Conecte-se conosco

Curiosidades

Família chinesa cria filhote de urso pensando ser de cachorro

Avatar

Publicado

em

Família chinesa cria filhote de urso

Uma família chinesa percebeu recentemente que seu cão de estimação, que eles criaram desde filhote, é na verdade um urso negro asiático ameaçado de extinção. As informações são da agência CCTV.

A família, de sobrenome Su, é da cidade de Yiliang, na província de Yunnan, sudoeste da China. Eles relataram o incidente à polícia florestal local depois que seu “filhote” se transformou em um urso quase de tamanho adulto.

A família disse que eles já tinham percebido os traços de urso do animal.

Trata-se um urso macho com mais de um metro de altura e pesando mais de 200 quilos, mas eles se sentiam relutantes em entregá-lo, pois gostam muito do bicho.

“Nós o lavamos todos os dias e o alimentamos com dois baldes de macarrão e uma caixa cheia de frutas. Para ser sincero, agora nos sentimos muito ligados a ele”, disse uma integrante da família.

O pai dela disse que tentou enviar o animal para um zoológico local, mas sem a certidão de nascimento, ele não foi aceito .

A polícia florestal decidiu enviá-lo para um centro local de resgate e proteção de animais silvestres.

A polícia disse que os Su são suspeitos de criar animais selvagens ilegalmente, mas como cooperaram com a polícia, não receberão punição severa.

“Dado que o pai havia criado o animal sem saber que ele era um urso e depois entrou em contato ativamente e cooperou conosco para enviá-lo às autoridades florestais, nós lhe daremos uma punição reduzida”, disse Zhang Haibin, vice-diretor da Delegacia de Polícia Florestal de Yiliang .

O urso-negro-asiático-selvagem foi listado como uma espécie de animal protegido na China devido ao comércio ilegal de partes de seu corpo, que tem reduzido drasticamente sua população.

*Informações da fonte: Portal G1

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curiosidades

Covid-19: Ministério confirma reinfecção com nova variante no Amazonas

Avatar

Publicado

em

Por

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (15) um caso de reinfecção com uma nova variante no Amazonas. O episódio foi identificado pela Fundação Oswaldo Cruz no Amazonas e comunicado pelo governo do estado ao Ministério da Saúde.

A paciente é uma mulher de 29 anos, infectada inicialmente em março do ano passado. O segundo diagnóstico ocorreu no fim de dezembro. O resultado do exame revelou uma mutação do vírus, descoberta pelo Ministério da Saúde do Japão, mas que teria origem no Amazonas.

Até o momento, o Brasil já registrou dois casos de reinfecção com variante do novo coronavírus. Além da paciente do Amazonas, uma outra paciente apresentou em seus exames uma mutação do vírus notificada também na África do Sul.

Com as mesmas linhagens já foram confirmados até o momento três casos no Brasil, sendo um em São Paulo, um no Rio Grande do Norte e um no Rio Grande do Sul.

Em função desta variante, o Reino Unido proibiu os voos vindos do Brasil.

OMS

Hoje o diretor executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, comentou a ascensão de mutações do vírus. Ele afirmou em entrevista coletiva que a culpa do recrudescimento da pandemia não é apenas do risco da circulação de mutações do vírus, mas também daquilo que as autoridades não fizeram a contento.

“Estamos tendo uma rápida aceleração dos casos. Uma pequena proporção pode se dever à emergência das variantes. A grande proporção dessa transmissão está ocorrendo porque estamos reduzindo o distanciamento social. Não estamos quebrando as cadeias de transmissão”, destacou Ryan.

 

*Por Jonas Valente / Agência Brasil

*Edição: Aline Leal

Continue lendo

Curiosidades

Com chifres na cabeça e com 60% do corpo tatuado, “mulher demônia” se diz temente a Deus

Avatar

Publicado

em

Por

Carol Praddo vem transformando seu visual radicalmente há três anos. - Foto: Divulgação

Uma mulher de 35 anos vem transformando seu visual radicalmente há três anos, com cerca de 60% do corpo tatuado e alterações na língua, olhos, dentes e na testa. Em entrevista ao G1 neste sábado (3), a modificadora corporal Carol Praddo, moradora de Praia Grande, no litoral de São Paulo, diz que tem orgulho de ser conhecida no ramo como ‘a mulher demônia’.

Ela conta que, como trabalha em um estúdio de piercings, tatuagens e outras transformações corporais, o apelido ajuda seus clientes a identificarem ela. “Não me incomodo [com o apelido], em hipótese alguma. Tenho orgulho de ser quem eu sou”, garante.

Carol entrou de cabeça no universo das tatuagens há 11 anos, quando ainda era auxiliar administrativa e conheceu seu atual marido em um estúdio. Ela iria fazer mais uma tatuagem pequena e o homem era o tatuador.

Juntos, eles cobriram praticamente todo o corpo com diversas tatuagens ao longo dos anos e o homem, conhecido como ‘Diabão’, passou a instaurar modificações mais agressivas em seu corpo. Há três anos, Carol também seguiu os passos dele e tatuou os olhos.

“Uma coisa foi puxando a outra. Iniciei com as tatuagens, comecei a gostar de piercing, me encantei pela área da modificação corporal”, relembra Carol. “Aos poucos a gente foi se identificando, buscando uma aparência diferente, fugindo do padrão aceitável pela sociedade de hoje.”

Atualmente, ela tem quatro modificações extremas: pigmentação dos olhos (eyeball tattoo) , divisão da língua (tongue split), dentes com coroas metálicas e chifres na testa (implantes transdermais).

‘Mulher demônia’ temente a Deus

Os pequenos chifres na testa são as modificações preferidas de Carol. Os acessórios deram a ela o apelido de ‘mulher demônia’, mesmo que ela garanta que sua relação com Deus é forte. Ela confessa que tinha receio do julgamento divino e buscou orientação antes de realizar o procedimento.

“Conversei com meu marido e oramos para pedir ajuda para Deus. Já me questionei por medo em relação ao nosso Senhor. Entendemos que Ele não é assim e não julga por isso. É a modificação que eu me sinto mais entusiasmada, feliz e orgulhosa de ter feito”, diz Carol Praddo.

A modificadora corporal critica, ainda, quem julga seu caráter a partir de sua aparência. “Eu sei das minhas atitudes e minhas escolhas”, se defende. “Quando as pessoas abrem a oportunidade de conversar com a gente, conseguem entender que somos muito mais do que aparentamos ser.”

Ela diz, ainda, que aceita as críticas positivas e negativas, pois acredita que muitas vezes o que precisa, não é o que se quer ouvir. “Entender isso é evolução”, diz. O que Carol afirma que não tolera são ataques à sua pessoa e à sua família, quando são vistos em público.

“É normal as pessoas olharem, mas é inaceitável na rua eu estar passeando com meu filho e meu marido e ser xingada”, diz. “Independente das escolhas, você tem que respeitar as pessoas como ser humano, como indivíduo”, finaliza.

 

*Fonte: Portal G1

Continue lendo

Curiosidades

Esqueleto de mamute bem preservado é encontrado no Ártico russo

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: © Reuters/Governo de Yamalo-Nenets/Direitos reservados

Cientistas russos estão debruçados sobre os ossos espantosamente bem preservados de um mamute adulto que percorreu a Terra há pelo menos 10 mil anos, depois que habitantes locais descobriram seus restos nas águas rasas de um lago na Sibéria. (mais…)

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus