportagem, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. Ele foi atingido por dois tiros e está internado.

Segundo a jornalista Natasha Pinto, que acompanhava o cinegrafista, a equipe foi fazer uma gravação em uma quadra do bairro Coroado sobre um caso de tentativa de homicídio que ocorreu na noite de quarta-feira (14). Após a gravação, ao tentarem retornar para o carro, os jornalistas foram abordados por dois assaltantes em uma motocicleta.

Os suspeitos fugiram e levaram dois celulares. Com um celular reserva, a repórter avisou a produção do jornal. A equipe de reportagem deixou o local, e o cinegrafista, que também dirige o carro, avistou a dupla de assaltantes próximo ao Clube do Trabalhador, o Sesi.

A repórter disse que tentou anotar a placa da motocicleta, mas percebeu que o cinegrafista acelerou e jogou o carro para cima dos assaltantes, que caíram em via pública.

Ela relatou que o cinegrafista saiu do carro para tentar pegar os assaltantes, entrou em luta corporal, mas um deles atirou. O cinegrafista foi então atingido por dois tiros. A repórter disse que, ao ouvir os disparos, se escondeu atrás do carro.

Os assaltantes fugiram com os celulares da equipe, que acionou a polícia e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, mas as equipes de socorro não compareceram ao local.

Um motorista que passava pela via ajudou a repórter a levar o cinegrafista até o Hospital João Lúcio.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus