Conecte-se conosco

Destaque

David Almeida alerta para paralisação de serviços no hospital Delphina Aziz

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado David Almeida (PSB) disse, nesta quinta-feira (26), que a nova empresa que vai assumir a ala cirúrgica no Hospital Delphina Aziz, tem histórico de atraso no pagamento de salários, diferente do atual instituto, o Imed, que está há cinco meses sem receber os repasses do governo, mas não deixou de honrar pagamentos da folha de funcionários.

“A empresa que atua no Delphina Aziz, a Imed, e que já vai sair, está há cinco meses sem receber do governo e nem por isso, atrasou salários. Agora a empresa que vai entrar, lá de Goiás, tem histórico recorrente de pagar salários dos seus funcionários com atraso naquele estado. Se não receber do governo em dia, não paga porque não tem a margem necessária que a Imed para segurar de cinco a seis meses sem receber”, explicou David.

O parlamentar denunciou que atualmente, as cirurgias estão paralisadas e o centro cirúrgico fechado. Ele lembrou, que quando esteve governador interino do Amazonas, das cirurgias contratadas, foram pagas, aproximadamente, 300 cirurgias. “Só que agora pararam e isso é ruim para a saúde pública do Amazonas. Eu quero aqui, pedir ao secretário de saúde e ao líder do governo, para que possam intervir junto ao governador para que tudo possa voltar a funcionar”, ponderou o presidente.

David lembrou que no começo do seu governo, o hospital funcionava apenas o térreo com urgência e emergência, 10% de toda a estrutura. Em seguida, ao saber que quase 8 mil amazonenses estavam na fila de espera para fazer cirurgias, exames e consultas, de acordo com dados do Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), autorizou choque de gestão na Saúde.

“Naquela época, fizemos plano para ampliar a oferta de cirurgias, exames e consultas. E tinha muitos amazonenses nessa fila. A partir do plano, muitas filas foram zeradas e outras reduzidas em até 50% em menos de trinta dias. Nós conversamos com a direção da Parceria Público Privada (PPP) e do instituto que cuidava, o Imed”, disse.

Para David, o modelo de gestão aplicado no Delphina, com a empresa Imed, é a solução para os problemas da saúde do Estado. Uma iniciativa de excelência que, segundo ele obteve um índice de aprovação de 96% pela população que procurou atendimento no hospital.

“Estive governador interino por quase cinco meses, e fui visitar o hospital. As camas disponibilizadas para os pacientes são as mesmas utilizadas no Hospital Adventista. Na minha gestão foram entregues 10 leitos de UTI, 11 salas cirúrgicas, além de 16 leitos de recuperação e 112 leitos de internação”, lembrou David.

Cirurgias

David lembrou ainda que, inaugurou o segundo andar do hospital e credenciou o serviço cirúrgico do Delphina. Por meio de licitação, o Estado contratou o instituto Imed para a realização de 2.340 cirurgias e até o final da sua gestão interina foram efetuadas 1.641 procedimentos.

Ele explicou que o contrato para atender essa demanda, no valor de R$ 8 milhões, estava incluso o custo dos 140 leitos, 11 centros cirúrgicos, 10 UTIs, maqueiro, entre outros, além da disponibilização dos exames de todos aqueles que iam fazer a cirurgia. “Todo esse custo estava naquele valor contratado para as 2.340 cirurgias, para um prazo de três meses, prorrogáveis por mais três meses. Com todos os custos operacionais, uma cirurgia saiu por uma média de R$ 3,2 mil.”

*Com informações: Assessoria

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Vereador Capitão Carpê acompanha o Prefeito de Manaus em visita na Assembleia Legislativa para tratar sobre armamento da Guarda-Municipal

Publicado

em

Por

O vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida, em uma conversa nesta quarta-feira (9), com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade, para tratar sobre a PEC que viabilizará o armamento da Guarda-Municipal a fim de permitir que os municípios possam armar suas guardas.

“Vamos buscar de forma emergencial preparar, armar e equipar nossa guarda. Essa decisão é proveniente da série de ataques a patrimônios públicos ocorridos neste fim de semana. Iremos até o fim dessa luta, e vamos conseguir!” Afirmou o vereador.

O parlamentar que preside a primeira Comissão Técnica de Segurança Pública Municipal solicitou logo nos primeiros dias de mandato concurso público para a guarda que dispõe de um efetivo de 434 servidores para fazer a segurança patrimonial da cidade de Manaus. O número além de insuficiente, expõe ainda mais os guardas que carecem de melhor renumeração, condições de trabalho e outras necessidades.

“Nossa guarda está sucateada, é necessário reorganizar com urgência. Precisamos de uma guarda mais forte, armada, preparada e treinada não apenas para proteger o patrimônio, os guardas municipais exercem uma missão nos serviços de segurança pública para combater a violência e resguardar a vida do cidadão”, finalizou o Capitão.

Informações Assessoria

Continue lendo

Destaque

Imprensa mundial chama presidente argentino de “racista” e “vergonha”

Publicado

em

Por

Os periódicos da Argentina e do mundo não pouparam críticas ao presidente Alberto Fernández após o mandatário afirmar, na quarta-feira (9/6), que os “mexicanos saíram dos índios, brasileiros saíram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos de barcos que vinham da Europa. E assim construímos nossa sociedade”.

O comentário foi considerado “infeliz” e “desastroso”; e Fernández, uma “vergonha” e “racista”.

O jornalista Eduardo Feinmann, do La Nación, destacou que as declarações de Alberto Fernández foram uma “vergonha nacional”. Para o apresentador, o presidente argentino é o “filósofo racista do século 21″. “É extremamente racista com os brasileiros e com os mexicanos”, assinalou ele.

Com informações: Metrópoles

 

Continue lendo

Destaque

Vereador Capitão Carpê denuncia vandalismo em quadra de esporte na Compensa 

Publicado

em

Por

Na noite desta quinta-feira (03), o vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) usou suas redes sociais para denunciar atos de vandalismo contra o patrimônio público praticado em uma quadra de esportes localizada no conjunto Aruanã, Bairro Compensa 2.

“Estive no local para verificar a situação, infelizmente se encontra sem iluminação, levaram toda a fiação, sem portões, depredada. Uma obra que foi entregue recentemente isso é inaceitável”, disse o vereador.

O parlamentar que também é Presidente da Comissão de Segurança Pública Municipal solicitou que providências enérgicas preventivas e repressivas sejam tomadas com urgências nesses locais como Guarda-Municipal armada e preparada.

 

“Muitas vezes a administração pública constrói e investe em bens público em prol da sociedade e esses vândalos destroem. A Comissão de Segurança Pública Municipal deve e irá agir, não vou me calar, jamais permitirei que esses desocupados cometam atos de vandalismo na nossa cidade”, finalizou o Capitão.

 

O parlamentar ressaltou que quem comete esse ato de destruição do patrimônio deve ser punido e responsabilizado pelo dano causado.

Informações Assessoria

Foto: Ítalo Sena

 

 

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus