Por Krishnamurti Góes Dos Anjos

As crônicas deste livro vão sendo definidas e mapeadas sorrateiramente, e o leitor permanece enredado pela linguagem. Tanto no nível sentimental quanto no nível analítico há o tratar de sentimentos e percepções sensórias.

Como um patamar não atrapalha o outro, eles se fazem interdependentes. E as crônicas acabam resultando na expressão sincera da consciência de um dado evento ou memória, seja ele problema grave ou questão banal. O resultado é a emissão de um ‘parecer’ com elementos críticos racionais e emoção, via de regra temperados com boa dose de humor ou sarcasmo.

Positivamente os personagens da senhora Beatriz Aquino estão habituados a saltar de um desses níveis a outro sorrateiramente (fugindo da reificação e evitando sentimentalismos), sem aviso para o leitor, que conclui a leitura do volume completamente atônito, porém mais humano.
|
Projeto de capa: Maurício Barbosa.

Finalização e diagramação: Ricardo Paixão.
Lançamento em breve.

EDITORA PENALUX

www.editorapenalux.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Chega a quatro o número de suspeitos presos pelo assassinato de sargento da PM em Manaus

Outros dois homens – um de 27 e outro de 20 – foram presos no fim da tarde des…