Conecte-se conosco

Cidades

Morte de motorista choca população e trabalhadores culpam governo de Amazonino pela falta de segurança

Avatar

Publicado

em

Amazonino Mendes

A imagem do motorista Francisco da Silva, de 51 anos, morto sentado na cadeira do ônibus da empresa Viação São Pedro, na noite de quinta-feira (14), durante assalto dentro do coletivo, chocou a população do Amazonas. Motoristas ameaçam parar as atividades por conta da falta de segurança.

A morte de ‘Chiquinho’, como o trabalhador era conhecido, resume o caos na segurança pública e detonou o ódio contra o governador Amazonino Mendes (PDT) por parte da população – demonstrada, logo em seguida, a publicação da imagem do motorista morto, através das redes sociais.
O governador fez um estardalhaço mês passado, ao contratar uma empresa ligada ao ex-prefeito de Nova York, Rudolph William Louis Giuliani, com a desculpa de tentar reduzir os altíssimos números da violência no Amazonas.
Megalomaníaco desde criancinha, Amazonino sequer levou em consideração o nível de educação dos moradores dos Estados Unidos e as leis aplicadas a quem comete pequenos delitos ou crimes no país.
O melhor e mais prudente teria investido os R$ 5 milhões – pagos à consultoria de Giuliani – em educação.
Data-base da PMAM
Enquanto fez a “gracinha” de liberar essa pequena fortuna ao ex-prefeito de Nova York, logo em seguida, o governador Amazonino Mendes anunciou pelas redes sociais, através de um banner, os supostos motivos do veto à data-base dos policiais que estão “irados” com ele.
Paralisação dos motoristas
O crime que chocou a todos também terá reflexos imediatos à população que poderá ficar novamente sem ônibus, uma vez que o Sindicato dos Rodoviários e os motoristas ameaçam paralisar as atividades por falta de segurança.
Matemática certa
O governador ou secretário de segurança, bem como o comandante da PM e o delegado geral, sabem mais que toda a equipe de Giuliani que, no Amazonas, para melhorar a segurança pública, precisa de imediato fazer concurso público.
Reestruturar, por exemplo, a distribuição de gasolina (cada viatura circula em Manaus com apenas 11 litros de combustível, segundo alguns PMs); adquirir novas viaturas, motocicletas e voltar com o RAIO, quando as equipes de policiais combatiam os criminosos com motos, uma vez que a maioria dos assaltantes utilizam motocicletas para os crimes e fugas; investigar policiais suspeitos de envolvimento com o crime organizado, além de investigar a entrada e distribuição de armas de fogo.
Corrupção nos presídios
Outra ação obvia é acabar com a corrupção nos presídios do estado. Virou prática comum fugas espetaculares sem que as autoridades descubram ou punam os autores que facilitaram as mesmas.
A entrada de celulares, armas de fogo, drogas, dinheiro e todo tipo de objeto proibido é comum nos presídios do Amazonas.
A última fuga registrada em Manaus, por exemplo, quando os detentos cavaram um túnel e chegou a ser denunciada com antecedência por agentes penitenciários honestos, nenhuma providência foi tomada e a direção toda sequer foi punida.
Projetos sociais
Projetos sociais como o Galera Nota 10, que proporcionava esporte e arte aos pré-adolescentes e jovens, simplesmente sumiram. Não se vê nenhum investimento na periferia para retirar esses jovens das ruas e da criminalidade. O governo parece alheio aos problemas sociais. Nos últimos meses, Amazonino tem investido pesado em sua reeleição, distribuindo dinheiro a prefeitos no interior, realizando obras e implementos agrícolas, quase que aleatoriamente, e esquece dos problemas sociais mais graves que são o desemprego e a violência, por exemplo.
*Fonte: Portal Flagrante
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Determinado restrição de veículos pesados na Br-319

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Uma portaria Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), publicada no Diário Oficial, nesta terça-feira (26), determina uma série de restrições na circulação de veículos de cargas e de passageiros na BR-319, rodovia que liga Manaus a Porto Velho. A estrada é conhecida pelas péssimas condições (leia mais abaixo).

Entre os meses de junho e novembro, a circulação de veículos de carga e de passageiros com peso acima de 23 toneladas fica proibida. Já entre os meses de dezembro e maio, a restrição é para veículos com capacidade de peso acima de 17 toneladas.

O objetivo é manter a circulação segura entre os municípios situados à margem da rodovia, especialmente no trecho entre Careiro da Várzea (AM) (altura do km 13) e o entroncamento com a BR-230, no sentido Humaitá (AM) (altura do km 679).

Fonte: G1

Continue lendo

Amazonas

Governadores acertam cota extra da vacina para o Amazonas

Avatar

Publicado

em

Por

Governadores de pelo menos 22 estados acertaram na noite da quinta-feira (21) o repasse para o Amazonas de uma cota extra das vacinas que devem receber nos próximos dias.

Nesta sexta-feira (22), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve liberar o uso emergencial de mais 4,8 milhões de doses da Coronavac, e 2 milhões de doses da vacina da Astrazeneca devem chegar ao país.

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), participou da reunião de um grupo de trabalho que discute o colapso do sistema de saúde em Manaus e defendeu junto aos governadores, por meio do grupo no WhatsApp, que o Amazonas receba uma parte maior dessas novas doses, devido à “transmissibilidade alta” de casos e à gravidade da situação.

A proposta, segundo Dias explicou ao blog, é que o Amazonas fique com 5% do total de novas doses e os demais estados façam o rateio proporcional do restante.

Fonte: G1

Continue lendo

Amazonas

Grupo de torcedores é preso após descumprir toque de recolher em Manaus

Avatar

Publicado

em

Por

Sessenta e três pessoas foram presas pela polícia por estarem assistindo jogo do campeonato brasileiro em cinco bares que estavam funcionando clandestinamente no bairro Jorge Teixeira, na zona leste de Manaus (AM), na noite desta quinta-feira (21).

As prisões ocorreram porque o grupo estava descumprindo o decreto do governo do Amazonas que proíbe a circulação e aglomeração de pessoas, entre o período das 19h e 6h até o próximo dia 31, para conter a pandemia do novo coronavírus no estado.

Entre os presos, estão pelo menos cinco proprietários dos estabelecimentos comerciais. Os estabelecimentos estavam passando na televisão o jogo entre o Flamengo e o Palmeiras. A partida terminou com o placar de 2×0.

O grupo foi preso em uma ação conjunta entre as polícias Civil e Militar do Amazonas. As forças de segurança receberam uma denúncia anônima informando que os cinco bares estavam funcionando com as portas fechadas para driblar a fiscalização.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus