Conecte-se conosco

Mundo

Covid-19: países europeus agora recomendam máscaras profissionais, entenda

Avatar

Publicado

em

Uma máscara N95. O equivalente no Brasil são os modelos com classificação PFF2. Memory Stockphoto/Shutterstock

Máscaras, higiene e distanciamento social são nossas principais armas no combate à pandemia de Covid-19 que atinge o planeta. Mas conforme nosso conhecimento sobre o vírus e seu modo de transmissão muda, é necessário mudar também as estratégias de proteção. A França agora exige que a população use máscaras cirúrgicas descartáveis de categoria PFF1 ou respiradores PFF2 (popularmente conhecidos pela classificação N95 usada nos EUA), que são mais eficazes na filtragem do ar. Já a Áustria e Alemanha exigem o uso de máscaras PFF2 no transporte público e estabelecimentos comerciais.

A chanceler alemã, Angela Merkel, citou novas variantes mais transmissíveis do vírus, como as descobertas no Brasil e África do Sul, como motivo. “Imploro que as pessoas levem isso a sério. Senão será difícil impedir uma terceira onda”, disse ela.

Aqui no Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda recomenda o uso de máscaras de pano, limpas e secas, para proteção da população em geral. As PFFS devem ser usadas “pelos profissionais que prestam assistência a pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 nos serviços de saúde”.

Em declaração ao UOL, a agência informa que “ainda não há recomendação” da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que haja um aumento no nível de proteção das máscaras, “principalmente devido à falta de evidências que sustentem essa indicação e para evitar o desabastecimento dos serviços de saúde com este insumo tão importante para a prestação de assistência aos pacientes com Covid-19 durante a realização de procedimentos que possam gerar aerossóis”.

Barrando o vírus

A recomendação para o uso de máscaras de pano veio de uma estratégia que visa bloquear fisicamente as gotículas que emitimos ao tossir, falar ou espirrar, que carregam consigo o vírus. Elas impedem que uma pessoa doente (não importa se com ou sem sintomas) espalhe o vírus no ambiente.

Mas em outubro de 2020 o Center for Disease Control (CDC, órgão dos EUA que coordena a resposta a epidemias) passou a incluir entre os vetores de transmissão os chamados aerossóis, partículas muito menores (com menos de 5 micrômetros de diâmetro) que ficam flutuando no ar por muito mais tempo do que as gotículas.

Contra estas partículas, as máscaras de pano são ineficazes. Ou seja, elas protegem os outros de você, mas, no caso dos aerossóis, não conseguem proteger você dos outros. São como uma via de mão única, a proteção é só na “saída”.

Máscaras PFF2 funcionam melhor por dois motivos. O primeiro é a modelagem semi-rígida, que se adapta melhor ao rosto e impede o escape de ar (e de partículas) não filtrado pelas laterais.

Além disso, o material de que são feitas é padronizado para garantir a filtragem de um percentual mínimo de partículas. As PFF1 filtram 80% das partículas no ar, e as PFF2 chegam a 94%.

Estas máscaras são mais caras, mas podem ser reutilizadas desde que higienizadas adequadamente. Segundo o engenheiro biomédico Vitor Mori, membro do grupo Observatório Covid-19 BR, a recomendação é que após o uso as máscaras sejam deixadas em um local ventilado, longe da luz direta do sol, por três dias.

Após este período, elas podem ser reutilizadas até 10 vezes, sempre considerando a integridade do material (veja se não há furos ou rasgos). Álcool, sabão ou desinfetantes não devem ser aplicados.

Quem optar por máscaras PFF2 deve verificar no momento da compra se elas tem o selo de inspeção do Inmetro. E se você não puder, ou não conseguir, comprar estas máscaras, deve continuar usando as máscaras de pano, de preferência aquelas feitas com três camadas, seguindo as orientações da Anvisa.

De qualquer forma, use máscaras. Por você, por seus entes queridos e pelos outros.

 

*Fonte: UOL

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Cristãos no Iraque preparam-se para receber o papa Francisco

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: ONU

Em Mossul mora Thanoun Yahya, resistente cristão iraquiano. Os militares do autoproclamado Estado Islâmico ocuparam sua casa durante três anos. É um dos muitos testemunhos de quem sofreu na pele a violência da guerra. Na visita de três dias ao Iraque, com início marcado para a próxima sexta-feira (5), o papa Francisco fará uma parada em Mossul. Pretende aproximar-se das comunidades vítimas do conflito, onde igrejas foram usadas como tribunais religiosos pelos islamitas.

Thanoun Yahya, de 59 anos, não apagou a mensagem no portão deixada pelos ocupantes. “O Estado Islâmico perdura”, escreveram.

Essa memória assinala a resistência da minoria cristã que ainda vive em território iraquiano. “Mas não restam muitos de nós. A geração mais jovem quer partir”, disse Yahya à Reuters.

No bairro onde mora, só resta a família de Thanoun. Antes, viveram ali mais de 20 pessoas.

“O papa não nos pode ajudar, apenas Deus pode”, disse Yahya, sem deixar de sublinhar que aprecia a visita do Sumo Pontífice da Igreja Católica.

Os cristãos no Iraque chegaram a ser 1,5 milhão e eram tolerados durante o governo de Saddam Hussein.  Após a invasão liderada pelos Estados Unidos em 2003, começou a partida em massa de crentes cristãos.

Em 2004, as minorias religiosas eram sequestradas e executadas pela Al Qaeda. Yahya recorda que teve de vender a serralharia da família para pagar o resgate do irmão.

Mossul foi convertida em cidade-sede do governo islâmico quando, em 2014, um terço do território iraquiano estava sob domínio do Estado Islâmico.

A família de Yahya fugiu para o território curdo ao norte do Iraque e foi das poucas que regressou a Mossul, depois de o Estado Islâmico ceder às mãos dos militares iraquianos, em 2017. Temem que a história se repita.

Atualmente há cerca de 400 mil cristãos no Iraque.

O cardeal Sandri, citado no Vatican News, explica que a viagem do Papa Francisco pretende transmitir uma “mensagem de consolo, de paz, de admiração por tudo o que sofreram”. A mensagem solidária não se dirige apenas a cristãos.

“Ele terá palavras poderosas para o Iraque, onde foram cometidos crimes contra a humanidade”, diz Najeeb Michaeel, arcebispo católico caldeu da cidade de Mossul, citado na France 24.

Francisco pretende que, desse contacto com as diferentes comunidades religiosas, resulte um melhor diálogo cristão-muçulmano. Nests contexto, a agenda do Sumo Pontífice integra um encontro com o principal clérigo xiita, o grande ayatollah Ali Sistani, em Najaf, ao sul de Bagdá.

“É uma visita histórica, o encontro terá grande impacto, estamos falando do chefe de uma comunidade religiosa que representa 20% da população mundial”, destacou o governador de Najaf, Luay al-Yasserit, citado pela France 24.

Francisco foi convidado pelo presidente Barham Saleh em 2019, e a visita ao Iraque irá até 8 de março.

 

*Por Carla Quirino / RTP

Continue lendo

Curiosidades

Galo de rinha mata o próprio dono com facada na virilha

Avatar

Publicado

em

Por

Um galo que tinha uma faca presa ao corpo para participar de uma rinha ilegal acabou matando seu próprio dono no sul da Índia . As informações do caso foram divulgadas pela BBC neste sábado (27).

De acordo com as autoridades, o galo estava pronto para entrar na briga quando tentou escapar. Seu dono tentou agarrá-lo e acabou atingido pela faca de cerca de sete centímetros. O objeto estava preso à perna do galo e atingiu a virilha do homem.

O dono do galo foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital, após perder muito sangue. Agora, a polícia busca pelo menos outras 15 pessoas que estariam envolvidas na rinha , que aconteceu nesta semana no vilarejo de Lothunur, no Estado de Telangana. Apesar de serem ilegais na Índia desde 1960, as brigas de galo ainda são comuns, sobretudo nas zonas rurais.

O galo foi mantida na delegacia e, depois, foi transferido para uma fazenda. Ele ainda será levado ao tribunal como evidência quando o caso prosseguir na Justiça. De acordo com a agência de notícias AFP, os envolvidos no evento serão acusados de homicídio culposo , bem como de organizar rinhas ilegais e apostas irregulares.

Continue lendo

Mundo

Influencer do TikTok é encontrada morta aos 18 anos, nos EUA

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução

Dazharia Shaffer, conhecida como “Dee” no TikTok, morreu aos 18 anos, nesta segunda-feira (8), em Luisiana, nos EUA. De acordo com a revista People, a polícia trata o caso como suicídio.

Raheem Alla, pai da jovem, confirmou a morte da filha através de um vídeo publicado na plataforma.

“Só quero agradecer a todos por seu amor e apoio à minha filha. Infelizmente ela não está mais conosco e foi para um lugar melhor”, afirmou Alla.

“Nossa filha nos deixou cedo e foi chamada para voar com os anjos. Ela era minha pequena melhor amiga e eu não estava preparado, de forma alguma, para enterrar minha filha.”

Jennifer Shaffer, mãe de Dazharia, também lamentou a morte da filha nas redes sociais.

“Estou com o coração partido. Eu realmente não posso acreditar que você se foi.”

Dazharia somava mais de 1,4 milhão de seguidores no TikTok. Ela também tinha um canal no YouTube. Um dia antes de ser encontrada morta, a influenciadora publicou uma série de vídeos na plataforma nos quais escreveu: “Último post”.

*Fonte G1

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus