Conecte-se conosco

Polícia

Jovem identificado como ‘Daniel’ é morto a tiros no Monte Sinai

Publicado

em

Um jovem identificado apenas como ‘Daniel’ foi morto a tiros na noite desta quinta-feira (30), na comunidade Monte Sinai, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

De acordo com os policiais militares da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a vítima foi morta no início da noite. Relatos iniciais informaram aos policiais que a vítima estaria em uma esquina, em uma região conhecida como ‘área do pica-pau’.

Foi quando homens não identificados chegaram e efetuaram vários disparos de arma de fogo. Os relatos também disseram para os policiais da 6ª Cicom, que Daniel teria um suposto envolvimento com o tráfico de drogas da região.

O jovem foi socorrido e levado por populares para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Galiléia, mas já chegou sem vida. Testemunhas mostraram um projétil que teria caído do corpo da vítima, na entrada da emergência.

O corpo foi levado para o necrotério da unidade de saúde e familiares fecharam as portas do local. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) e o caso será investigado pela Polícia Civil.

Com informações: A Crítica

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Destaque

Começa julgamento de acusado de matar adolescente de 17 anos, no Centro de Manaus, em 2019

Publicado

em

Por

O julgamento de Michael Saboia de Souza Xavier, acusado de matar Heloísa Medeiros da Silva, de 17 anos, no Centro de Manaus, começou nesta quinta-feira (18). O assassinato ocorreu em dezembro de 2019. O réu responde pelos crimes de feminicídio ocultação de cadáver.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), a 2.ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus começou o julgamento às 10h desta quinta. O número do processo é 0671090-67.2019.8.04.0001.

O julgamento, que está sendo presidido pela juíza de Direito Ana Paula de Medeiros Braga Bussulo, integra a programação da Semana Justiça pela Paz em Casa.

A promotora de justiça Clarissa Moraes Brito está representando o Ministério Público, com assistência da defensora pública Aline de Azevedo. O advogado Fabiano Cortez de Negreiros está atuando na defesa do réu.

Conforme o TJAM, foram convocadas oito testemunhas, entre acusação e defesa. A primeira testemunha é a delegada de polícia Cristiane Raquel Perimazze, plantonista da Delegacia de Homicídio no dia do crime e que atendeu a ocorrência.

O crime

De acordo com os autos, Heloísa Medeiros da Silva foi encontrada morta no dia 15 de dezembro de 2019, mas a perícia apontou que a morte dela ocorreu entre os dias 13 e 14.

As investigações mostraram que a vítima e o acusado se encontraram no dia 12 daquele mês, em um bar. Depois, eles seguiram para a residência da avó dele, situada na Rua Miranda Leão, no Centro de Manaus, local onde o corpo de Heloísa foi encontrado.

Segundo a perícia, a morte de Heloísa foi provocada por asfixia decorrente de ação contundente que gerou trauma na região raquimedular.

Suspeito do crime, Michel chegou a passar um período foragido, até ser preso, no Estado do Maranhão. Mas foi capturado e transferido para Manaus.

Nesta quinta, o TJAM listou os crimes pelos quais o homem responde. “O réu foi pronunciado pela Justiça como incurso nas sanções do art. 121 (matar alguém), parágrafo 2.º, incisos III (por asfixia) e VI (crime contra a mulher por razões da condição de sexo feminino), combinado com o parágrafo 2.º-A, inciso II (menosprezo ou discriminação à condição de mulher) e art. 211 (ocultação de cadáver), todos do Código Penal Brasileiro”, informou o tribunal.

Com informações: G1 Amazonas

Continue lendo

Polícia

Adolescente é apreendido suspeito de estuprar menina de 12 anos no bairro Alvorada, em Manaus

Publicado

em

Por

Um adolescente de 17 anos foi apreendido, em Manaus, suspeito de estuprar outra adolescente de 12 nos. O crime ocorreu na noite de domingo (14), no Centro Social Urbano (CSU) do bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste da capital. Segundo a polícia, o adolescente mordeu no pescoço da vítima e tocou nas partes íntimas da menina.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), registrado na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), policiais militares da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) apreenderam o adolescente, em flagrante.

Conforme a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 22h de domingo. Segundo a delegada, a vítima e o suspeito teriam marcado um encontro no CSU do bairro Alvorda, por meio das redes sociais.

No entanto, ao perceber que o adolescente estava tentando estupra-lá, a menina pediu socorro de outras pessoas que estavam no local.

A delegada Juliana Tuma, titular da Deaai, informou ao g1 que a vítima teria sido mordida no pescoço. Ainda segundo a delegada, o suspeito teria passado as mãos nas partes íntimas da menina.

Exames de corpo de delito confirmaram as agressões.

A Polícia Civil afirmou que o adolescente já teria passagem pela Deaai por um crime semelhante, que aconteceu em abril deste ano. Na época, o suspeito cometeu estupro de conjunção carnal com violência. A polícia não informou quem foi a vítima.

“Foi determinado, pelo Juizado, uma medida socioeducativa de internação. Em abril, já houve conjunção carnal com violência. Então, pelo histórico dele, o adolescente foi internado”, afirmou Juliana Tuma.

Na Deaai, foi lavrado um Auto de Apreensão em Flagrante de Ato Infracional (AFAI) análogo ao crime de estupro de vulnerável contra o adolescente. O Juizado Infracional determinou a internação do jovem.

Com informações: G1 Amazonas

Continue lendo

Polícia

Jovem é executado enquanto deixava esposa em parada de ônibus em Manaus Ele estava sendo monitorado por uma tornozeleira eletrônica

Publicado

em

Por

Pedro Henrique Marinho dos Santos, de 24 anos, foi executado a tiros nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (18), na rua Inverno, no bairro Braga Mendes, na Zona Norte da capital.

De acordo com as informações preliminares repassadas à polícia, Pedro estava indo levar a esposa na parada de ônibus, quando o casal foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta, de placa e modelo não identificados, que, ao se aproximarem da vítima, efetuaram seis disparos de arma de fogo em sua direção.

Após a ação criminosa, a dupla fugiu sem ser identificada. A vítima morreu na hora. Segundo a perícia, os disparos atingiram a cabeça de Pedro.

Na ocasião do crime, o jovem usava uma bermuda preta, uma blusa de mangas compridas na cor branca. Ele estava sendo monitorado por uma tornozeleira eletrônica, o que indica que a vítima já tinha passagem pela polícia.

Devido as características do crime, e a vida pregressa da vítima, a polícia não descarta a motivação do crime por acerto de contas.

Porém, somente após as investigações da Delegacia Especializada Em homicídios e Sequestros (DEHS) será possível identificar o que motivou a execução, assim como quem foram os autores dos disparos.

O corpo de Pedro foi removido e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), para passar pelos procedimentos de necropsia, após isso será liberado para a família para que seja feito o funeral.

Com informações: Em Tempo

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2022 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus