Conecte-se conosco

Cidades

De 35% de reajuste dos professores, Amazonino oferece apenas 4,57%

Publicado

em

Alegando que os cofres do Estado estão escassos, o atual governador Amazonino Mendes, numa tentativa de negociar com os professores, propôs um reajuste de 4,57% à data base de 2017 da categoria. Sem correção na folha, há quatro anos, os docentes pedem 35% de recomposição e afirmam que a proposta do governo não chega nem de perto a metade dos 50% do requerido.

Com base nos cálculos de um salário de um professor de 40 horas aulas semanais, que hoje é R$ 3.269,49 – um secretário de Estado ganha hoje R$ 15 mil -, o reajuste proposto por Amazonino seria de R$ 149,41 por mês. Nessa medida, um professor com apenas uma cadeira de 20 horas semanais, a reposição proposta equivale somente a R$ 74,70. Já para um docente com cadeira de 60 horas por aula, o reajuste seria de R$ 224,11 – um valor quase R$ 100 a menos que a média mensal de uma cesta básica, em Manaus.

Para os policiais militares, o governador concedeu 8% e ainda vai parcelar outros 22%. Na tentativa de ludibriar os professores, segundo os docentes, ele ofereceu ainda como ganho uma taxa de 10% do abono mensal do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), além de um repasse excedente de receita no contracheque, de 11,5% ao ano – o que, em ganhos percentuais somados, daria 26%.

No entanto, os professores classificam esse total percentual como enganoso, uma vez que o abono mensal do Fundeb – que para um professor de 40 horas por aula, daria R$ 326,94 – tem um prazo para cessar e, por outro lado, ele não entra na conta da aposentadoria.

Outro questionamento da categoria é em relação ao tal excedente de receita no contracheque. O tal benefício agregado é classificado como um “gatilho” para corrigir perdas salariais. Isso se explica pelo fato de os 11,5% ao ano corresponder a apenas 0,96% ao mês.

Nessa conta, no contracheque do docente, entra apenas R$ 31,33 mensais, ou seja, pouco mais do cartão “Direito a Vida”, que Amazonino criou quando governador, em meados dos anos 1990.

No ano passado, como o governador interino do Amazonas, David Almeida abriu a caixa preta dos recursos da educação do Estado. Nela, ele viu que os professores e pedagogos da ativa, da rede estadual de ensino, tinham direito ao recurso do Fundeb da ordem de R$ 246 milhões.

Conforme a assessoria do parlamentar, David pagou duas parcelas em setembro de 2017, que garantiu na conta da categoria um abono de até R$ 21 mil. Só não pagou todas as quatro parcelas para não ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Porém, antes de sair do governo, o deputado estadual deixou encaminhado o pagamento das duas últimas parcelas, com recurso em caixa.

*Com informações da assessoria

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Corpo de homem é achado em igarapé em Manaus

Publicado

em

Por

O corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado na tarde dessa segunda-feira (30), em um igarapé no bairro Presidente Vargas, na Zona Sul de Manaus.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem foi achado por volta de 16h por funcionários da limpeza pública da Prefeitura de Manaus perto da ponte do Bariri.

As mãos e os pés do homem estavam amarrados com um fio de nylon e, segundo os agentes, o corpo já estava em avançado estado de decomposição.

Ele foi levado para o Pelotão Fluvial e de lá foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou pelo exame necroscópico.

Como há suspeitas de que o homem foi executado, a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.

Com informações: G1 Amazonas
Continue lendo

Cidades

Dez bares são fechados em Manaus por descumpriam decreto de prevenção à Covid-19

Publicado

em

Por

Equipes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) fecharam dez estabelecimentos que descumpriam o decreto governamental com medidas de prevenção da Covid-19. As fiscalizações ocorreram entre a sexta e sábado. Ainda durante as fiscalizações, cinco foram autuados. Ao todo, 16 estabelecimentos foram vistoriados em todas as zonas de Manaus.

Na avenida Parintins, bairro Cachoeirinha, um foi autuado pelos fiscais da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) por promover aglomeração e por funcionar com pista de dança. E o Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM) notificou o estabelecimento por não apresentar equipamentos de proteção contra incêndio.

A delegada responsável pela CIF de sexta-feira, Deborah Souza, explicou que todos os seis estabelecimentos vistoriados na noite de sexta-feira não estavam cumprindo o decreto.

“Esses locais não estavam respeitando o decreto, todos estavam com aglomeração de pessoas, não tinha distanciamento social e sem uso de máscara, eles foram autuados e receberam multas”, explicou.

No centro, um outro ponto recebeu autuação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) por obstrução de fiscalização e, também, porque não havia os documentos obrigatórios como bar e restaurante.

Na zona leste, um boteco foi autuado pela Semmas e no local havia grande aglomeração de pessoas. Outros dois estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas com a chegada da CIF.

Com informações: G1 Amazonas

Continue lendo

Cidades

Dois motoristas ficam feridos em acidente em Manaus

Publicado

em

Por

Dois motoristas ficaram feridos em um acidente envolvendo micro-ônibus no Conjunto Oswaldo Frota, no bairro Cidade Nova, na manhã desta sexta-feira (13), em Manaus. Os condutores estavam sozinhos nos veículos.

Segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros, os motoristas estavam a serviço de uma empresa e foram atendidos conscientes. Não há outros feridos. Eles foram socorridos pelo Samu para hospitais da região. Um dos motoristas precisou ser retirado das ferragens com ajuda do Corpo de Bombeiros, pois estava com a perna presa.

A polícia técnico-científica esteve no local. O caso foi atendido por policiais da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que ajudaram a desviar o trânsito.

Representantes da empresa informaram que vão prestar toda a assistência aos motoristas e ajudar nas investigações da causa do acidente.

Com informações: G1 Amazonas

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus