Conecte-se conosco

Amazonas

Corpo de homem que pulou de flutuante é localizado em Coari, no AM

Avatar

Publicado

em

Foto: Divulgação

O corpo de um homem foi localizado, na tarde deste sábado (15/08), pela equipe da Base Arpão em Coari (a 363 quilômetros de Manaus). O acionamento foi feito pela Defesa Civil do município. O órgão pediu apoio para efetuar a busca de um homem que pulou de um flutuante para tomar banho no rio e não retornou.

De acordo com informações da equipe no local, membros do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), juntamente com a equipe de serviço, foram deslocados para o lugar do acidente a fim de realizarem as buscas na área apontada pela população.

Após 50 minutos de buscas, a equipe de mergulho conseguiu encontrar o corpo a aproximadamente cinco metros de profundidade. O corpo foi encaminhado ao hospital regional de Coari para os procedimentos cabíveis.

 

*Com informações assessoria de imprensa

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Batalhão Ambiental bate recorde de apreensão de madeira ilegal no AM

Avatar

Publicado

em

Por

De janeiro até setembro deste ano, as operações realizadas pelos policiais resultaram em uma apreensão de 12 vezes mais metros cúbicos de madeira oriunda de área de desmatamento ilegal. FOTO: Divulgação/PM

O Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), da Polícia Militar do Amazonas, alcançou apreensão recorde de madeira ilegal no estado. De janeiro até setembro deste ano, as operações realizadas pelos policiais que trabalham na proteção ao meio ambiente resultaram em uma apreensão de 12 vezes mais metros cúbicos de madeira oriunda de área de desmatamento ilegal, em comparação com o ano passado.

Subordinado ao Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb), o Batalhão reforçou as operações de fiscalização em 2020, o que gerou aumento expressivo nos dados de produtividade. Até setembro, foram apreendidos 8,3 mil metros cúbicos de madeira irregular, entre madeiras serradas e toras de árvores. No mesmo período do ano passado, as ações policiais localizaram 678,9 metros cúbicos.

As apreensões estão embasadas na Lei Federal nº 9.605/1998, que prevê sanções penais e administrativas para quem cometer crimes ambientais. De acordo com o comandante do Batalhão, major Wallasson Lira, a ordem é intensificar as fiscalizações no estado.

“O principal motivo dessa apreensão é o aumento da fiscalização e a participação do batalhão em operações no sul do estado, e no programa Vigia. Nos últimos meses tivemos uma produtividade muito acentuada em relação a madeiras ilegais. Quem comete esse crime ambiental pode pegar detenção de seis meses a um ano, e multa”, disse o major.

O transporte da madeira sem a comprovação do Documento de Origem Florestal (DOF) é considerado crime ambiental. Se o condutor do veículo for flagrado com documentos adulterados pode ser preso em flagrante.

Entre as madeiras apreendidas estão espécies do tipo louro, angelim, ipê, tauari, assacu, muiracatiara e cedrinho.

Maior apreensão

Em uma das ações policiais realizadas este ano, as equipes do Batalhão Ambiental da PMAM apreenderam 900 toras de madeira, uma embarcação de grande porte e uma pá carregadeira, em Manacapuru, próximo à Comunidade Santo Antônio. A apreensão é a maior dos últimos quatro anos em ações contra crimes ambientais. Três suspeitos foram detidos e uma serraria que atuava em situação irregular foi interditada.

Denúncias

Para relatar crimes contra o meio ambiente, a população pode entrar em contato com a linha direta do Batalhão Ambiental, por meio do telefone (92) 98842-1553, que também recebe mensagens no aplicativo Whatsapp. É possível, ainda, fazer denúncias ao 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

 

*Com informações de assessoria de imprensa

Continue lendo

Amazonas

Aldeias do Vale do Javari, no Amazonas, não terão campanha presencial

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Divulgação

A Terra Indígena do Vale do Javari fica localizada no extremo oeste do Estado do Amazonas, na fronteira com o Peru. Ali vivem aproximadamente 5.500 indígenas das etnias Marubo, Matís, Mayuruna, Kanamari e Kulina.

Seis aldeias desta região possuem locais de votação, instaladas pelo TRE-AM, através do Cartório Eleitoral de Atalaia do Norte, nos pleitos, sempre em conjunto com a FUNAI, os Servidores dos DSEI, além dos próprios indígenas, que atuam como mesários nas eleições, além do apoio das Forças Armadas na logística de pessoas e equipamentos.

Tal esforço tem feito com que a câmara municipal do município hoje conte com um bom número de parlamentares indígenas, fruto do desejo dessas comunidades de se tornarem não meros partícipes, mas protagonistas da vida política do município.

Com a pandemia, as comunidades estão em isolamento, o que, em conjunto com o trabalho abnegado dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas, em conjunto com as lideranças indígenas, fez com que, nessas aldeias, a COVID-19 não chegasse.

Com a finalidade de manter essa situação de segurança sanitária, a Juíza Eleitoral de Atalaia do Norte definiu que as campanhas eleitorais não poderão ser feitas de forma presencial nessas aldeias com seções instaladas, mas via rádio.

Contudo, o município de Atalaia do Norte, a 1.136 Km da capital, não tem rádio. Para resolver esse impasse, a Juíza Eleitoral, Andrea Jane Silva de Medeiros, manteve contato com os Distritos Sanitários Especiais Indígenas, que possuem rádios que usualmente levam entretenimento e educação em saúde para as aldeias, e com os três candidatos a prefeito do município, que terão suas propostas transmitidas por essas rádios comunitárias. As apresentações dos candidatos terão, durante o período de propaganda, duas apresentações de no máximo 5 minutos via rádio do DSEI para as aldeias com direito a tradutor para língua nativa dos índios.

Com esta inovação, o Juízo Eleitoral de Atalaia do Norte-AM garantiu que, mesmo em tempos de pandemia, a prática da democracia pudesse chegar a esses cidadãos.

 

*Com informações de assessoria

Continue lendo

Amazonas

Capitão Carpê lança sua candidatura à Câmara Municipal de Manaus nesta sexta-feira

Avatar

Publicado

em

Por

Candidato a vereador de Manaus pelo partido Republicanos, Capitão Carpê lançará oficialmente sua candidatura nesta sexta-feira (02/10) às 19h, na Compensa, zona Oeste.

“Acredito que este é um grande momento para Manaus, um momento de ter consciência e votar em pessoas que farão a diferença pela nossa cidade”, explica Carpê.

Apontado como um dos favoritos a corrida das 41 vagas à Câmara Municipal de Manaus, oficializou sua participação nas eleições municipais no dia 15 de novembro, na convenção do Partido Republicanos.

O lançamento oficial de sua candidatura se dará no seu comitê, localizado na Rua T6, em Frente à escola Estadual Waldemiro Peres Lustosa, Compensa III.

Todos os cuidados de prevenção ao coronavírus serão tomados no local, como o uso obrigatório de máscaras, aferição de temperatura corpórea e higienização das mãos com o uso de álcool em gel.

Sobre o candidato

Bacharel em Direito, Ciências Militares e Segurança Público e Pós-graduado em Psicologia Jurídica e Inteligência Forense, Carpegiane Andrade nasceu no dia 15 de outubro de 1983, no município de Eirunepé, interior do Amazonas e aos 13 anos de idade mudou-se com sua família para Manaus.

Em 2009 ingressou na Polícia Militar do Amazonas como soldado e no ano de 2011 passou no concurso para oficial da PM, sendo declarado aspirante dois anos depois.

Foi promovido com honrarias, em 2018, ao posto de Capitão da Polícia Militar.

Idealizador da ação social “Ainda Não é a sua última viagem”, o qual chama atenção da sociedade para os perigos da depressão, sempre participou se ações comunitárias em várias zonas da cidade, sobre Segurança Pública, Depressão e Prevenção ao Suicídio.

(Com informações: Assessoria)

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus