Conecte-se conosco

Destaque

Campeonato Brasileiro: Corinthians conquista título e se torna hepta campeão

Avatar

Publicado

em

Quando o Corinthians já era líder e favorito ao título, Jô explicou o sucesso da equipe para a Folha: “As outras equipes [campeãs] do Corinthians sempre foram aguerridas. O torcedor gosta do jogador que corre, que se dedica, tem vontade, dá carrinho. O time deste ano está com a cara do Corinthians.”

Nesta quarta-feira (15), o time alvinegro conquistou — de forma antecipada e em casa — o título do Campeonato Brasileiro contra o Fluminense por um placar de 3 a 1.

A expressão “quarta força” virou piada. Caiu na mesma vala das previsões de que Fábio Carille não duraria três meses. Quando o Brasileiro começou, tudo isso já era passado. Afinal, o Corinthians era o campeão paulista.

Na liderança desde a quinta rodada, quando derrotou o Vasco por 5 a 2, em São Januário, o elenco passou as primeiras 19 rodadas acumulando bons resultados. Fez a melhor campanha de primeiro turno da história do
Brasileiro em pontos corridos: com aproveitamento de 83%.

Como ressaltou Jô, o futebol nunca foi espetacular, mas a eficiência derrubava todos os adversários. A defesa sofreu apenas nove gols e o Corinthians virou o turno sem perder. O que fez iniciar o debate se o time seria capaz de ser campeão invicto.

Equipe que mais tempo liderou um Brasileiro na história dos pontos corridos, o Corinthians venceu baseado em um jogo sólido e defensivo.

Com média de 0,69 gol sofrido por jogo, é a segunda melhor defesa de um time campeão, perdendo apenas para o São Paulo de 2008 (0,5). Com 1,37 gol marcado de média a cada 90 minutos, é o pior ataque de quem terminou com o troféu. Não que isso tenha feito qualquer diferença porque, quando foi preciso, o ataque funcionou.

A maior prova disso aconteceu nas partidas diante de Palmeiras e Atlético-PR, no segundo turno.

Com as costas contra a parede e vendo o Santos e o próprio Palmeiras se aproximarem da liderança, o Corinthians reencontrou a solidez do primeiro turno, venceu as duas partidas e ficou muito perto da conquista do título, garantido nesta quarta-feira (15), contra o Fluminense.

“As pessoas se assustaram com nosso desempenho e começaram a fazer projeções do título e foi muito cedo. É normal os jogadores e a comissão técnica fazerem contas. Eu já vi de tudo aqui. Foram oito anos como auxiliar. Estou preparado tanto para as coisas boas quanto para as coisas ruins”, disse Carille.

Em 2017, só houve coisas boas. Campeão paulista e Brasileiro, o Corinthians voltará à Libertadores em 2018 como um dos favoritos. “Todo mundo que está aqui tem vontade de continuar”, garante o atacante Jô.

Foto: Adriano Vizoni/Folhapress

Maior campeão

O título de 2017 coloca o Corinthians em um patamar diferente em relação aos seus adversários. Com sete troféus (1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015 e 2017), a equipe se tornou o maior vencedor do Brasileiro em sua era moderna, iniciada em 1971.

Se contados os títulos nacionais das décadas de 1950 e 1960 reconhecidos pela CBF, o Corinthians está atrás de Palmeiras (com nove troféus) e Santos (com oito).

O Corinthians passa a ser também o maior campeão do Brasileiro por pontos corridos, fórmula adotada a partir de 2003 e mantida desde então. São quatro vitórias, ultrapassando São Paulo e Cruzeiro (com três cada).

Os três troféus no período de sete anos representam a melhor fase do Corinthians na competição nacional. Na história, o Corinthians tem três vices do Brasileiro: 1976, 1994 e 2002.

*Texto retirado da fonte: Folhapress

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Vereador Capitão Carpê Andrade defende que forças de segurança sejam prioridades na vacinação

Avatar

Publicado

em

Por

O Parlamentar protocolou requerimento junto ao Governo do Estado e caso não seja atendido, irá ingressar com uma ação judicial

O vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) requereu a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS/AM) para incluir os Policiais Militares, Bombeiros Militares na 1º fase de grupos prioritários do plano estadual de vacinação contra a Covid-19. O requerimento foi protocolado, nesta segunda-feira(18), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

O Estado do Amazonas recebeu 256 mil doses de vacina contra a Covid-19 do Governo Federal, e mais 50 mil doses do Governo de São Paulo. Ao todo, serão 306 mil doses da Coronavac, que serão destinadas a grupos prioritários. No documento, o parlamentar ressaltou que não se trata de desconsiderar os grupos prioritários estabelecidos no plano de imunização nacional, mas adequar o plano de vacinação à realidade local do estado e do município.

“Considero essencial à inclusão da categoria na primeira fase de imunização. O serviço de segurança não para. É um descaso sofrido pelos militares que estão na linha de frente expostos ao risco de contágio. Não há motivo para não serem priorizados”, destacou.

O vereador ressaltou que tanto a PM quanto os Bombeiros Militares estiveram e continuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus. O efetivo da Polícia Militar tem atuado nas ruas diuturnamente e estão trabalhando em regime de prontidão desde o início da segunda onda da Covid-19.

“Caso não seja atendido o pedido, irei ingressar com uma ação judicial”, disse o vereador.

De acordo com as Associações dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar do Amazonas são 22 óbitos confirmados por Covid-19 na Polícia Militar do Amazonas, desde o início deste ano.

Informações Assessoria

Continue lendo

Amazonas

Pazuello diz que vacinação contra a Covid-19 no país começa nesta segunda

Avatar

Publicado

em

Por

O Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta segunda-feira (18) que a vacinação contra a Covid-19 será iniciada a partir das 17h em todo o país. O anúncio foi feito após ele sofrer pressão dos governadores, que pediram para antecipar o início da aplicação das doses, inicialmente previsto para esta quarta-feira (20), conforme informou a colunista Andréia Sadi.

Neste domingo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso emergencial das vacinas CoronaVac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19. Momentos depois, o governo de São Paulo aplicou a primeira vacina da CoronaVac. O governo federal, no entanto, ainda não havia iniciado a distribuição do imunizante pelo país, o que foi programado para esta segunda.

O horário de 17h para o início da vacinação nacional foi proposto, segundo Pazuello, para dar tempo de todos os estados receberem as doses da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Veja divisão das doses da CoronaVac para cada estado:

Região Sul

  • Paraná – 242.880
  • Santa Catarina – 126.560
  • Rio Grande do Sul – 311.680

Total de doses – 681.120

Região Centro-Oeste

  • Mato Grosso do Sul – 61.760
  • Mato Grosso – 65.760
  • Goiás – 182.400
  • Distrito Federal – 105.960

Total de doses – 415.880

Região Norte

  • Rondônia – 33.040
  • Acre – 13.840
  • Amazonas – 69.880
  • Roraima – 10.360
  • Pará – 124.560
  • Amapá – 15.000
  • Tocantins – 29.840

Total de doses – 296.520

Região Nordeste

  • Maranhão – 123.040
  • Piauí – 61.160
  • Ceará – 186.720
  • Rio Grande do Norte – 82.440
  • Paraíba – 92.960
  • Pernambuco – 215.280
  • Alagoas – 71.080
  • Sergipe – 48.360
  • Bahia – 319.520

Total de doses – 1.200.560

Região Sudeste

  • Minas Gerais – 561.120
  • Espírito Santo – 95.440
  • Rio de Janeiro – 487.520
  • São Paulo – 1.349.200

Total de doses – 2.493.280

Fonte: G1

Continue lendo

Destaque

Vereador Capitão Carpê doa 40% do salário para compra de cestas básicas e destina à famílias prejudicadas pela Covid-19 

Avatar

Publicado

em

Por

O vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) vai doar 40% do salário para comprar cestas básicas que serão doadas as famílias e profissionais da saúde, que estão em risco constante por conta do novo coronavírus. Nesse primeiro momento, cerca de 150 cestas serão distribuídas.

A decisão de doar os mantimentos foi motivada pelo alto índice de desemprego no estado. O Amazonas tem o terceiro maior índice de desemprego do País, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “As necessidades das famílias aumentou diante desta pandemia, que trouxe impacto econômico mundial”, ressaltou Capitão Carpê.

Pelas rede sociais, o parlamentar também iniciou uma campanha para incentivar doações de seus seguidores. “Precisamos nos unir para ajudar pessoas que perderam seus empregos, que sofrem com a dor da despedida. Famílias que estão passando por necessidades básicas, estão sem renda nesse momento de guerra contra o vírus”, disse.

Informações assessoria

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus