Conecte-se conosco

Saúde e Bem Estar

No AM, bebê morre em hospital após médico sem registro receitar dosagem 10 vezes maior de medicação

Publicado

em

Santo Antônio do Içá no Amazonas

Ministério Público do Amazonas (MPE-AM) está investigando a morte de um bebê de 10 meses, que morreu no domingo (8), no Hospital Público de Santo Antônio do Içá, município a 881 km de Manaus. Um médico sem registro no Conselho Regional de Medicina prescreveu para a criança uma dosagem 10 vezes maior de um medicamento para tratar alergia.

O bebê Henzo Matheus Pinto Elias chegou ao hospital de Santo Antônio do Içá com quadro de febre e vômito. O menino morreu na tarde de domingo, após passar seis dias internado na unidade. O MPE-AM investiga crimes de negligência, exercício ilegal da medicina e até crime de homicídio.

Henzo foi atendido pelo médico na unidade. Na receita assinada por ele, é recomendado o uso de dipirona e 25 miligramas de prometazina – medicamento usado para combater reações alérgicas.

    bebê morre em hospital no AM

À esquerda, uma cópia da receita prescrita pelo médico antes da correção da dosagem para 2,5 mg feita com caneta (direita) – Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Depois que a medicação foi aplicada, o quadro clínico do bebê piorou. O pai do bebê, Rômulo Souza, conta que foi chamado pelo médico, que corrigiu a receita para 2,5 miligramas do medicamento.

“Meu filho já estava muito doente depois de dois dias, com essa super dosagem, essa overdose no seu corpo. Ele [médico] me chamou em particular, pediu a receita. Eu mostrei uma cópia e ele pegou uma caneta e acrescentou um ponto [entre o 2 e o 5]. Disse, ‘eu errei aqui’. Eu fiquei me perguntando, será se ele quis anular a prova?”, disse.

O menino foi transferido para o Hospital do Exército no dia 4 de julho, mas não resistiu. Na certidão de óbito da criança consta que a causa da morte foi edema cerebral e hemorragia intracraniana.

O pai do bebê prestou depoimento no Ministério Público. Um dos fatos mais graves da investigação é que o médico não tem registro no Conselho Regional de Medicina. Segundo o promotor de Justiça Carlos Firmino, tanto o médico como quem fez a contratação podem ser penalizados.

“Vai ser averiguado pelo promotor se o gestor agiu sabendo desse caso. Ele poderá ser responsabilizado também, porque é dever do gestor, do prefeito, ver se o médico que ele contrata tem as condições para atuar, que é o CRM. Jamais podem cometer esse erro. Além do mais, o Município pode sofrer uma ação de indenização por dano moral”, afirmou.

Contratação ilegal

Em março deste ano, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) questionou a prefeitura de Santo Antônio do Içá por contratar cinco médicos sem CRM, incluindo o que atendeu Henzo, para trabalhar na cidade.

O médico tem diploma de medicina da Bolívia, mas não possui validação para atuar no Amazonas. Segundo o TCE-AM, ele não tem inscrição no Conselho Regional de Medicina ou vinculação ao “Programa Mais Médicos”, do Governo Federal.

Na ocasião, o prefeito Abrão Lasmar Magalhães informou ao TCE-AM que havia exonerado todos os médicos que não tinham registro. Agora, o Ministério Público quer saber porque a exoneração nunca aconteceu.

“Em tese pode ter acontecido o exercício irregular da medicina ou até o crime de homicídio culposo ou com dolo eventual, porque uma pessoa que não é médica, não tem CRM, e ministra erradamente fármacos e drogas, pode ocorrer o crime de homicídio com penas de até 30 anos de reclusão”, explicou o promotor.

O que diz a prefeitura

O prefeito Abraão Magalhães Lasmar informou que o médico não faz parte do quadro de funcionários desde fevereiro, em razão de não ter apresentado o registro do Conselho. Segundo o prefeito, o médico estava atuando no hospital como voluntário por 10 dias, por conta da alta demanda. A reportagem não conseguiu localizar o médico.

*Fonte: Portal G1

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manaus

Zona oeste de Manaus tem 68 mil atrasados para segunda dose da vacina contra a Covid, diz prefeito

Publicado

em

Por

A Zona Oeste de Manaus é a região da cidade com o maior número de faltosos para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19. A informação foi dada neste domingo (24), pelo prefeito David Almeida, durante um evento de entrega da revitalização do Parque Rio Negro, no bairro São Raimundo, no dia em que a cidade completa 352 anos.

De acordo com o prefeito, o número de faltosos nessa região da cidade chega a quase 68 mil.

“A gente precisa fazer um chamamento maior, a conscientização dessas pessoas. Por causa delas, nós ainda estamos com restrições”, disse.

David Almeida ainda explicou que a prefeitura está fazendo uma busca ativa para que essas pessoas compareçam para completar o esquema vacinal.

“Se você tem um amigo ou parente que ainda não se vacinou pela segunda vez, vamos fazer essa cobrança”, afirmou.

Vacinação no Amazonas

De acordo com o boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas no sábado (23)4.432.735 doses foram aplicadas em todo o estado, sendo 2.607.989 de primeira dose, 1.723.924 de segunda dose, 51.518 com dose única e 49.304 de terceira dose (dose de reforço).

De acordo com dados da prefeitura de Manaus, considerando apenas as pessoas aptas a receberem a vacina contra a Covid-19, 61,94 % dos moradores da cidade já completaram o esquema vacinal com as duas doses de vacina ou a dose única. O número corresponde a 1.106.125 pessoas.

Continue lendo

Cultura e Entretenimento

Exposição Virtual C(r)omo(s) somos 21 é exibida no Anfiteatro Gabriel Gentil, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Publicado

em

Por

Nesta última quarta-feira (06), cerca de 25 pessoas, incluindo professores, pais e assistidos pela APAE Manaus, realizaram uma visita no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, que fica localizado na Av. Silves, 2222- Bairro Crespo, Zona Sul da cidade.

Durante a visita, o grupo pode prestigiar o Museu Homem do Norte, inaugurado em 13 de março de 1985, funcionando em um prédio da Av. Sete de Setembro, no centro de Manaus, o Museu do Norte foi administrado pela Fundação Joaquim Nabuco, por meio do seu Instituto de Estudos da Amazônia até 2006 quando cessaram as atividades da FUNDAJ na região norte. Assim, em 29 de setembro de 2011, o Museu do Homem do Norte reabriu suas portas ao público, em nova fase, com nova curadoria, e adequadas instalações realizando, inclusive, uma aspiração do seu projeto original: de possuir espaços expositivos ao ar livre, o que foi possível graças a atual localização, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia que dispõe de ampla área externa.

Os visitantes também puderam assistir a um filme no Cine Silvino Santos e no Salão Rio Amazonas, e puderam contemplar o último dia da exposição Mãe Amor revelado.

No anfiteatro Gabriel Gentil foi exibida a Exposição Virtual C(r)omo(s)somos 21 , contemplada no Prêmio Conteúdo Virtual da Secretaria de Cultura e do Governo do Estado do Amazonas em 2021.
A mostra narra a influência da arte no desenvolvimento psicossocial em 21 pessoas com Síndrome de Down que participaram do XI Festival Estadual Nossa Arte do Amazonas.

 

“Possibilitar aos assistidos da APAE Manaus “se verem” no Telão , como no cinema, pela primeira vez é algo indescritível pois é concretizar e reconhece-lo como um artista.” Como afirma a fotógrafa e curadora da Exposição virtual Claudia Higuchi .

Esta ação foi realizada em parceria com a Federação da APAES do Estado do Amazonas, APAE Manaus e a Gerencias dos Museus que compõe o Centro Cultural Povos da Amazônia.
A mostra contemplada pelo prêmio conteúdo virtual esta disponível no https://www.youtube.com/watch?v=yuHIuKitsmIou no instagram @claudia_higuchi.

Continue lendo

Saúde e Bem Estar

Dor do lado esquerdo da barriga: o que pode ser e o que fazer

Publicado

em

Por

A dor no lado esquerdo da barriga é na maioria das vezes um sinal de excesso de gases ou prisão de ventre, especialmente quando não é muito forte, surge em fisgadas ou causa outros sintomas como barriga inchada, sensação de peso na barriga ou arrotos frequentes.

No entanto, este tipo de dor também pode indicar problemas que necessitam de tratamento, como pedra nos rins, endometriose ou diverticulite, por exemplo. Assim, é importante consultar um gastroenterologista ou um clínico geral quando a dor é muito intensa ou surge de repente, não melhora após 2 dias, ou surgem sintomas como febre, sangue nas fezes, vômitos, pele amarelada ou perda de peso sem razão aparente.

Raramente, a dor no lado esquerdo da barriga é sinal de infarto, mas isso pode acontecer quando existem sintomas como dor no peito que irradia para a barriga, enjoo forte, sensação de falta de ar e formigamento dos braços. Conheça os 10 principais sintomas de infarto.

1. Excesso de gases

O excesso de gases intestinais é uma causa muito frequente de dor na barriga e é mais comum em pessoas que sofrem de prisão de ventre, acontecendo porque as fezes passam muito tempo no intestino e, por isso, as bactérias têm mais tempo para fazer a fermentação e liberar gases.

No entanto, o aumento dos gases intestinais também acontece por ingestão de ar, como acontece ao falar enquanto se come, mastigar chiclete ou beber refrigerantes, por exemplo.

Outros sintomas: barriga inchada, sensação de peso na barriga, falta de apetite e arrotos frequentes.

O que fazer: tomar chá de funcho 3 vezes ao dia pois ajuda a diminuir a quantidade de gases no intestino, além de fazer massagens na barriga para empurrar os gases e permitir que sejam liberados mais facilmente.

2. Diverticulite

Este é um dos principais problemas do intestino que causam dor do lado esquerdo da barriga. A diverticulite acontece quando as pequenas bolsas do intestino, conhecidas como divertículos, inflamam causando uma dor constante que não melhora

Outros sintomas: febre acima de 38ºC, perda de apetite, enjoos, barriga inchada e períodos intercalados de prisão de ventre e diarreia.

O que fazer: deve-se ir imediatamente ao hospital para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento com antibióticos e analgésicos. Além disso, deve-se ficar de repouso e preferir uma dieta líquida, inserindo lentamente os alimentos mais sólidos na alimentação.

3. Má digestão

Na má digestão, a dor no lado esquerdo da barriga surge principalmente depois de comer e, embora seja mais frequente na parte superior da barriga, perto da boca do estômago, também pode acontecer na região mais inferior.

Outros sintomas: queimação na garganta, sensação de estômago cheio, enjoos, arrotos e cansaço.

O que fazer: tomar chá de boldo ou erva-doce porque facilitam a digestão e aliviam os sintomas, mas optar sempre por uma alimentação mais leve e com alimentos de fácil digestão, como pão, biscoitos sem recheio ou frutas, por exemplo.

4. Hérnia abdominal

As hérnias abdominais são pequenos locais do abdômen onde o músculo está mais enfraquecido e, por isso, o intestino consegue formar uma pequena saliência que dói ou causa desconforto, principalmente ao fazer algum esforço como rir, tossir ou ir no banheiro, por exemplo. Muitas vezes, as hérnias são as responsáveis pela presença de dor constante na virilha, já que são mais frequentes nesta região.

Outros sintomas: presença de uma pequena saliência na barriga, vermelhidão no local, náuseas e vômitos.

O que fazer: é preciso consultar um gastroenterologista ou clínico geral para confirmar o diagnóstico e fazer o tratamento, que normalmente é feito com cirurgia para reforçar os músculos abdominais.

5. Pedra nos rins

Esta é outra causa muito comum de dor na barriga que, embora esteja muitas vezes relacionada à presença de dor no fundo das costas, também pode irradiar para a barriga, principalmente na região em volta do umbigo.

Este tipo de problema é mais comum em homens adultos, mas também pode surgir em mulheres e crianças, sendo que uma das suas principais causas é a baixa ingestão de líquidos.

Outros sintomas: dor muito intensa no fundo das costas, dor ao urinar, febre acima de 38ºC, náuseas, urina avermelhada e dificuldade para deitar.

O que fazer: geralmente é necessário ir no hospital para fazer analgésicos diretamente na veia e aliviar a dor, no entanto, pode ser necessário fazer cirurgia ou usar ultrassons para partir as pedras. No caso da pedra ter sido identificada num exame de rotina, se tiver um tamanho pequeno e não estiver causando sintomas, pode ser apenas aconselhado pelo médico esperar sua expulsão natural pelo corpo, através da urina.

Dor abdominal esquerda na mulher

Nas mulheres, existem algumas causas que podem provocar dor do lado esquerdo da barriga e que não surgem no homem. Algumas são:

1. Cólicas menstruais

As cólicas da menstruação são muito comuns nas mulheres e surgem 2 a 3 dias antes da menstruação, durando por mais 3 a 5 dias. Enquanto algumas mulheres podem não apresentar qualquer desconforto, outras podem ter dores muito fortes, que irradiam para o lado direito ou esquerdo.

Outros sintomas: mau humor, sensação de barriga inchada, irritabilidade, dor de cabeça frequente, ansiedade e acne, por exemplo.

O que fazer: a prática regular de exercício físico é uma boa forma de aliviar os sintomas da TPM, no entanto beber suco de maracujá ou fazer aromaterapia com óleo essencial de alfazema também parecem reduzir os sintomas. Além disso, o ginecologista pode ainda receitar o uso de algum anti-inflamatório não-esteroide, assim como anticoncepcionais orais combinados.

2. Cisto no ovário

Embora o cisto no ovário raramente provoque dor, existem algumas mulheres que podem sentir um ligeiro desconforto ou dor fraca constante na região dos ovários.

Outros sintomas: sensação de barriga inchada, menstruação irregular, náuseas, vômitos, aumento da sensibilidade dos seios, desconforto durante o contato íntima e dificuldade para engravidar.

O que fazer: em alguns casos os cistos podem desaparecer de forma espontânea, no entanto, é comum que seja necessário utilizar um anticoncepcional oral para regular os níveis de hormônios e aliviar os sintomas, podendo até ser aconselhada cirurgia para retirar o cisto.

3. Endometriose

A endometriose é um problema bastante comum que pode causar dor intensa abdominal, especialmente antes e durante a menstruação. No entanto, e como pode ser confundido com as dores da TPM, em alguns casos, este problema pode acabar só sendo identificado quando a mulher não consegue engravidar, sendo uma causa de infertilidade feminina.

Outros sintomas: dor forte durante o contato íntimo, ao evacuar ou ao urinar, que também pode ser acompanhada de sangramentos irregulares e cansaço excessivo.

O que fazer: deve-se ir ao ginecologista para fazer um ultrassom pélvico e confirmar o diagnóstico. O tratamento, quando necessário, geralmente é feito com cirurgia.

4. Gravidez ectópica

Esta é uma causa frequente de dor no lado da barriga durante a gravidez, mas pode acontecer tanto do lado direito como esquerdo. A dor surge devido ao crescimento do feto dentro das trompas e pode acontecer até as primeiras 10 semanas de gestação, principalmente no caso de mulheres com fatores de risco como idade superior a 35 anos, gestação com DIU colocado ou fecundação in vitro.

Outros sintomas: sangramento vaginal, sensação de peso na vagina, dor no contato íntimo e barriga inchada.

O que fazer: se existir suspeita de gravidez ectópica é preciso ir rapidamente ao hospital para confirmar as suspeitas através de uma ecografia. Caso o diagnóstico seja confirmar, é necessário interromper a gravidez, já que o feto não pode se desenvolver fora do útero.

Com informações: Infomais

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus