Conecte-se conosco

Política

Eleições 2020: saiba a diferença e os efeitos de votos brancos e nulos

Avatar

Publicado

em

Foto: Agência Brasil

No Brasil, apesar do comparecimento ao local de votação nas eleições ser obrigatório, a menos que seja justificado, o eleitor é livre para escolher ou não um candidato, já que pode votar nulo ou branco. Mas qual é a diferença entre essas opções?

De acordo com o Glossário Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o voto em branco é aquele em que o eleitor não manifesta preferência por nenhum dos candidatos. Para votar em branco é necessário que o eleitor pressione a tecla “branco” na urna e, em seguida, a tecla “confirma”. Já o nulo é aquele em que o eleitor manifesta sua vontade de anular o voto. Para isso, precisa digitar um número de candidato inexistente, como por exemplo, “00”, e depois a tecla “confirma”.

Antigamente como o voto branco era considerado válido, ele era contabilizado para o candidato vencedor. Na prática, era tido como voto de conformismo, como se o eleitor se mostrasse satisfeito com o candidato que vencesse as eleições, enquanto o nulo – considerado inválido pela Justiça Eleitoral – era tido como um voto de protesto contra os candidatos ou políticos em geral.

Votos válidos

Atualmente, conforme a Constituição Federal e a Lei das Eleições, vale o princípio da maioria absoluta de votos válidos, que são os dados a candidatos ou a legendas. Votos em branco e nulos são desconsiderados e acabam sendo apenas um direito de manifestação de descontentamento do eleitor, que não interfere no pleito eleitoral. Por isso, mesmo quando mais da metade dos votos forem nulos, não é possível cancelar uma eleição.

 

*Por Karine Melo/Agência Brasil

*Edição: Graça Adjuto

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Capitão Carpê declara apoio a David Almeida no segundo turno

Avatar

Publicado

em

Foto: Ítalo Sena

Eleito vereador nas últimas eleições municipais realizadas no dia 15 de novembro, o capitão da polícia militar do Amazonas (PM-AM), Carpê Andrade, anunciou nesta segunda-feira (23) que seu apoio no segundo turno é do candidato a prefeito David Almeida (Avante). O principal oponente de Amazonino Mendes obteve mais de 218 mil votos no primeiro turno, sendo apontado como favorito para ocupar a cadeira de gestor da capital amazonense.

Capitão Carpê trabalhou na equipe de segurança de David Almeida entre 2017 e 2018, período em que o candidato a prefeito foi governador interino do Amazonas. (Foto: Arquivo)

“Estou caminhando com David Almeida por ideal. Não tivemos nenhum tipo de acordo, pois acredito que é a melhor escolha para administrar a cidade nos próximos anos com responsabilidade”, disse Carpê.

Andrade ressaltou, ainda, que não medirá esforços para ajudar o povo amazonense. “O foco principal agora, além de vencer a crise na segurança pública, é trabalhar muito para combater a corrupção na Saúde. Nesse momento, precisamos unir forças e avançar em prol da nossa população”, declarou ele.

Capitão Carpê caminhou junto com David Almeida em 2017 e 2018, fazendo parte da equipe de segurança do candidato na Assembleia Legislativa (ALE-AM). Na época, o atual vereador de Manaus era ajudante de ordem do ex-governador interino.

Incentivo

Segundo Carpê, essa caminhada será importante com uma gestão que dará mais atenção à capital. O parlamentar também afirmou que irá fiscalizar e cobrar o novo administrador de Manaus, David Almeida, caso ele vença no segundo turno.

“Sou o único policial militar eleito a vereador em Manaus. Portanto, pretendo buscar e implantar conhecimento para melhorar nossa cidade. Precisamos prestar um serviço com mais responsabilidade para a nossa população. Mesmo apoiando a candidatura do David, meu compromisso não é com o prefeito, e sim com o povo”, concluiu.

 

*Edição e revisão: Narel Desiree/Sony Corsi

*Informações assessoria

Continue lendo

Destaque

“Eleições só acabam no dia 15 de novembro”, afirma Capitão Carpê em suas redes sociais

Avatar

Publicado

em

Na tarde desta quarta-feira (28), o candidato a vereador de Manaus Capitão Carpê Andrade (Republicanos), publicou nos seus perfis nas redes sociais um vídeo em que comenta acerca de comentários e mensagens que recebe diariamente afirmando que ele já ganhou as eleições deste ano. Em sentido contrário a este pensamento, o candidato disse na publicação que as eleições só acabam no dia 15 de novembro e até lá vai manter o trabalho diário de caminhar pelas ruas dos bairros e conversar diretamente com o eleitor.

“Quero falar com vocês sobre um assunto muito importante. As eleições só terminam no dia 15 de novembro, às 17h. Algumas pessoas estão vendendo essa ideia de que o Capitão Carpê já ganhou, não acreditem nisso, estão enganando vocês. Nós não temos como saber se já ganhamos ou não, só saberemos no dia das eleições”, afirmou Carpê.

Devido a sua popularidade e pelo acolhimento e entusiasmo que vem recebendo durante suas caminhadas e visitas, muitos admiradores, eleitores e até opositores do Capitão já o vêem com uma vaga assegurada na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Contudo, amigos, familiares e pessoas que acompanham o dia a dia do trabalho do Capitão Carpê, afirmam que internamente a campanha é trabalhada com os “os pés no chão”, e ressaltam o comprometimento do Capitão em fazer uma campanha limpa e transparente, além da humildade e serenidade do candidato ao receber estes tipos de comentários.

Após 11 anos como policial militar, esta é a primeira vez que o Capitão Carpê entra na disputa por um cargo eletivo. Apesar da confiança no trabalho que vem sendo realizado, o candidato e sua equipe seguem mantendo a humildade e o foco na disputa eleitoral deste ano.

Em função da pandemia da covid-19, o primeiro turno das eleições 2020 será realizado no dia 15 de novembro, caso tenhamos segundo turno, as eleições municipais se encerram somente no dia 29 do mesmo mês.

Assista o vídeo que o Capitão Carpê publicou em suas redes sociais:

 

Continue lendo

Destaque

Diferentemente da velha política, Capitão Carpê prioriza propostas durante campanha

Avatar

Publicado

em

Foto: Ítalo Sena

Cotado para assumir uma das 41 vagas na Câmara Municipal de Manaus (CMM) nas eleições de 15 de novembro, o Capitão Carpê Andrade (Republicanos), disse repudiar a compra de votos e fala que sua campanha tem como diferencial a priorização de suas propostas. Conhecido nas redes sociais pelo seu trabalho como policial militar e por diversas ações sociais realizadas, em especial no bairro da Compensa, zona oeste da capital, Carpê é visto por seguidores e eleitores como resposta a um sistema político ineficaz, injusto e indiferente aos problemas estruturais do município, que afetam diretamente na qualidade de vida dos mais necessitados.

”Quando eu decidi pedir licença da minha profissão como policial militar para concorrer ao cargo de vereador de Manaus, foi porque por diversas vezes vi e senti na pele a dor dos menos favorecidos. Venho de uma realidade pobre, eu sei o que é fome e o desespero de não conseguir um emprego para ajudar no sustento da família. Sou morador do bairro da Compensa, convivo diariamente com o descaso com que o poder público trata nossa gente, e é contra esse sistema injusto que quero lutar. Quero poder fazer a diferença na vida dessa gente tão sofrida e que merece respeito,” comentou Carpê.

Em relação a compra de votos, realidade ainda muito presente durante o período eleitoral, o Capitão condenou com veemência  e disse que jamais recorreria a esta prática para vencer as eleições. “Nossa campanha é baseada na verdade e no respeito pelo povo de Manaus. Sou grato à Polícia Militar do meu estado (PM-AM), e minha querida mãe, com ambos aprendi sobre disciplina, ordem e a ter o devido zelo pela vida e segurança do cidadão de bem. Aprendi também sobre ética, valores e princípios que norteiam e definem o caráter de alguém. Não conseguiria olhar para ela se me sujeitasse a uma prática tão covarde e nociva ao povo, prefiro perder a campanha, mas jamais arriscaria perder o meu caráter,” enfatizou o candidato.

Diferencial

Se eleito, o Capitão Carpê promete trabalhar de forma diferenciada na Câmara Municipal de Manaus CMM). Ainda no âmbito da campanha, para o Capitão, promessas rasas e incompatíveis com a competência de um vereador, não devem e não farão parte do seu cronograma de campanha.  “A utilização dessa prática é um desrespeito a população menos esclarecida, é uma mentira inconsequente,  e quem usa deste artifício para ganhar eleição, demonstra total falta de compromisso com o bem da sociedade”, afirmou Carpê

O candidato do Republicanos também comentou sobre o que o motivou a buscar uma vaga na CMM. “Resolvi participar da vida política da cidade para ser o diferencial. Quero através do cargo de vereador, poder dar voz e vez para o povo mais carente, distante das políticas públicas que deveriam mudar a vida de milhares de pessoas. Pretendo propor leis que beneficiem a sociedade em todas as suas classes e levar ao Executivo municipal as demandas e realidades das comunidades mais necessitadas. Venho para ser e fazer diferente em benefício da população de Manaus,” finalizou o Capitão.

Devido à pandemia do novo coronavírus as eleições municipais deste ano serão realizadas no dia 15 de novembro, data que se comemora a Proclamação da República. Ao todo, Manaus conta com mais de 1,3 mil candidatos a vereador, dentre os quais, 27 tentam a reeleição. Para a prefeitura, 11 candidatos concorrem ao maior cargo do Executivo municipal. Caso a eleição deste ano vá para o segundo turno, a escolha para se conhecer o novo prefeito de Manaus será realizada no dia 29 de novembro.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus