Conecte-se conosco

Cultura e Entretenimento

Lançamento Penalux: “Tardes de Espelho Para Vida de Menino”, coletânea do poeta Márcio de Souza Bernardes

Avatar

Publicado

em

Tardes de Espelho para Vida de Menino é a coletânea de estreia do poeta Márcio de Souza Bernardes, autor que já participou de outras publicações coletivas. Trata-se de um livro de poesia contemporânea que mescla estilos poéticos e dialoga com referências literárias como Fernando Pessoa, Mário Quintana, Paulo Leminski, Millôr Fernandes, entre outros.

Dividido em três partes – Tardes de Espelho para Vida de Menino, Viajem!, e Gramática do Tempo – o livro desfila entre as contemplações líricas, buscando figuras, imagens e alegorias de três fases da vida: a infância, a juventude e a maturidade, cada uma com suas contemplações próprias, com temas diversificados permeados pela questão existencial.

“A obra está inserida na poesia contemporânea”, diz o autor, “a qual busca, a partir de um estilo mais livre, questionar, inquietar e, sobretudo, deslocar o olhar para novas facetas do cotidiano”.

Para Bernardes, o livro apresenta observações sobre diversas cenas da vida, feitas pelo menino-poeta (projetando e criando mundos e futuros) e o poeta-menino (rememorando, reconstruindo e refletindo sobre passado), como um espelho. “A obra abusa da polissemia, das metáforas e das alegorias”, explica o poeta. E completa: “São poemas que permitem uma abertura de sentidos, possibilitando camadas interpretativas, provocando o leitor a refletir sobre infância e maturidade. Poemas que tentam provocar a criança em cada um (já qualificada e ressignificada pelas lentes da vida adulta) a olhar para o adulto presente. Ao mesmo tempo, é também um convite para o adulto presente olhar para a infância e para o caminho percorrido entre estes dois períodos da vida”, finaliza.

No texto de apresentação, o escritor de Orlando Fonseca destaca: “Neste espelho, o poeta nos desenha em versos, com tintas de fantasia e memória as imagens da infância. Mas a infância como repositório de signos de identidade. O privilégio da poesia é conceder ao portador do espelho retrovisor a habilidade de fundir imagens, deslocar sentidos e figurar o mundo em novidade. A vida em seus acertos e desacertos, a imagem como desconcerto para engendrar experiência inusitada. A pandorga e o voo imaginado, o barquinho de papel e o imprevisto do naufrágio; a tristeza do palhaço e a vertigem dos trapézios e, no fim das contas, o mistério como provocação permanente. Enfim, só a arte – em especial a poesia – é capaz de nos devolver a imaginação sem trégua das crianças, a fim de podermos disfarçar o menino que haveremos de ser”.

A crítica e poeta Alexandra Vieira de Almeida, em sua resenha sobre a obra, avalia a poesia de Márcio de Souza Bernardes como uma escrita que “traduz a gramática do inusitado, sem deixar de lado a simplicidade do canto lírico ao nos revelar uma poética que se elabora e se conjuga na atemporalidade das coisas nobres e mais propensas a serem rememoradas, recortando o real pelo seu lado mais clarificante e não obscuro. Uma poesia que requer o olhar atento do leitor mais exigente, que busca por uma poesia que traduz o encanto e a beleza dos momentos raros e inigualáveis da experiência de um ser em constante ebulição e irradiação como os raios do sol no seu sonoro expandir-se”.

Abaixo, um poema que integra o livro:

Meninices

Hoje nem sei por onde anda

o menino que fui

nem por qual vento flutua

a minha pandorga colorida.

Em que cais ancoraram

meus barquinhos de papel?

Com que matéria forjei

a espada dos sonhos

nas cruzadas infinitas da infância?

Hoje nem lembro

quantas vezes me desperdicei

e quantas vezes disfarço

o menino que eu serei.

Sobre o autor

Nascido em 05 de junho de 1974, na cidade de Pelotas, RS, adotou e foi adotado por Santa Maria, ainda no início da adolescência, onde descobriu suas paixões pelas letras e pela música. Participou de algumas obras coletivas como Ponto de Cinema, Crônicas e Poesias de Bar (1999); Ponto de Cinema, Crônicas e Poesias de Bar, tomo II (2001), O Maquinista Daltônico, poesias (2007). É bacharel em Direito pela UFSM (2000), doutor em Direito pela UFSC (2017), pesquisador, professor universitário e advogado, dedicando-se as áreas de constitucionalismo, direitos humanos e direito ambiental.

 Serviços

Tardes de espelho para vida de menino, Márcio de Souza Bernardes – poesia (88 p.), R$ 38 (Penalux, 2019).

Link para compra:

https://www.editorapenalux.com.br/loja/tardes-de-espelho-para-vida-de-menino

 

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura e Entretenimento

Viciado em crack e maconha, ex-integrante do Raça Negra volta às ruas

Avatar

Publicado

em

Por

Café, ex-músico do grupo Raça Negra, voltou a morar nas ruas do Rio de Janeiro. De acordo com reportagem do Câmera Record, o artista tomava conta de carros e usava drogas. A informação é do site Metrópoles. (mais…)

Continue lendo

Cultura e Entretenimento

MISTÉRIO: figura de Bolsonaro aparece no corpo de Luisa Sonza e intriga internautas

Avatar

Publicado

em

Por

A cantora Luisa Sonza causou rebuliço nas redes sociais após publicar uma foto de costas e deixar em evidência o cotovelo. Internautas afirmaram ter visto o rosto do presidente Jair Bolsonaro no cotovelo da artista, que se separou de Whindersson Nunes recentemente. A informação é do site Metrópoles.

(mais…)

Continue lendo

Cultura e Entretenimento

Através do lettering, fotógrafas do AM mandam mensagem de carinho e esperança à sociedade

Avatar

Publicado

em

Por

O Projeto idealizado pela fotógrafa Erika Rios, consistiu em unir 20 Fotógrafas no estado do Amazonas para enviar uma mensagem de carinho e esperança à familiares, amigos e clientes.

Através do lettering, que é a arte de desenhar letras, cada fotógrafa criou à seu modo , estilo e criatividade, a palavra que compunham a frase: “ É tempo de esperança e de acreditar que dias melhores virão. E quando estes dias chegarem, estaremos aqui para registrar seus melhores sorrisos e momentos.”

Fotografas que participaram da mensagem em ordem de apresentação : Morgana Rodrigues, Dhyenefer Rodrigues, Paula Moraes, Aline Fidelix, Renata Macedo, Fúlvia Pimentel, Camila Batista, Nara Nascimento, Glenda Negreiros, Cláudia Higuchi, Mariana Rebouças, Simone Brandão, Kamila Souza, Larissa Pedroso, Raiane Mendes, Joyce Martins, Diane D’ouro, Selma Carvalho, Erika Rios, Samara Vieira.

Com informações: Claudia Higuchi

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus