Conecte-se conosco

Brasil

Corpos amarrados de cinco pessoas são encontrados em hotel de Florianópolis

Avatar

Publicado

em

quatro pessoas da mesma família são mortas

Cinco pessoas, sendo quatro da mesma família, foram encontradas nesta sexta-feira (6) mortas e amarradas em um apart-hotel no bairro Canasvieiras, um dos principais destinos turísticos de Florianópolis. De acordo com as primeiras informações, as vítimas, com idades entre 39 e 78 anos, teriam sido mortas por asfixia.

Segundo a Polícia Militar, seis pessoas foram feitas reféns por três homens armados na tarde de quinta-feira (5). Uma funcionária conseguiu fugir e acionar a polícia, que chegou no local por volta das 0h30. Escritas e uma sigla da facção criminosa foram deixadas na parede, segundo a polícia.

De acordo com o Instituto Geral de Pericias (IGP), as vítimas da chacina estavam em cômodos separados e com cordas amarradas nas mãos, pés e pescoço. Um corpo foi localizado pelos policiais na lavanderia do subsolo, dois no segundo andar e os outros no terceiro andar. Havia gasolina espalhada pelos locais. Não houve registro de disparo de arma de fogo.

Ainda de acordo com a polícia, o pai e os três filhos eram de São Paulo, com residência há pelo menos 10 anos na capital catarinense. O outro era funcionário do apart-hotel. As vítimas são: Paulo Gaspar Lemos, 78 anos, Leandro Gaspar Lemos, 44 anos, Paulo Gaspar Lemos Junior, 51 anos, Katya Gaspar Lemos, 50 anos, e Ricardo Lora, 39 anos.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros havia informado que eram seis corpos. No entanto, a polícia afirmou às 6h40 que se tratava de cinco vítimas. De acordo com os bombeiros, o equívoco ocorreu porque no momento do registro da ocorrência havia seis pessoas no apart-hotel. Uma funcionária conseguiu fugir.

Chacina

Três homens armados teriam invadido o hotel e rendido seis pessoas no estabelecimento, que fica na Rua Doutor José Bahia Bitencourt.

A invasão ocorreu por volta das 16h da quinta-feira (5) e os criminosos teriam permanecido no local até a madrugada. Na chacina, cinco pessoas foram mortas e uma funcionária conseguiu fugir.

“Apesar de eles renderem as pessoas com arma de fogo, arma curta, não teve nenhum indicativo de (uso de) arma de fogo, não foi encontrado sangue, a princípio a causa morte foi asfixia”, explica o tenente-coronel Marcelo Pontes. Eles foram colocados de barriga para baixo, amarrados.

Até esta publicação, os criminosos ainda não haviam sido identificados e ninguém foi preso. O delegado Ênio Matos, da Delegacia de Homicídios de Florianópolis, havia sido acionado para o caso, e apurava as primeiras informações.

“Tudo indica que foi um acerto de contas. Porque essa família era de São Paulo, estavam aqui em Florianópolis, e os autores do homicídio deixaram algumas inscrições nas paredes como se tivesse cobrando alguma dívida, uma vingança oriunda de São Paulo”, disse o tenente-coronel Marcelo Pontes.

A área do hotel foi isolada e trabalham no local equipes da Polícia Civil, do IGP e da Delegacia de Homicídios.

Conforme a Polícia Militar, desde as 22h de quinta-feira são feitas intensas rondas em todo a cidade, com operação no Norte da Ilha.

Família

Segundo a Polícia Militar, a família e o funcionário do hotel não tinham passagens criminais ligadas ao tráfico de drogas em Santa Catarina. Paulo Gaspar Lemos chegou a responder por calúnia e difamação e Leandro Gaspart Lemos por apropriação indébita.

Paulo Gaspar Lemos Junior, Katya Gaspar Lemos e Ricardo Lora não tinham passagens policiais no estado.

*Fonte: Portal G1

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Ministro Pazuello informou que até 1,5 mil pacientes devem ser transferidos do Amazonas

Avatar

Publicado

em

Por

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta terça-feira, em Manaus, que o governo deve remover 1,5 mil pacientes com Covid-19 do Amazonas para outros estados para receber tratamento médico. O número é seis vezes maior do que o objetivo inicial, que era transferir 235 pessoas.

Ao lado do governador do Amazonas Wilson Lima, ele fez um pronunciamento durante a inauguração do hospital de campanha, que vai funcionar no complexo Nilton Lins. Desde que chegou a Manaus, na noite de sábado (23), o ministro não tinha cumprido nenhuma agenda pública e, após o evento desta terça, foi embora sem responder perguntas dos jornalistas. De acordo com o Ministério da Saúde, ele ficará no estado do Amazonas pelo “tempo que for necessário”.

Continue lendo

Amazonas

Determinado restrição de veículos pesados na Br-319

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Uma portaria Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), publicada no Diário Oficial, nesta terça-feira (26), determina uma série de restrições na circulação de veículos de cargas e de passageiros na BR-319, rodovia que liga Manaus a Porto Velho. A estrada é conhecida pelas péssimas condições (leia mais abaixo).

Entre os meses de junho e novembro, a circulação de veículos de carga e de passageiros com peso acima de 23 toneladas fica proibida. Já entre os meses de dezembro e maio, a restrição é para veículos com capacidade de peso acima de 17 toneladas.

O objetivo é manter a circulação segura entre os municípios situados à margem da rodovia, especialmente no trecho entre Careiro da Várzea (AM) (altura do km 13) e o entroncamento com a BR-230, no sentido Humaitá (AM) (altura do km 679).

Fonte: G1

Continue lendo

Brasil

Acidente com ônibus na BR-376 em Guaratuba deixa 21 mortos e 33 feridos

Avatar

Publicado

em

Por

Um acidente com um ônibus na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, deixou 21 mortos na manhã desta segunda-feira (25), de acordo com o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

Segundo a polícia, 33 pessoas foram socorridas feridas, sendo sete delas em estado grave e seis com ferimentos moderados.

O acidente aconteceu na altura do km 668, no trecho conhecido como Curva da Santa, por volta das 8h30, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com o capitão do Corpo de Bombeiros Ícaro Grenert, que participou dos resgates, as informações preliminares dão conta que o ônibus saiu sozinho da pista, sem se chocar em outro veículo.

“A gente não tem como falar se foi uma falha mecânica ou o que aconteceu. Ele caiu na ribanceira. Felizmente ele não caiu rio abaixo, que dá pelo menos 50 metros, então esse número de óbitos seria bem mais significativos”, disse o socorrista.

Fonte: G1

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus