Conecte-se conosco

Cidades

Manaus é a 5ª entre as maiores cidades com piores indicadores de saneamento básico do país

Avatar

Publicado

em

Esgotos de Manaus

Manaus é a 5ª entre as maiores cidades brasileiras com piores indicadores de saneamento básico do país. Na capital amazonense, somente 10,18% do esgoto é coletado e apenas 23,80% é tratado. A maior parte do volume de esgoto é despejada diretamente nos igarapés, lagos e no Rio Negro. É o que aponta um novo estudo do Instituto Trata Brasil, divulgado nesta semana.

O estudo é realizado com base nos dados mais recentes do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). Os dados são referentes ao ano de 2016, mas foram divulgados apenas em 2018. O levantamento traça um panorama das 100 maiores cidades do Brasil.

Segundo o Instituto Trata Brasil, Manaus tem um dos dez piores indicadores de saneamento básico, que englobam fornecimento de água, coleta e tratamento de esgoto. A capital amazonense recebeu nota 2,56 na avaliação, que vai de 1 a 10.

O indicador de coleta de esgoto, que também avalia quanto da população tem acesso ao serviço, demonstrou as fragilidades do saneamento básico em Manaus. Em relação à coleta de esgoto, os dez municípios com mais deficiência são:

  • Ananindeua 0,75%;
  • Porto Velho (RO) 3,39%;
  • Santarém (PA) 4,29%;
  • Macapá (AP) 8,91%;
  • Manaus (AM) 10,18%;
  • Belém (PA) 12,62%;
  • Jaboatão dos Guararapes (PE) 18,95%;
  • Rio Branco (AC) 22%;
  • Teresina (PI) 23,49%;
  • Aparecida de Goiânia (GO) 24,93%;

Principais indicadores de Manaus

  • 87,79% da população tem acesso à água potável
  • 88,20% da população tem atendimento urbano de água
  • 10,18% indicador de atendimento (coleta) total de esgoto
  • 10,23% indicador de atendimento (coleta) urbano de esgoto
  • 23,80% indicador de esgoto tratado por água consumida
  • 71,85% indicador de perdas do faturamento de 2016
  • 73,12% indicador de perdas do faturamento de 2015

A maior parte do esgoto de Manaus vai parar nas galerias fluviais e é lançada nos igarapés que cortam a cidade, sendo despejada sem qualquer tratamento no Rio Negro. O resultado desse processo é o aumento de cursos d’água poluídos e problemas de saúde pública.

Saneamento Básico

Foto: Divulgação

“Existem locais que têm cerca de 1,4 milhão de colônias de coliformes fecais. Isso está fora de qualquer realidade, unicamente por falta de saneamento básico na cidade de Manaus”, afirmou Sergio Bringel, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) que estuda os impactos da ausência de tratamento de água e esgoto.

Na área urbana as principais preocupações são com as hepatites A e E, com as parasitoses intestinais e doenças causadas por fungos.

Na capital do Amazonas, o abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto são de competência da concessionária Manaus Ambiental. A empresa surgiu da parceria entre o Grupos Águas do Brasil e Solví – Soluções para a Vida. Desde o dia 17 de maio de 2012, a concessionária atua nos serviços de tratamento e distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto, em Manaus.

 

*Com informações: Portal G1

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Durante a madrugada, Governo do Estado recebe oxigênio para hospitais de Manaus

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Divulgação

A Força Aérea Brasileira (FAB) desembarcou, na madrugada desta sexta-feira (15), 6 mil litros de oxigênio líquido da empresa White Martins, fornecedora do Governo do Estado. A carga, que veio de São Paulo, veio em 6 isotanques de mil litros e vai ser distribuída nos hospitais da rede estadual pela manhã.

Os insumos estão sendo transportados ao longo da semana da cidade de Guarulhos (SP) e chegarão a 22 mil metros cúbicos de oxigênio.

Uma força tarefa do Executivo Estadual e do Ministério da Saúde atua desde a semana passada em uma operação conjunta para viabilizar a chegada de oxigênio da White Martins de outros lugares. O plano mantém uma ponte aérea entre São Paulo e Manaus enquanto houver necessidade de abastecimento da rede.

Além da quantidade desta madrugada, outros 200 cilindros chegaram na terça-feira (12) e uma remessa de 150 cilindros foi entregue na última quarta-feira (13/01). Outros 25 mil metros cúbicos em isotanques também estão na programação de voos desta semana da FAB, partindo do aeroporto de Guarulhos.

Desde a última sexta-feira (08/01), a força-tarefa sob o comando da Defesa Civil do Amazonas atua no transporte de oxigênio de Belém, Brasília e Guarulhos.

Apreensões e solidariedade

Também na quinta-feira, duas operações das Forças de Segurança do Estado apreenderam cilindros de oxigênio que foram distribuídos às unidades.

Em uma delas foram apreendidos 26 cilindros carregados de oxigênio e sete vazios. As cápsulas foram distribuídas para quatro unidades de saúde da rede estadual – Hospital Beneficente Português, Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), SPA do São Raimundo e SPA do Coroado.

Numa segunda operação, à noite, foram apreendidos 45 cilindros, 28 deles carregados e 17 vazios. O material estava em uma embarcação no Porto de São Raimundo. As cápsulas foram distribuídas em sete unidades.

Solidariedade

Uma ação solidária de um grupo de amigos voluntários que adquiriram cilindros de oxigênio também ajudou a garantir o insumo em algumas unidades durante a noite.

 

*Com informações de assessoria

Continue lendo

Cidades

Enfermaria de campanha começa a ser montada no hospital Delphina Aziz

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Carlos Soares / SSP-AM

O Amazonas recebeu na quinta-feira (14/01) mais de 20 toneladas de material para instalação de uma enfermaria de campanha, que funcionará na área externa do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz. O trabalho é uma ação integrada entre o Governo do Estado, Governo Federal e Forças Armadas.

Os primeiros contêineres descarregados na quinta-feira continham tendas, leitos, macas, equipamentos hospitalares e instrumentos para montagem de uma miniusina de oxigênio para atender a nova estrutura.

Quando finalizada, a enfermaria de campanha contará com 60 leitos clínicos. Equipes do Exército realizam a montagem da estrutura desde a tarde de quinta-feira, com previsão de entrega no início da próxima semana.

Com a nova estrutura, o objetivo é aumentar a oferta de atendimentos na unidade de saúde, devido ao crescimento no número de internações no estado. Os leitos serão instalados em módulos de hospitais de campanha do Exército e Aeronáutica.

A estrutura dos leitos de enfermaria será disponibilizada e montada pelo Governo Federal, e a gestão dos profissionais será feita pelo Governo do Amazonas, em parceria com o Ministério da Saúde. O titular da SES-AM, Marcellus Campêlo, ressaltou o apoio do Governo Federal nas ações para reforçar os atendimentos na pandemia, classificando como fundamental.

“Essa força que estamos tendo do Ministério da Saúde, Sírio-Libanês, da Força Nacional, com as nossas equipes de saúde, vai tornar a nossa rede mais preparada, inclusive, para quando terminar esse período mais crítico da pandemia, conseguirmos ter uma rede coesa, forte e também conectada com o município de Manaus”, ressaltou Campêlo.

 

*Com informações de assessoria 

Continue lendo

Cidades

Em fim de semana, vereador Wanderley Monteiro visita comunidades que sofrem com bueiros entupidos

Avatar

Publicado

em

Por

O vereador tem aceitado convites da população para visitar as comunidades quem têm sofrido com as alagações devido à obstrução de bueiros - Foto: Divulgação

Há dez dias cumprindo seu mandato, o vereador Wanderley Monteiro (Avante) têm aceitado convites da população que o procura, por meio de suas redes sociais, para visitar as comunidades quem tem sofrido com as alagações devido à obstrução de bueiros. As demandas tem aumentado por causa das fortes chuvas desse período. (mais…)

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus