Conecte-se conosco

Brasil

Grávida não consegue atendimento e dá à luz em corredor de hospital, na Bahia

Avatar

Publicado

em

falta de leito

Uma jovem deu à luz no corredor do Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, na madrugada desta segunda-feira (13). Tainã Guedes chegou à unidade de saúde já em trabalho de parto por volta de 1h e não conseguiu atendimento médico até o nascimento da criança, quase duas horas depois.

A mãe da paciente, Márcia Guedes, contou que, ao chegar no hospital, foi informada que não havia médico obstetra na casa e que a jovem não seria atendida. Sem condições financeiras de seguir para outra unidade, ela solicitou a uma ambulância, mas foi avisada de que os veículos só poderiam ser utilizados para a transferência de pacientes internados.

Familiares da gestante chegaram a ligar para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não foi deslocada uma ambulância até o local.

No momento do trabalho de parto, Márcia aferiu a pressão da filha com um aparelho que carregava na bolsa e constatou que estava alta. Ela disse que chegou a avisar aos enfermeiros do local, mas, mesmo assim, a filha não conseguiu atendimento. A mãe decidiu, então, medicar a filha por conta própria com um remédio para hipertensão que faz uso diariamente.

Por volta de 3h, a bolsa de Tainã estourou e ela acabou dando à luz em uma maca que estava no corredor do hospital, com ajuda de outros pacientes que aguardavam atendimento. A paciente e a criança passam bem.

Em entrevista à TV Bahia, a diretora do hospital, Murita Laborda, contou que a paciente foi atendida na unidade após entrar em trabalho de parto.

“Ela foi informada de que nós não tínhamos obstetra no momento. E, assim que foi constatado que ela realmente iria ter o bebê, que não iria dar tempo dela ir para outra unidade, ela foi atendida, acolhida. E o bebê a mãe passam muito bem”, falou a diretora da unidade de saúde.

*Fonte: Portal G1

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

MPF processa ex-ministro Pazuello e secretário de Saúde do AM por responsabilidade na crise de oxigênio

Avatar

Publicado

em

Por

O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas ajuizou, nesta quarta-feira (14), ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e o secretário estadual de Saúde do Amazonas, Marcellus Campelo, por omissão no combate à pandemia entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, quando o Amazonas registrou colapso de oxigênio nas unidades de saúde e aumento de mortes por covid-19.

Entre 14 e 15 de janeiro, falta de oxigênio nos hospitais de Manaus levou a cidade de Manaus a um cenário de caos. Com recordes nos casos de Covid, a capital precisou enviar pacientes que dependiam do insumo para outros estados.

A ação, encaminhada à Justiça Federal no Amazonas, cita, também, três secretários do Ministério da Saúde e o coordenador do Comitê de Crise do Amazonas, Francisco Ferreira Máximo Filho.

No documento, o MPF identificou atos de improbidade administrativa em cinco situações distintas:

  • atraso e lentidão do Ministério da Saúde no envio de equipe para diagnosticar e minorar nova onda de covid-19 no Amazonas;
  • omissão no monitoramento da demanda de oxigênio medicinal e na adoção de medidas eficazes e tempestivas para evitar seu desabastecimento;
  • realização de pressão para utilização de ‘tratamento precoce’;
  • demora na adoção de medidas para transferência de pacientes que aguardavam leitos;
  • e ausência de medidas de estímulo ao isolamento social.
Continue lendo

Brasil

Mãe de Henry Borel passa mal em presídio e é internada

Avatar

Publicado

em

Por

Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, foi encaminhada para atendimento médico na madrugada desta segunda-feira (12). A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro (Seap). Ela está presa no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, na Região Metropolitana.

De acordo com o órgão, Monique sentiu dores abdominais após urinar e solicitou atendimento médico. Ela foi encaminhada ao Hospital Penal Hamilton Agostinho, dentro do próprio Complexo Penitenciário de Gericinó.

Após ser diagnosticada com uma infecção urinária, a previsão é de que Monique siga internada por pelo menos três dias no local para acompanhamento e para receber a medicação recomendada.

Na quinta-feira (8), o vereador carioca Dr. Jairinho (sem partido), padrasto da criança, e Monique foram presos por suspeita de homicídio duplamente qualificado –com emprego de tortura e sem chance de defesa para a vítima –, por atrapalharem as investigações e por ameaçarem testemunhas para combinar versões.

Continue lendo

Brasil

Homem surta e faz comissária de bordo refém no Aeroporto de Guarulhos

Avatar

Publicado

em

Por

Na noite de domingo (11), um homem que se identificou como “soldado Resende” e estudante de medicina fez uma comissária de bordo da Gol refém no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Segundo informações de passageiros que estavam no terminal, o suspeito exigia a presença da Polícia Federal.

Após alguns minutos de tensão, ele foi preso e, a mulher, libertada sem ferimentos. Enquanto segurava a empregada da empresa aérea pelos braços, a ameaçava de morte com um objeto cortante rente ao pescoço, uma caneta. Ele exigia a presença da Polícia Federal (PF) e da “imprensa internacional”.

Em outro momento, dizia estar sendo ameaçado de morte e avisava a quem se aproximava que carregava uma bomba dentro da mochila. De acordo com pessoas que presenciaram a cena, o homem parecia transtornado. Não foi encontrado nenhum explosivo na mochila do mesmo.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus