Conecte-se conosco

Destaque

Distribuição de implementos agrícolas é visto como ‘ato estratégico’ visando a reeleição

Publicado

em

recursos

O governador Amazonino Mendes (PDT), vai distribuir nesta quarta-feira (4), aos prefeitos “cabo eleitorais” cerca de 85 milhões de reais em implementos agrícolas pelo programa batizado de Terra Produtiva, ou seja, um arremedo do “Terceiro Ciclo” com nova roupagem, entregues em praça pública, ás vésperas do início da propaganda eleitoral 2018.

O programa é visto como uma insistência do governador no retorno do fracassado programa implementado no seu governo de 1995 a 1998, que foi mal executado, mal sucedido e sem nenhum resultado para a produção rural do interior do Estado, no seu governo.

Dessa vez serão doados às prefeituras, a custo zero, uma lista de equipamentos compostos por grupos geradores, casas de farinha, mini tratores, motores rabetas, caminhão, triciclos agrícolas, roçadeiras, kits de ferramentas, Kit pescador, caixa de isopor, entre outros.

Os equipamentos têm o perfil e formato de uma moeda de troca, provavelmente para garantir a reeleição do velho cacique amazonense, colocados em praça pública à vista de todos.

Imagens mostram o estacionamento do Centro de Convenções do Amazonas – CCA Vasco Vasques, na zona centro-oeste da capital, sendo abastecido com os materiais que serão distribuídos pelo governador.

O que diz a Lei?

Numa escancarada campanha eleitoral antecipada e descumprimento da lei, conforme o Art. 73 da lei Eleitoral – 9504/97 a ação de Amazonino é ilegal.

“São proibidos aos agentes públicos[…] fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato, partido político ou coligação, de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social custeados ou subvencionados pelo Poder Público”, diz o inciso IV da lei.

No dia 24 de junho, o Correio da Amazônia havia publicado uma matéria com o título “Terceiro Ciclo repaginado ou campanha eleitoral disfarçada?”, do qual motivou o Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois a ingressar, no dia 25, com representação contra o governador do Amazonas e pré-candidato às eleições 2018, Amazonino Mendes, pelo (PDT), por ato de uso da máquina administrativa e prática de atos vedados aos agentes públicos em anos eleitorais.

Além dele, a representação também é contra o secretário de Produção Rural do Estado, José Aparecido dos Santos. Com o ato, de aparente atividade da gestão pública realizada pelo secretário da Sepror, fica evidente o uso do poder político e econômico em benefício da candidatura do atual governador do Estado.

Em face do material recebido e das irregularidades detectadas, tais quais, o uso da máquina pública, de abuso do poder econômico e político, o comitê requisitou à Procuradoria Regional Eleitoral (PRE-AM) a apuração dos ilícitos demonstrados devidamente instruídos pelas provas anexadas ao recurso, com o intuito de fazer cumprir a legislação eleitoral, culminando com as aplicações das sanções cabíveis, previstas nas leis 9.504/97 e Complementar 64/1990.

A conduta do chefe do poder executivo deveria colocar em estado de alerta os Ministérios Público Eleitoral (MPE), Estadual (MP-AM) e de Contas (MPC-AM), aos interesses do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ainda do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e ao Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois acompanhar essas entregas de equipamentos agrícolas para não deixar se realizar campanha eleitoral antecipada.

Confira o vídeo:

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Vereador Capitão Carpê acompanha o Prefeito de Manaus em visita na Assembleia Legislativa para tratar sobre armamento da Guarda-Municipal

Publicado

em

Por

O vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida, em uma conversa nesta quarta-feira (9), com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade, para tratar sobre a PEC que viabilizará o armamento da Guarda-Municipal a fim de permitir que os municípios possam armar suas guardas.

“Vamos buscar de forma emergencial preparar, armar e equipar nossa guarda. Essa decisão é proveniente da série de ataques a patrimônios públicos ocorridos neste fim de semana. Iremos até o fim dessa luta, e vamos conseguir!” Afirmou o vereador.

O parlamentar que preside a primeira Comissão Técnica de Segurança Pública Municipal solicitou logo nos primeiros dias de mandato concurso público para a guarda que dispõe de um efetivo de 434 servidores para fazer a segurança patrimonial da cidade de Manaus. O número além de insuficiente, expõe ainda mais os guardas que carecem de melhor renumeração, condições de trabalho e outras necessidades.

“Nossa guarda está sucateada, é necessário reorganizar com urgência. Precisamos de uma guarda mais forte, armada, preparada e treinada não apenas para proteger o patrimônio, os guardas municipais exercem uma missão nos serviços de segurança pública para combater a violência e resguardar a vida do cidadão”, finalizou o Capitão.

Informações Assessoria

Continue lendo

Destaque

Imprensa mundial chama presidente argentino de “racista” e “vergonha”

Publicado

em

Por

Os periódicos da Argentina e do mundo não pouparam críticas ao presidente Alberto Fernández após o mandatário afirmar, na quarta-feira (9/6), que os “mexicanos saíram dos índios, brasileiros saíram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos de barcos que vinham da Europa. E assim construímos nossa sociedade”.

O comentário foi considerado “infeliz” e “desastroso”; e Fernández, uma “vergonha” e “racista”.

O jornalista Eduardo Feinmann, do La Nación, destacou que as declarações de Alberto Fernández foram uma “vergonha nacional”. Para o apresentador, o presidente argentino é o “filósofo racista do século 21″. “É extremamente racista com os brasileiros e com os mexicanos”, assinalou ele.

Com informações: Metrópoles

 

Continue lendo

Destaque

Vereador Capitão Carpê denuncia vandalismo em quadra de esporte na Compensa 

Publicado

em

Por

Na noite desta quinta-feira (03), o vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) usou suas redes sociais para denunciar atos de vandalismo contra o patrimônio público praticado em uma quadra de esportes localizada no conjunto Aruanã, Bairro Compensa 2.

“Estive no local para verificar a situação, infelizmente se encontra sem iluminação, levaram toda a fiação, sem portões, depredada. Uma obra que foi entregue recentemente isso é inaceitável”, disse o vereador.

O parlamentar que também é Presidente da Comissão de Segurança Pública Municipal solicitou que providências enérgicas preventivas e repressivas sejam tomadas com urgências nesses locais como Guarda-Municipal armada e preparada.

 

“Muitas vezes a administração pública constrói e investe em bens público em prol da sociedade e esses vândalos destroem. A Comissão de Segurança Pública Municipal deve e irá agir, não vou me calar, jamais permitirei que esses desocupados cometam atos de vandalismo na nossa cidade”, finalizou o Capitão.

 

O parlamentar ressaltou que quem comete esse ato de destruição do patrimônio deve ser punido e responsabilizado pelo dano causado.

Informações Assessoria

Foto: Ítalo Sena

 

 

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus