Conecte-se conosco

Manaus

Mãe que abandonou recém-nascida em telhado de casa dá entrada em cadeia de Manaus

Avatar

Publicado

em

A mulher de 23 anos que abandonou a filha, recém-nascida, no telhado de uma casa na manhã de terça-feira (26), em Manaus, deu entrada no Centro de Detenção Provisório Feminino de Manaus (CDPF) na tarde desta quarta-feira (27).

A criança ficou abandonada no local por mais de oito horas, segundo a Polícia Civil. A mãe foi presa horas depois. A defesa dela disse à Rede Amazônica que a mulher sofre de depressão.

De acordo com a polícia, a mulher teve criança por volta de 2h desta terça (26), mas o bebê só foi encontrado por volta de 10h30.

De acordo com a delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Joyce Coelho, após ser presa, a mulher disse que não sabia que estava grávida, mas a polícia não acredita na versão dela, devido ao tempo de gestação apontada por um médico. Joyce informou que ela tomou uma medicação para abortar a criança, o que acabou precipitando o parto.

Ainda segundo a delegada, a polícia ainda investiga uma pessoa que teria fornecido o remédio para a mulher e a orientou fazer o aborto da criança. As orientações foram repassadas à suspeita por meio de mensagens, conforme a delegada.

A mulher deve responder pelos crimes de aborto tentando e homicídio tentado. Ela foi encaminhada para uma maternidade da cidade, para receber atendimentos necessários, antes de ser encaminhada para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) do sistema prisional, onde ficará a disposição da Justiça.

A criança, de acordo com a delegada Joyce Coelho, será encaminhada para uma instituição de acolhimento, o ocorrido será comunicado ao Juizado da Infância e Juventude Cível, para decidir quem ficará com a guarda da criança.

Matéria completa: G1 Amazonas https://glo.bo/2XaeDWs

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Primeira reunião de transição é marcada por cooperação técnica na Prefeitura de Manaus

Avatar

Publicado

em

Por

Integrantes das equipes da comissão de transição da Prefeitura de Manaus, da gestão do atual prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) e do prefeito eleito David Almeida (Avante), realizaram, nesta quinta-feira (03), o primeiro encontro para alinhamento dos dados. Após a reunião, os coordenadores das equipes concederam coletiva à imprensa no auditório Isabel Victoria de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, na sede da Prefeitura de Manaus, bairro Compensa, Zona Oeste, e destacaram que o processo será feito de forma técnica e cooperativa.

Para o procurador-geral do município, Rafael Albuquerque, a primeira reunião foi um exemplo daquilo que o prefeito Arthur Neto estima para a transição. “O processo será feito de forma transparente, de acordo com aquilo que determina a lei. Tivemos uma excelente sinergia entre as equipes, em que pudemos apresentar todo o Planejamento Estratégico Manaus 2030, assim como as informações de toda a rede de assistência à atenção básica e políticas de combate à Covid-19, infraestrutura e mobilidade, para que, ao final, haja o trabalho de continuidade da melhoria da cidade”, explicou.

Coordenador da equipe do prefeito eleito, David Almeida, o procurador do Estado Tadeu de Souza Silva ressaltou que o trabalho não é uma auditória, mas um processo colaborativo. “Agradeço, primeiramente, a forma como fomos recebidos na Prefeitura de Manaus. Nessa primeira reunião, já tivemos acesso a diversas informações necessárias para iniciarmos a transição governamental. A equipe do atual prefeito já vinha trabalhando para apresentar da melhor forma todos os relatórios determinando por lei à nossa comissão”, comentou.

Entre os assuntos comentados pelos membros de transição de ambas as equipes, estava a saúde fiscal e financeira do município. “Manaus é uma cidade-Estado e tem muita complexidade em sua estrutura. Claro que a parte de finanças é muito importante, mas, seguindo proposta do Dr. Tadeu, faremos segmentação dos trabalhos com subcomissões temáticas, como a política educacional em tempos de pandemia, a de infraestrutura e mobilidade, a de saúde e a que tratará de políticas especificas de enfrentamento à Covid-19. Tudo isso, como determina o prefeito Arthur, e com a expertise da equipe técnica do prefeito eleito, que tem o objetivo de dar amplo conhecimento das políticas desenvolvidas pela atual gestão, para que a próxima saiba dar a tônica da continuidade”, comentou Rafael Albuquerque.

O procurador estadual também destacou que, devido ao impacto no calendário eleitoral, a comissão tem a obrigação de fazer a organização e sistematização em um período muito curto. “Eu irei tomar a iniciativa de fazer uma exposição de motivos ao presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) em um requerimento para que a gente consiga uma ampliação no prazo de conclusão e entrega dos relatórios. De regra, a resolução prevê a entrega em até cinco dias após a posse do novo prefeito”, completou Tadeu de Souza, destacando as agendas setoriais para celeridade nos trabalhos.

A equipe da Comissão de Transição de Governo é responsável por transmitir à equipe do prefeito eleito eleito, a fim de orientá-lo na preparação dos atos e iniciativas de sua gestão, os processos e documentos sobre o funcionamento dos órgãos e entidades da Administração Pública Municipal, informações sobre as dívidas ativas do município, a regulação das contas perante o TCE, a situação dos convênios celebrados com a União e o Estado, contratos de permissionários e concessionárias de serviço público, contratos de obras e serviços, projetos de lei em curso na Câmara Municipal e o número de cargos e funções no serviço municipal.

A participação dos membros na Comissão não é remunerada, sendo seu exercício considerado de relevante interesse público, e os trabalhos se encerrarão com a posse do prefeito eleito.

Equipe de transição do governo Arthur Neto:

1. Rafael Albuquerque Gomes de Oliveira, Procurador-Geral do Munícipio, coordenador;

2. Arnaldo Gomes Flores, Controlador-Geral do Município – membro;

3. Mariza da Rocha Barreto Gentil, secretária municipal de Finanças e Tecnologia da Informação – membro;

4. Lucas Cézar José Figueiredo Bandiera, secretário municipal de Administração, Planejamento e Gestão – membro;

5. Marcelo Magaldi Alves, secretário municipal de Saúde – membro;

6. Luiz Alberto Carijó de Gosztonyl, secretário Extraordinário – membro;

7. Fábio Augusto Alho da Costa, diretor-presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus – membro;

8. Aldemara Kimura de Menezes – subsecretária de Assuntos Legislativos da Casa Civil – membro.

 

Equipe de transição do governo David Almeida:

1. Tadeu de Souza Silva, procurador do estado;

2. Luiz Gonzaga, auditor fiscal de tributos estaduais da Sefaz-AM;

3. Clécio Freire, auditor de controle externo do TCE-AM;

4. Alessandro Moreira, engenheiro químico analista do Tesouro estadual da Sefaz-AM;

5. Célio Bernardo, auditor técnico de controle externo do TCE-AM;

6. Emerson Quaresma, jornalista que foi coordenador da comunicação da campanha de David

7. Sabá Reis, ex-deputado estadual;

8 Luis Cláudio Cruz, médico cardiovascular;

9. Renato Frota Magalhães, primeiro secretário do diretório estadual do Avante;

10. Ebenezer Albuquerque Bezerra, auditor técnico de controle externo do TCE, advogado e vice-presidente do Avante Amazonas;

11. Dulcinea Ester de Almeida Motta, professora concursada da Seduc;

12. Regina Fernandes, ex-secretária de Estado de Assistência Social;

13. José Arnaldo Grijó, contador com especialização em auditoria fiscal e tributária.

Continue lendo

Destaque

David tem 22 pontos de vantagem sobre Amazonino e deve ser eleito prefeito no próximo domingo

Avatar

Publicado

em

Por

Nova pesquisa da Record TV Manaus apontou vantagem larga de David, que tem 61% dos votos válidos, contra 39% do seu adversário_

A eleição para a Prefeitura de Manaus parece estar decidida. A três dias poucos dias do pleito, pesquisa da Real Time Big Data, encomendada pelo Record TV Manaus, divulgada nesta quinta-feira (26), aponta vitória do candidato David Almeida (Avante). Ele lidera a corrida eleitoral para o segundo turno, em Manaus (AM), com 61% das intenções de voto, contra 39% do candidato Amazonino Mendes (Podemos), na contagem de votos válidos, uma vantagem de 22 pontos.

Na pesquisa estimulada, David aparece 48% das intenções de voto, contra 31% do candidato do Podemos, brancos e nulos figuram com 13%, enquanto outros 8% não sabem ou não responderam.

A pesquisa aponta que David também leva vantagem a respeito da rejeição, já que foi citado por 28% dos entrevistados neste cenário, e Amazonino por 43%. Dos entrevistados, 16% não votariam em nenhum dos candidatos, 9% poderiam votar em ambos e os outros 4% não sabem ou não responderam.

Encomendada pela Record TV, a pesquisa ouviu 850 pessoas entre os dias 22 e 25 de novembro, apresenta uma margem de erro de 3 pontos percentuais e possui um nível de confiança de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo AM03676-2020.

Entrevista

No mesmo programa em que a pesquisa foi divulgada, David garantiu que a partir de janeiro vai acabar com as mordomias dos caciques políticos na esfera do Executivo municipal. Segundo ele, velhos políticos estão desesperados, diante dos números revelados por todas as pesquisas sobre intenção de voto, porque as avaliações revelam que a população acordou e já não aceita mais mentiras, factoides e jogos de cenas, promovidos com o claro objetivo de ludibriar a opinião pública e lhes assegurar o poder a qualquer preço.

“Eles (caciques) já tentaram me cooptar três vezes. Eles estão desesperados porque têm consciência de que o que está em jogo é o fim de uma era”, destacando que Eduardo Braga (MDB), Arthur Neto (PSDB) e Amazonino Mendes, estão juntos, como sempre estiveram, porque “um sempre encobre o que o outro fez”.

Continue lendo

Amazonas

David apresenta propostas, e Amazonino insiste em ataques durante debate na TV Norte

Avatar

Publicado

em

Por

O debate desta quarta-feira (25), promovido pela TV Norte Amazonas/SBT entre o líder das pesquisas na disputa pela Prefeitura de Manaus, David Almeida (Avante), e o seu adversário, Amazonino Mendes (Podemos), serviu para mostrar quem tem propostas, quem quer discutir Manaus, do presente para o futuro, e quem está perdido na estrada e acha que ainda dá para enganar o eleitor com jogos de cena.

O despreparo do candidato Amazonino chamou a atenção até da produção do programa, que por diversas ocasiões teve de interromper a fala do candidato que não cumpria com o tempo determinado. Sereno e confiante, como de costume, o candidato da coligação Avante Manaus, David Almeida, pontuou algumas propostas e driblou o adversário, Amazonino Mendes, que, de forma deplorável, limitou-se a repetir insistentemente uma única frase, querendo fazer colar no seu adversário a imagem do governador Wilson Lima.

“Candidato, não baixe o nível desse debate. A população espera que nós apresentemos propostas e soluções para seus problemas e da nossa cidade e não ataques sem fundamentos e falsos”, disse David, que, apesar de ser alvo de Amazonino, disse respeitar a trajetória de seu adversário em seus anos de política.

Visivelmente sem propostas e balbuciando manifestações vagas, vazias e desprovidas de significado prático, a não ser o de desconstruir o seu adversário e tentar confundir o eleitor, Amazonino protagonizou cenas deprimentes na hora do almoço e, mais uma vez, deixou claro que já não dispõe da capacidade necessária para comandar o futuro de uma metrópole como Manaus.

Ao ser questionado sobre água e saneamento básico por David, o candidato do Podemos disse ter vendido a Cosama, empresa que era do Governo do Amazonas, mas que Amazonino privatizou quando foi governador, motivo pelo qual os manauaras pagam uma das tarifas mais caras do Brasil.

Propostas – Apesar da enxurrada de ataques, David fez questão de falar sobre suas propostas e Plano de Governo para Manaus. O candidato iniciou a sua participação reafirmando o compromisso de reestruturar a rede municipal de saúde, para fazer com que o cidadão mais desassistido possa ter acesso fácil e seguro à saúde.

Ele deixou claro que a saúde é uma das prioridades da gestão David Almeida e Marcos Rotta, por essa razão, a partir de janeiro de 2021, vai iniciar o desenvolvimento de ações para começar a resolver o problema de demanda registrado hoje na baixa complexidade.

“Vamos construir seis Unidades Básica de Saúde (UBS’s), de nível 3, que vão funcionar como mini hospitais, nos seis primeiros meses da nossa gestão, para começar a solucionar esse problema de falta de assistência primária, bem como trabalhar para zerar as filas existentes hoje, reunindo milhares de pessoas à espera de exames e consultas”, disse ele, destacando, ainda a construção de um Hospital Dia e de um moderno Parque de Imagens.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus