Conecte-se conosco

Destaque

Maus Caminhos: Justiça Federal condena réus envolvidos no desvio de recursos da saúde no AM

Avatar

Publicado

em

Maus Caminhos

A Justiça Federal condenou quatro réus da operação Maus Caminhos pelos crimes de organização criminosa e obstrução de investigação, a partir de denúncia do Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas. As penas somadas totalizam 36 anos e dois meses de reclusão, além do pagamento de multa para cada um dos réus condenados.

O grupo foi denunciado em 2016 por envolvimento no esquema de desvio de recursos do sistema público de saúde do Amazonas.

O médico Mouhamad Moustafa, apontado na denúncia como líder do grupo, foi condenado pelos crimes de organização criminosa e obstrução de investigação a 15 anos e quatro meses de prisão e ao pagamento de 800 dias-multa. Para cada dia, é fixado o valor de cinco salários mínimos. A multa imposta a Mouhamad ultrapassa R$ 3,8 milhões.

Priscila Marcolino Coutinho, apontada como chefe do núcleo financeiro do grupo, foi condenada pelos crimes de organização criminosa e obstrução de investigação a 12 anos e oito meses de prisão e ao pagamento de 599 dias-multa. Também parte da cúpula da organização, a enfermeira Jennifer Naiyara Yochabel Rufino Correa da Silva foi condenada pelos mesmos crimes a três anos e dez meses de prisão e ao pagamento de 173 dias-multa. A pena inicial de Jennifer foi reduzida em razão de acordo de colaboração premiada celebrado com o MPF.

O empresário Alessandro Viriato Pacheco foi condenado pelo crime de organização criminosa a quatro anos e quatro meses de reclusão e ao pagamento de 160 dias-multa.

A sentença ainda determina a perda de bens apreendidos com os réus, destinando-os em favor da União. A lista de itens inclui pelo menos 20 automóveis, cinco imóveis, uma aeronave Cessna XLS 500, uma lancha, dinheiro em espécie, computadores, telefones celulares, relógios de pulso, sapatos e bolsas de grife, joias, garrafas de vinho e obras de arte.

Ainda cabe recurso da decisão. A ação penal segue tramitando na 4ª Vara Federal do Amazonas, sob o número 0000041-09.2017.4.01.3200.

Maus Caminhos

Em 2016, a Operação Maus Caminhos desarticulou um grupo que desviava recursos públicos por meio de contratos firmados com o governo do estado para a gestão de três unidades de saúde em Manaus, Rio Preto da Eva e Tabatinga, feita pelo Instituto Novos Caminhos (INC), instituição qualificada como organização social.

As investigações que deram origem à operação demonstraram que dos quase R$ 900 milhões repassados, entre 2014 e 2015, pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS) ao Fundo Estadual de Saúde (FES), mais de R$ 250 milhões teriam sido destinados ao INC. A apuração indicou o desvio de R$ 50 milhões em recursos públicos, além de pagamentos a fornecedores sem contraprestação ou por serviços e produtos superfaturados, movimentação de grande volume de recursos via saques em espécie e lavagem de dinheiro pelos líderes da organização criminosa. Até agora, cerca de 30 ações penais resultantes da operação Maus Caminhos já foram ajuizadas pelo MPF na Justiça Federal.

As operações Custo Político e Estado de Emergência, que são desdobramentos da Maus Caminhos, mostraram, ainda, o envolvimento de agentes públicos e políticos da alta cúpula do Executivo estadual, entre eles o ex-governador José Melo, em um esquema de propina criado para acobertar e colaborar com os desvios feitos pelo grupo que geria as unidades de saúde, liderado pelo médico Mouhamad Moustafa.

*Com informações da assessoria

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Jovem é morto a tiros na zona leste de Manaus

Avatar

Publicado

em

Foto: Divulgação

No início da tarde desta quinta-feira (29), um homem identificado como Thiago Kelvin Gomes de Souza, de 20 anos, foi morto com vários disparos de arma de fogo efetuados por um possível justiceiro. A ocorrência ocorreu na Avenida Cosme Ferreira, zona leste de Manaus.
.
Segundo informações, durante tentativa de assalto, homem que pilotava a moto foi baleado e o comparsa que estava na garupa conseguiu fugir. O mesmo morreu ainda no local. No aguardo do IML.

*Mais informações em instantes
Continue lendo

Destaque

Esfaqueamento no interior de uma igreja deixa três mortos, em Nice

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: REUTERS/Eric Gaillard

Pelo menos três pessoas morreram e várias ficaram feridas, em um esfaqueamento, ocorrido na cidade francesa de Nice. O ataque aconteceu na manhã de hoje (29), em uma igreja. O autor do ataque foi detido. O departamento francês anti-terrorismo foi já chamado para investigar o caso tratado como assassinato e tentativa de assassinato.

O prefeito de Nice, Christian Estrosi, anunciou que o suspeito foi detido e que tudo aponta para um ataque terrorista. Enquanto era detido, o homem gritou “Deus é Grande”. Ele foi levado para um hospital com ferimentos de bala, decorrentes do momento da detenção.

Já o ministro do Interior informou que haverá uma reunião de crise devido ao acontecimento. O prefeito de Nice disse ainda que o Presidente Emmanuel Macron irá à cidade, ainda nesta quinta-feira.

Duas das vítimas teriam falecido na Igreja. Uma delas teria sido degolada. Uma pessoa ferida fugiu para um bar nas proximidades, mas também morreu, de acordo com uma fonte policial citada pela Agência France Press. O ataque ocorreu por volta das 9h (5h em Brasília) perto da igreja Notre-Dame, quando começava a missa da manhã.

Não há ainda informação sobre os motivos deste ataque em Nice, mas a polícia fala de uma situação grave, com explosões conduzidas pela polícia, durante a operação.

Professor morto

O ataque ocorre no momento em que a França ainda tem presente na memória a morte de um professor, Samuel Paty, alegadamente decapitado por ter mostrado, em sala de aula, caricaturas de Maomé que tinham sido publicadas pelo Charlie Hebdo e que motivaram à época ataques terroristas.

O prefeito de Nice considera que “13 dias depois do ataque a Samuel Paty, o nosso país não pode mais se contentar com as leis de paz para destruir o fascismo islâmico”.

Pandemia

O ataque ocorreu enquanto a Assembleia Nacional discutia o confinamento para combater a pandemia do novo coronavírus. A Assembleia fez um minuto de silêncio em solidariedade às vítimas e seus parentes.

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, saiu às pressas da Assembleia Nacional para se dirigir à unidade de crise. O Presidente francês, Emmanuel Macron, também marcou presença na reunião, anunciou o palácio do Eliseu.

Nice esteve foi palco, em 2016, de um ataque que deixou 86 mortos na famosa avenida Promenade des Anglais, em 14 de julho, em pleno feriado nacional.

 

*Fonte: RTP

Continue lendo

Destaque

Lembrado hoje, Dia Mundial do AVC serve de alerta à população

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Segunda principal causa de morte no Brasil, o acidente vascular cerebral (AVC) é lembrado hoje (29), em data especial, que serve de alerta à população. O Dia Mundial do AVC chama atenção para a quantidade de pessoas que o derrame, como é mais comumente chamado, acomete e também para os efeitos incapacitantes que pode provocar, motivo por que a campanha busca incentivar a adoção de comportamentos preventivos.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, somente em 2017 foram registradas 101,1 mil mortes decorrentes da doença. Em levantamento encaminhado à Agência Brasil, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) destaca que, entre 1º de janeiro deste ano até o dia 16 de outubro, 78.649 pacientes com AVC foram a óbito. Os números se distinguem pouco da soma do ano passado, de 79.984 casos.

Desse total apurado pela entidade, 50.201 ocorreram durante os sete primeiros meses da pandemia de covid-19, patamar que se assemelha ao registrado no mesmo período em 2019, de 60.400 ocorrências. Conforme destaca a SBC, a queda de 16,8% se explica porque muitas pessoas acabaram morrendo em casa, durante a crise sanitária, o que impediu que os profissionais de saúde identificassem as verdadeiras causas de falecimento.

Os grupos entre os quais mais se confirmaram óbitos por AVC foram homens com idade entre 70 e 79 anos e mulheres com idade entre 80 e 89 anos. Em seguida, aparecem homens na faixa de 80 a 89 anos e mulheres de 70 a 79 anos, todos dados que demonstram que a idade é um fator que influencia nas chances de se desenvolver o quadro.

Como para outras doenças cardiovasculares, há fatores de risco que podem ser controlados e, portanto, reduzir a vulnerabilidade a elas, como o sedentarismo, o tabagismo e o uso abusivo de álcool. A apneia do sono, por sua vez, pode aumentar em 3,7% as chances de uma pessoa desenvolver tais enfermidades.

Complementando informações da SBC, a Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares (SBDCV) pontua que cerca de 70% das pessoas acometidas por AVC não conseguem ter condições de retomar as atividades profissionais, em decorrência das sequelas que o quadro deixa e que metade dos pacientes perde autonomia e acaba precisando de cuidadores e para realizar tarefas diárias. A SBDCV sublinha, ainda, que, embora o AVC atinja mais frequentemente indivíduos com idade acima de 60 anos, tem crescido entre jovens e pode, inclusive, afetar crianças.

Sintomas

O AVC é a formação de um déficit neurológico súbito, causado por uma falha nos vasos sanguíneos do sistema nervoso central. Pode ser dividido em dois tipos: o isquêmico e o hemorrágico. O primeiro, que responde a 85% dos casos, deriva da obstrução ou redução brusca do fluxo sanguíneo em uma artéria cerebral e desencadeia a falta de circulação no seu território vascular. Já o hemorrágico tem origem em uma ruptura espontânea de um vaso, que pode ser um aneurisma e faz com que o sangue preencha o interior do cérebro (hemorragia intracerebral), o sistema ventricular (hemorragia intraventricular) e/ou o espaço subaracnóideo (hemorragia subaracnóide).

Os principais sintomas do AVC são: fraqueza ou formigamento no rosto, braço ou perna, confusão mental, alterações na fala, compreensão, visão e equilíbrio e dor de cabeça súbita e intensa. Como o paciente pode apresentar um comprometimento do sistema neurológico, o ideal é que seja atendido o mais rápido possível.

 

*Por Letycia Bond/Agência Brasil

*Edição: Maria Claudia

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus