Conecte-se conosco

Cidades

Em Manaus, 147 localidades serão afetadas pela falta de água nesta quarta-feira

Publicado

em

Remanejamento de adutora

Cerca de 147 localidades da capital amazonense ficarão sem água, nesta quarta-feira (23), devido a serviços de manutenção em uma subestação de energia elétrica na Ponta Negra, zona oeste de Manaus. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (21) pela concessionária de água Manaus Ambiental (veja lista ao final da matéria).

Segundo a empresa, a Eletrobras Amazonas Distribuição informou que precisaria interromper o fornecimento de água no início da manhã de quarta (23) para alguns setores da capital devido aos serviços na subestação da Ponta Negra. A previsão é que os trabalhos comecem às 5h30 e sejam executados durante três horas.

Conforme a Manaus Ambiental, o reinício do abastecimento de água deverá acontece logo após o reestabelecimento do fornecimento de energia elétrica das unidades paralisadas. Entretanto, a plena normalização dos setores afetados deve acontece em até 24 horas após. Veja a seguir lista das 147 localidades afetadas pela falta d’água.

Macro Setor Parque Dez: Parque 10, Conjunto Anavilhanas, Conjunto Castelo Branco, Parque das Samambaias, Conjunto Jardim Yolanda, Bairro da União, Conjunto Arthur Reis, Jardim Oriente, Shangrilá, Parte do Bairro Parque das Laranjeiras;

Macro Setor Morro da Liberdade: Morro da Liberdade, Santa Luzia, Colônia Oliveira Machado, Educandos, São Lázaro, Betânia, Crespo, Vila Humaíta;

Macro Setor Bola do Coroado: Conjunto Morada do Sol, Condomínio João Paulo IV, Condomínio Vale do Sol, Jardim Petrópolis, Conjunto Adrianópolis;

Macro Setor Mocó: Nossa Senhora das Graças, Vieira Alves, Adrianópolis, Conjunto Manauense, Vila Amazonas, Conj. Amazonas, Praça 14, Cachoeirinha, São Francisco, Aleixo, Conjunto Ica Paraíba, Conjunto Celetra, Raiz, Conjunto Costa e Silva, Conj. Eldorado;

Macro Setor Castelhana: Presidente Vargas, São Geraldo, Centro, Aparecida;

Macro Setor São Jorge: São Jorge, Vila da Prata;

Macro Setor Santo Antônio: São Raimundo, Santo Antônio, Conjunto dos Bancários;

Macro Setor Petrópolis: Petrópolis, Parte do Japiim;

Macro Setor Coroado 3: Coroado, Armando Mendes, Conjunto Ouro Verde, Tiradentes, Conjunto Petros;

Macro Setor Japiim: Japiim, Conj. 31 de Março 1 e 2, Lagoa Verde;

Macro Setor Campos Elíseos (Alvorada): Redenção, Campos Elíseos, Jardim Versalhes, CONJ. Canaã, Belvederes, Ajuricaba, Flamanal, Bela Vista, Lírio do Vale II, augusto Monte Negro, Ponta Negra, Santo Agostinho, Compensa;

Macro Setor Eduardo Gomes: Eduardo Gomes, Conj. Hileia, Bairro da Paz, Sto. Dumont, Flores;

Macro Setor Mundo Novo: Mundo Novo, Parque das Nações, Beija Flor 1 e 2, Santa Cruz, Subtenente-Sargento, Ozias Monteiro;

Macro Setor Colônia Santo Antônio: Colônia Santo Antônio, José Bonifácio, Monte Sinai, Vale do Sinai, Manoa, Terra Nova 2, Novo Israel, Lot. América do Sul, Conj. Canaã, Celebridade, Jesus Me Deu;

Macro Setor Monte das Oliveiras: Monte das Oliveiras, Monte Pascoal, Parque Florestal, Monte Cristo, Com. Luis Otavio, Lot. Fortaleza, Sta.Tereza, Com. Peniel, Lot. Raquel, Vitoria Regia, Vista Alegre, Lot. Agnus Dey;

Macro Setor Nova Cidade: Nova Cidade, Conj. Carlos Braga;

Macro Setor Terra Nova 3: São Luis, Loteamento Rio Piorini, Terra Nova 3, Sta. Marta;

Macro Setor Cidade Nova: Cidade Nova, Nucleos-1-2-3-4-5-6-7-8-9-10-11-12-13-14-15, Conjunto Canaranas, Vila Real, Riacho Doce 1 e 2, Boas Novas;

Macro Setor Sta. Etelvina: Vera Cruz, PQ. Sta. Etelvina, União da Vitoria, Etelvina 1 e 2;

Macro Setor Francisca Mendes: Francisca Mendes, Campo Dourado, Ribeiro Junior, R.S. Pinto 2, Parque Eduardo Braga, Conjunto Galileia, Osvaldo Frota, Omar Aziz, Aliança c/ Deus, Raio de Sol. Fazendinha, parte do Alfredo Nascimento.

A Manaus Ambiental informou, ainda, que pede aos clientes que, nesse período de interrupção nos serviços, procurem economizar no consumo e reservar água de forma segura, por meio de caixa d’água ou reservatórios, para evitar o desabastecimento nos domicílios até a normalização total.

*Com informações da assessoria

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Nível do Rio Negro volta a subir em Manaus e bate novo recorde

Publicado

em

Por

Após permanecer estável nos 30 metros por nove dias e registrar até uma pequena baixa de um centímetro, o nível do Rio Negro voltou a subir em Manaus.

Nesta quarta-feira (16), o nível do rio chegou aos 30,02 metros. É a maior marca da história desde o início dos registros, em 1902.

De acordo com o boletim da Defesa Civil, em todo o Amazonas, mais de 455 mil pessoas foram atingidas pela cheia.

Prédio da alfândega, no Centro histórico de Manaus, durante cheia de 2021. — Foto: Ricardo Balby

Continue lendo

Cidades

Após a maior cheia da história, nível do Rio Negro começa a baixar em Manaus

Publicado

em

Por

Após permanecer estável nos 30 metros por nove dias, desde 5 de junho, o Rio Negro começa a baixar em Manaus. Nesta segunda-feira (14), o nível do rio baixou 1 centímetro para 29,99 metros. A marca dos 30 metros em Manaus foi a maior da história desde o início dos registros, em 1902.

De acordo com o boletim da Defesa Civil, em todo o Amazonas, mais de 455 mil pessoas foram atingidas pela cheia.

Prejuízos na capital

Em Manaus, foram construídos 10 mil metros de pontes e passarelas em 20 bairros da capital Amazonense, segundo informações da Defesa Civil.

Em diversos pontos, a circulação de pessoas ocorre somente por meio de passarelas. O centro histórico registra vários pontos de alagamento. A Praça do Relógio e o prédio da Alfândega estão entre os locais mais atingidos.

A água do rio Negro também invadiu o local onde funcionava a mais tradicional feira da capital, a Manaus Moderna. Como isso, os feirantes foram transferidos para uma balsa. Comerciantes relatam prejuízos. Lojistas tiveram os estabelecimentos alagados, mesmo com as contenções para impedir a entrada da água.

A previsão do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) era que o rio chegasse à cota máxima de 30 metros A expectativa é que, agora, o nível do rio comece abaixar. De acordo com o órgão, abaixo dos 27 metros o nível do rio é considerado patamar normal para a cheia.

Veja a matéria completa em G1 Amazonas encurtador.com.br/yKMW9

Continue lendo

Cidades

Operação Hórus apreende aproximadamente 2 Toneladas de Pirarucu e peixes de outras espécies

Publicado

em

Por

O Comando de Policiamento Ambiental da Polícia Militar do Amazonas (CPAmb), por meio do Batalhão Ambiental (BPAmb) e Canil da PMAM durante o desdobramento da Operação Hórus/VIGIA/ na madrugada desta quinta-feira (22), no rio Solimões em frente a Orla do Município de Manacapuru (AM), realizou a abordagem e fiscalização da embarcação B/M Kennedy VI oriunda do município de Codajás-AM.

Na ocasião foram encontrados 2 toneladas de pescado ilegal, Pirarucu Arapaima Giga e outras espécies de peixes, acondicionados em várias caixas de isopor que seriam destinados ao município de Manaus/AM. O proprietário da embarcação recebeu voz de prisão e foi conduzido a delegacia do 1° DIP de Manacapuru ( 1º Distrito Integrado de Polícia) para realização dos procedimentos legais.

Material apreendido

Aproximadamente 2 toneladas de Pirarucu Arapaima Giga e peixes de outras espécies.

Prejuízo ao crime:
R$ 60.000,00 reais.

SEOPI/MJSP/CPAMB/BPAMB /CANIL PMAM

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus