Conecte-se conosco

Destaque

Dupla é perseguida e morta com diversos tiros na zona leste de Manaus

Avatar

Publicado

em

Na noite de domingo (28), no bairro Tancredo Neves, na Zona Leste de Manaus, dois homens foram perseguidos e assassinados com tiros de arma de fogo, uma das vítimas usava tornozeleira eletrônica.

Segundo informações o duplo homicídio ocorreu, por volta das 19h50, na rua Jaçanã. Moradores relataram que a dupla foi perseguida por homens armados, uma das vítimas morava em uma vila e os dois tentaram se proteger dos atiradores dentro do imóvel. Porém, a dupla foi alcançada e atingida por vários tiros ainda na área comum de acesso às casas.

Os dois homens morreram no local e os atiradores fugiram em uma moto sem ser identificados.

Segundo a Polícia Militar, os moradores acionaram a PM e equipes da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram até local e isolaram a cena do crime.

Fabiano Jesus de Souza Alves, de 21 anos, é uma das vítimas identificadas ainda no local do crime pelo padrastr. Ele usava tornozeleira eletrônica e é suspeito de praticar roubos. Ele foi atingido com três tiros, sendo dois no peito e um na testa.

Já a segunda vítima é Felipe Santana, que foi reconhecido pela namorada. Ela não soube informar a idade do companheiro. A vítima foi atingida oito vezes e foi agredida com uma pedra.

Investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) coletaram dados para o inquérito policial que será instaurado para investigar as mortes.

Abalados, os familiares não quiseram falar sobre os crimes.

Fabiano foi atingido com três tiros, sendo dois no peito esquerdo e um na testa. Felipe foi baleado oito vezes na parte superior do tronco e ainda foi agredido com uma pedra.

Fonte: G1

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Capitão Carpê realiza grande “bandeiraço” na zona leste de Manaus

Avatar

Publicado

em

Foto: Ítalo Sena

Na manhã deste último domingo (25), o candidato a vereador de Manaus, Capitão Carpê Andrade (Republicanos), realizou o seu 4° ”bandeiraço” na Feira do Coroado, sendo o primeiro da zona leste de Manaus. Ao lado de amigos e apoiadores, Carpê ouviu as reclamações dos feirantes, que denunciaram o descaso do poder público com o local.

Foto: Ricardo Balby

”Trabalho há 5 anos aqui na feira e até hoje não vi a ação das autoridades para melhorar a infraestrutura do local. No entorno da feira tem esse “lixão” a céu aberto, o que prejudica a vinda dos clientes, estando muitos boxes fechados por conta disso”, disse o feirante Carlinhos, de 37 anos.

Foto: Ricardo Balby

Atento aos anseios dos trabalhadores da Feira do Coroado, o Capitão demonstrou bastante indignação com a atual situação do local e prometeu ser voz ativa na defesa dos feirantes na Câmara Municipal de Manaus (CMM), caso seja eleito vereador nas eleições de 15 de novembro.

“É lamentável o descaso dos governantes com esses trabalhadores, responsáveis pelos alimentos que chegam à mesa das famílias desta zona da cidade. Se eleito, serei voz ativa na Câmara em defesa desses homens e mulheres, gente de bem, que só precisa de um pouco mais de atenção e dignidade para continuar levando o sustento de suas famílias”, comentou o Capitão Carpê.

Foto: Ítalo Sena

Esse foi o 4° “bandeiraço” do candidato desde o início da campanha eleitoral. Bem recebido por onde tem passado, Carpê é apontado como favorito a uma das 41 vagas na CMM.

Foto: Ítalo Sena

Continue lendo

Destaque

Cercado de amigos e apoiadores, Capitão Carpê realiza 4ª caminhada na Compensa

Avatar

Publicado

em

Capitão Carpê (Republicanos), reuniu  amigos e apoiadores para uma grande caminhada na Avenida Coronel Cyrillo Neves, bairro Compensa, zona oeste da capital. - Foto: Ítalo Sena

Na tarde desta quarta-feira (21), o candidato a vereador de Manaus, Capitão Carpê Andrade (Republicanos), reuniu  amigos e apoiadores para uma grande caminhada na Avenida Coronel Cyrillo Neves, bairro Compensa, zona oeste da capital. Desde o início oficial da campanha eleitoral, esta foi a 4ª caminhada do candidato pelas ruas do bairro que o acolheu desde sua chegada a Manaus, em 1996.

Durante a caminhada, Carpê foi recebido com entusiasmo por moradores e comerciantes da região. – Foto: Ítalo Sena

Rodeado de familiares, amigos e apoiadores, Carpê foi recebido com muito carinho e entusiamo por moradores, comerciantes e muitos de seus seguidores das redes sociais, que fizeram questão de manifestar apoio ao Capitão. “É muito emocionante e esperançoso ver alguém que acompanho desde muito tempo pelas redes sociais, surgir como força política para a nossa cidade. O Capitão é alguém que acredito e sempre acreditei, tanto no seu trabalho como policial, quanto nas suas ações como um simples cidadão, sempre disposto a ajudar o próximo,” disse a estudante de Medicina Veterinária, Jennifer Leandro, de 19 anos.

Durante a caminhada, o candidato comentou sobre sua trajetória de vida e relembrou com emoção pelas dificuldades que passou junto a sua família quando chegou em Manaus. “Olhar para esse povo e caminhar pelas ruas deste bairro onde cresci, estudei e me formei, traz à memória os dias difíceis que minha família e eu passamos quando chegamos em Manaus. Viemos de uma realidade muito carente, passamos por muitas necessidades, e olhando para essa realidade ainda tão presente na vida do nosso povo, vem a motivação em buscar, por meio da política, mais dignidade, respeito e dias melhores para essa gente tão querida e trabalhadora”, disse o Capitão Carpê.

Foto: ítalo Sena

Ainda durante o percurso, Capitão Carpê comentou sobre a campanha que idealizou em 2019, ali mesmo, na via que dar acesso à Ponte Jormalista Phelippe Daou, mais conhecida como Ponte Rio Negro, que ajudou a conscientizar e salvar muitas pessoas vítimas da depressão.

“O que me motivou a idealizar e buscar apoio para realizar a campanha foi o considerável número de pessoas que procurava a Ponte Rio Negro para dar fim a própria vida, aquilo me incomodou, pois sabia que algo precisava ser feito. Após o início da campanha, uma atenção maior foi dada às pessoas que sofrem de depressão. A população, de uma forma geral, hoje tem uma visão diferente deste problema, que nada tem haver com a falta de Deus, ou de fé, mas é um problema de saúde pública e que precisa ter um cuidado melhor por parte do poder público. Tenho muito orgulho de ter iniciado o projeto, mas sei que ainda temos muito a fazer,” finalizou o candidato.

“Ainda Não é Sua Última Viagem”

Em 2019, um grupo comandado pelo então capitão da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), Carpegiane Andrade, deu início a uma campanha de prevenção e combate ao suicídio na ponte sobre o Rio Negro. A ação, denominada “Ainda Não é Sua Última viagem”, foi pioneira no local e chamou a atenção do poder público, da imprensa e da sociedade para um tema cada vez mais recorrente, do qual ainda é visto por grande parte da população como um “tabu”. O evento contou com distribuição de panfletos, palestras de profissionais das áreas de Psicologia e Psiquiatria, além de um intenso trabalho de conscientização da população.

Continue lendo

Amazonas

Batalhão Ambiental bate recorde de apreensão de madeira ilegal no AM

Avatar

Publicado

em

Por

De janeiro até setembro deste ano, as operações realizadas pelos policiais resultaram em uma apreensão de 12 vezes mais metros cúbicos de madeira oriunda de área de desmatamento ilegal. FOTO: Divulgação/PM

O Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), da Polícia Militar do Amazonas, alcançou apreensão recorde de madeira ilegal no estado. De janeiro até setembro deste ano, as operações realizadas pelos policiais que trabalham na proteção ao meio ambiente resultaram em uma apreensão de 12 vezes mais metros cúbicos de madeira oriunda de área de desmatamento ilegal, em comparação com o ano passado.

Subordinado ao Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb), o Batalhão reforçou as operações de fiscalização em 2020, o que gerou aumento expressivo nos dados de produtividade. Até setembro, foram apreendidos 8,3 mil metros cúbicos de madeira irregular, entre madeiras serradas e toras de árvores. No mesmo período do ano passado, as ações policiais localizaram 678,9 metros cúbicos.

As apreensões estão embasadas na Lei Federal nº 9.605/1998, que prevê sanções penais e administrativas para quem cometer crimes ambientais. De acordo com o comandante do Batalhão, major Wallasson Lira, a ordem é intensificar as fiscalizações no estado.

“O principal motivo dessa apreensão é o aumento da fiscalização e a participação do batalhão em operações no sul do estado, e no programa Vigia. Nos últimos meses tivemos uma produtividade muito acentuada em relação a madeiras ilegais. Quem comete esse crime ambiental pode pegar detenção de seis meses a um ano, e multa”, disse o major.

O transporte da madeira sem a comprovação do Documento de Origem Florestal (DOF) é considerado crime ambiental. Se o condutor do veículo for flagrado com documentos adulterados pode ser preso em flagrante.

Entre as madeiras apreendidas estão espécies do tipo louro, angelim, ipê, tauari, assacu, muiracatiara e cedrinho.

Maior apreensão

Em uma das ações policiais realizadas este ano, as equipes do Batalhão Ambiental da PMAM apreenderam 900 toras de madeira, uma embarcação de grande porte e uma pá carregadeira, em Manacapuru, próximo à Comunidade Santo Antônio. A apreensão é a maior dos últimos quatro anos em ações contra crimes ambientais. Três suspeitos foram detidos e uma serraria que atuava em situação irregular foi interditada.

Denúncias

Para relatar crimes contra o meio ambiente, a população pode entrar em contato com a linha direta do Batalhão Ambiental, por meio do telefone (92) 98842-1553, que também recebe mensagens no aplicativo Whatsapp. É possível, ainda, fazer denúncias ao 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

 

*Com informações de assessoria de imprensa

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus