Conecte-se conosco

Brasil

Neto exuma corpo da avó, dança na rua e avisa que vai para hospital doar órgãos para ressuscitar a idosa

Avatar

Publicado

em

Na madrugada desta quinta-feira (2), um homem de 32 anos desenterrou o corpo da avó, uma idosa de 61 anos. Segundo informações, o neto quebrou o túmulo, retirou o corpo da sepultura, colocou nos ombros e saiu caminhando pela rua. Depois dele ser visto dançando com o cadáver no meio de uma via, a polícia informou que o homem queria levá-lo até o hospital para que pudesse doar os próprios órgãos e trazer a avó de volta à vida.

A idosa morreu em 2018 e estava enterrada no cemitério Morro da Liberdade, na Zona Sul da capital. De acordo com informações da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), familiares informaram que o homem possui problemas psiquiátricos e costuma ir até o cemitério para conversar com a avó e outros parentes enterrados no local.

“Ele estava completamente transtornado e dizia o tempo todo que queria fazer na avó um transplante para trazê-la de volta à vida porque sentia muita saudade. Ele disse que iria doar todos os seus órgãos a ela”, afirma o tenente Paulo Araújo, da 2ª Cicom.

O rapaz caminhou do cemitério com a avó até uma área conhecida como Beco dos Pretos, no Centro de Manaus. Moradores da região avistaram o homem dançando abraçado ao cadáver e acionaram a polícia. Ele chegou a ser amarrado a um poste por moradores e familiares, para que pudesse ser contido.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, testemunhas informaram que o homem já havia tentado retirar o cadáver da avó do cemitério em outras ocasiões.

“Recebemos o chamado e acionamos uma viatura. Ao chegar no local, o rapaz foi encontrado amarrado. O cadáver estava no chão. Familiares informaram que ele tem um laudo médico informando que ele tem transtornos mentais e ele tinha interesse em resgatar, além da avó, outros familiares”, contou.

O caso foi encaminhado ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas o delegado plantonista, que preferiu não se identificar, disse que o homem não tinha condições de ser ouvido. Ele foi levado ao Pronto-Socorro 28 de Agosto para receber atendimento médico.

Assim que ele receber alta, deve retomar à delegacia para prestar depoimento. De acordo com o delegado, se comprovado o transtorno psiquiátrico, o homem não deve ser responsabilizado.

“Ele não é passível de responsabilidade penal porque um dos requisitos para isso é a culpabilidade. O indivíduo em questão não tem essa condição de receber uma sanção penal. Talvez receba uma medida de segurança”, disse.

Ainda segundo o delegado, o homem não possui passagem ou antecedentes criminais. A polícia informou que o corpo da idosa foi devolvido à sepultura.

Fonte: G1

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Estado de São Paulo ultrapassa marca de 600 mil casos de covid-19

Avatar

Publicado

em

Por

Teste rápido de COVID-19 - Foto: © Mauricio Vieira/Secom-SC

Com 9.709 casos confirmados nas últimas 24 horas, o estado de São Paulo soma agora 608.379 casos confirmados do novo coronavírus, desde o início da pandemia. (mais…)

Continue lendo

Brasil

Defesa cancela participação de militares em eventos de 7 de setembro

Avatar

Publicado

em

Por

Desfile cívico-militar de 7 de Setembro no centro do Rio de Janeiro - Foto: © Tomaz Silva/Agência Brasil

Por causa da pandemia do novo coronavírus a participação das Forças Armadas nas festividades de 7 de Setembro no país foi cancelada pelo Ministério da Defesa. A portaria, assinado pelo ministro Fernando Azevedo e Silva, que informa sobre a decisão está publicada na edição de hoje no Diário Oficial da União. (mais…)

Continue lendo

Brasil

Deslizamento no morro da Mangueira atinge 12 casas no RJ

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução/TV Globo

Um deslizamento de terra na parte alta da favela da Mangueira, na zona norte do Rio de Janeiro, atingiu 12 casas na madrugada de hoje (7). Segundo a prefeitura, o Centro de Operações acionou equipes da Defesa Civil, da Assistência Social, da Fundação Instituto de Geotécnica (Geo-Rio) e da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) por volta das 4h20.

A Defesa Civil isolou a área atingida e as equipes aguardam a retirada pela Comlurb do material que deslizou, para avaliar o estado estrutural das residências. No total, 20 agentes da Defesa Civil, da Guarda Municipal e da Secretaria Municipal de Ordem Pública.

As 12 famílias desalojadas estão sendo acompanhadas pela Secretaria de Assistência Social. Não há, até o momento, informações sobre feridos.

Como não choveu nos últimos dias, a hipótese é a de que um cano tenha estourado e vazado água no local, encharcando a terra que deslizou.

 

*Fonte: Agência Brasil

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus