Conecte-se conosco

Cidades

Motorista flagrado arrastado cadela por ruas de Manaus é identificado e será investigado

Publicado

em

Manaus (AM) – O motorista flagrado arrastando uma cadela pelas ruas de Manaus já foi identificado. O protetor da causa animal, Amauri Gomes, conseguiu localizar o homem e registrou um boletim de ocorrência na noite desta segunda-feira (20).

O caso ganhou repercussão na tarde de ontem após uma motorista registrar um vídeo com cenas de crueldade. No vídeo é possível ver que o animal foi amarrado e arrastado pelas ruas da cidade. O flagrante aconteceu na zona Norte de Manaus.

O vídeo viralizou nas redes sociais e causou revolta popular. O protetor animal e o vereador Carpê Andrade, com apoio da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estiveram na casa do motorista ainda durante a tarde.

“Fui atrás do infrator pela atrocidade! Pela placa do veículo, eu consegui a identificação do motorista e o endereço dele, no bairro Alvorada II. Por telefone, ele me disse que a cadela estava morta há um dia e, por causa do odor, resolveu amarrá-la na traseira da picape e arrastá-la até o igarapé – onde descartou o corpo. Não vamos tolerar maus-tratos aos animais. Essa história não nos convenceu e vamos dar sequência com o processo de crime de maus-tratos. Ele não estava em casa, mas será notificado pela Justiça”, contou o protetor.

A versão dada pelo motorista é contestada pelos protetores. O animal foi encontrado na noite de ontem morto à beira do Igarapé do Passarinho, onde foi descartado pelo suspeito ainda com a corda no pescoço. Um boletim de ocorrência foi registrado por maus-tratos e o responsável deve ser investigado.

“Vale lembrar que descartar animais mortos em lugares inapropriados é crime previsto no Artigo 54 da Lei de Crimes Ambientais. É passível de multa com valores entre R$ 500 e R$ 13 mil, dependendo do peso e da quantidade de animais. Além disso, ele pode ficar preso de um a quatro anos por poluição com danos à saúde humana”, destacou Amauri Gomes.

*Com informações da assessoria

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Cidades

Adolescente morre afogado após mergulhar próximo à Ponte Rio Negro, no AM

Publicado

em

Por

Um adolescente de 17 anos morreu afogado, na noite dessa terça-feira (28), após mergulhar próximo à cabeceira da Ponte Rio Negro, no lado do Iranduba , no Amazonas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o afogamento teria ocorrido no início da noite, após um grupo de jovens resolver dar um mergulho no local. Um deles não conseguiu submergir após 40 minutos.

Os bombeiros foram acionados e realizaram um trabalho de buscas no local. Por volta de 23h, o corpo foi encontrado e encaminhado para o Pelotão Fluvial.

De lá, o adolescente foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou pelo exame necroscópico. O corpo foi liberado para a família.

Com informações: G1 Amazonas

Continue lendo

Cidades

Em menos de 8 horas, Manaus registra três acidentes com veículos de carga pesada

Publicado

em

Por

Manaus (AM) – Três acidentes envolvendo veículos de carga pesada foram registrados, no decorrer desta última terça-feira (28), em locais distintos da capital amazonense. Os caminhões de grande porte realizavam entregas de carga, sendo ferro, arroz e cal.

O primeiro registro ocorreu por volta das 9h da manhã, quando um caminhão que transportava placas de ferro subia uma ladeira íngreme na rua Rio Tapi, no bairro Santo Agostinho, na Zona Oeste de Manaus. De acordo com as informações repassadas pelo próprio motorista, que preferiu não se identificar, devido à carga pesada não foi possível completar o percurso na subida com o veículo.

Ainda conforme o relato do motorista, ele perdeu o controle do caminhão, que acabou descendo de ré e colidiu com o muro de uma residência. Na ocasião, ninguém ficou ferido. O caminhão bloqueou a rua pelo fato de estar atravessado no local.

Outro acidente registrado nesta terça-feira ocorreu no início da tarde, por volta das 13h, momento em que um veículo que transportava uma carga de arroz teve problema mecânico e começou a pegar fogo. O incidente ocorreu na estrada do Vivenda Verde, localizada no bairro Tarumã, Zona Oeste da cidade.

Conforme relatado pelo motorista do caminhão, ele estava chegando no destino quando percebeu que uma fumaça saía da pelo motor, na parte interna do veículo. O homem relatou que, após perceber o fato, ele parou o veículo na avenida e o incêndio iniciou.

O motorista tentou controlar o incêndio com muita dificuldade, com a ajuda de algumas pessoas que presenciaram o fogo se alastrando. Devido ao grande trabalho, foi possível controlar as chamas até a chegada do Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), que finalizaram o trabalho de rescaldo. Ninguém ficou ferido e a carga foi preservada.

Ainda na tarde desta terça-feira, um acidente com um caminhão que transportava uma carga de cal causou grandes transtornos à condutores e pedestres que passavam pela ponte que liga a avenida Álvaro Maia e a avenida Brasil, situada na Zona Oeste da capital.

Conforme relatado pelo motorista do veículo aos policiais militares que atenderam a ocorrência, no momento em que transitava pelo local, ele perdeu o controle do carro de grande porte e acabou colidindo com um poste instalado na calçada. A carga que estava sendo transportada caiu na avenida, bloqueando duas vias.

Na ocasião ninguém ficou ferido, porém, o trânsito na região ficou congestionado por horas, visto que a avenida possui um grande tráfego de veículos por ser uma das principais vias da Zona Oeste. O motorista foi conduzido para a unidade de polícia, onde prestou esclarecimentos sobre o acidente.

O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) esteve no local para organizar o trânsito e orientar os condutores sobre procedimentos necessários para trafegar no local. A remoção da cal espalhado na avenida ocorreu durante algumas horas.

Com informações: Em Tempo

Continue lendo

Cidades

Manaus tem aumento de quase 49% no número de mortes violentas, segundo Anuário

Publicado

em

Por

Manaus teve aumento de 48,9% no número de mortes violentas entre 2021 e 2020. O dado é do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta terça-feira (28).

De forma geral, o país teve uma queda de 6% no número de mortes violentas, que incluem homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e mortes cometidas pela polícia.

No entanto, a capital do Amazonas está entre as seis capitais que apresentaram alta no número em todo o país. Além de Manaus, também estão na lista Macapá (31,2%), Boa Vista (9,9%), Porto Velho (8,6%), Teresina (9,5%) e Salvador (3,4%).

Chama a atenção que, das seis, quatro estão no Norte, única região do país que teve aumento na violência no ano passado (9%).

Como o Monitor da Violência antecipou em fevereiro, alguns fatores estão por trás dos altos índices da Região Norte:

  • Associação do narcotráfico com crimes ambientais, como grilagem, garimpo ilegal e desmatamento
  • Falta de integração das autoridades estaduais e federais no combate aos crimes na Amazônia Legal
  • Disputa de territórios entre facções criminosas

A intensificação de confrontos entre grupos criminosos tem causado o aumento dos casos de violência na região amazônica. Conflitos relacionados a questões ambientais, como os assassinatos do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips, também contribuem para o índice.

O g1 questionou a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) sobre os índices e quais medidas o Estado tem adotado para reverter o quadro, e aguarda resposta.

Com informações: G1 Amazonas
Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2022 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus