Conecte-se conosco

Saúde e Bem Estar

Número de casos confirmados de sarampo no AM já supera o de Roraima

Publicado

em

Vacinação contra sarampo em Boa Vista (RR)

Pela primeira vez neste ano, o número de casos de sarampo no Amazonas ultrapassou o do estado de Roraima e chegou a 263 registros confirmados contra 200. Até o dia 20 de junho, 1.368 permaneciam em investigação e 125 foram descartados. No total, são 1.756 notificações no estado, sendo 82,1% (1.441) destes em Manaus.

Conforme o Ministério da Saúde, de janeiro a junho deste ano, a pasta encaminhou aos estados de Roraima e Amazonas o quantitativo de 711,4 mil doses da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) para atender a demanda dos serviços de rotina e a realização de campanhas, ações de controle da doença e prevenção de novos casos nesses estados. Desse total, 487,4 mil doses foram para o Amazonas e 224 mil para Roraima.

De 14 a 27 de abril deste ano, o município de Manaus, com o apoio do Ministério da Saúde, antecipou a campanha contra o sarampo, prevista para agosto. O dia de mobilização desta ação foi realizado dia 14 de abril, para a vacinação de crianças de seis meses a cinco anos de idade e continua na rotina das unidades de saúde.

Além de evitar novos casos da doença, a estratégia governamental quer impedir que o vírus volte a circular de forma sustentada no Brasil. Segundo informações repassadas pelo estado ao Ministério da Saúde, até o dia 18 de junho, foram vacinadas 155.510 crianças, alcançando uma cobertura de 81,2% do público-alvo composto por 191.585 pessoas.

O estado de Roraima também realizou campanha no período de março a abril em todo o estado (15 municípios). Nessa ação, foi avaliada a situação vacinal de 189.154 pessoas, sendo administradas 112.971 doses de vacina tríplice viral em brasileiros, venezuelanos e pessoas de outras nacionalidades.

O estado de Roraima confirmou 200 casos da doença, 177 continuam em investigação e 35 foram descartados, totalizando 412 casos notificados. Dois casos de sarampo no estado evoluíram para óbito associado a comorbidades. Todos esses dados são preliminares e estão sujeitos a alterações.

Ações contra o sarampo

Desde fevereiro, o Ministério Saúde tem mantido equipes técnicas e treinadas nos estados do Amazonas e Roraima para acompanhar as ações e prestar orientação no enfrentamento da situação. A pasta tem realizado treinamentos para profissionais de saúde sobre aspectos gerais da doença e ações de vigilância epidemiológica. O objetivo é tornar os profissionais de saúde, que atuam na rede de saúde dos estados, sensíveis sobre os sinais e sintomas que definem um caso suspeito de sarampo.

Além disso, o Ministério da Saúde apoiou os gestores locais dos dois estados na revisão de prontuários e fichas de atendimento, com o intuito de encontrar casos de sarampo que não tenham sido identificados oportunamente. Também foi realizada intensificação vacinal nos estrangeiros presentes no posto da Polícia Federal, em Roraima.

Foi elaborado, ainda, um plano de fortalecimento da vigilância epidemiológica do sarampo no estado do Amazonas, considerando eixos prioritários de atuação: municípios com mais de 75 mil habitantes, Região Metropolitana de Manaus, Municípios Sede de DSEI, Municípios de fronteira com outros países, Municípios Polo e Comunicação.

Para o enfrentamento da situação do sarampo no estado do Amazonas, estão em andamento o bloqueio vacinal, a varredura (vacinação casa a casa), a intensificação vacinal, assim como estratégias de isolamento de casos suspeitos/confirmados durante o período de transmissibilidade.

*Com informações da assessoria

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde e Bem Estar

Dor do lado esquerdo da barriga: o que pode ser e o que fazer

Publicado

em

Por

A dor no lado esquerdo da barriga é na maioria das vezes um sinal de excesso de gases ou prisão de ventre, especialmente quando não é muito forte, surge em fisgadas ou causa outros sintomas como barriga inchada, sensação de peso na barriga ou arrotos frequentes.

No entanto, este tipo de dor também pode indicar problemas que necessitam de tratamento, como pedra nos rins, endometriose ou diverticulite, por exemplo. Assim, é importante consultar um gastroenterologista ou um clínico geral quando a dor é muito intensa ou surge de repente, não melhora após 2 dias, ou surgem sintomas como febre, sangue nas fezes, vômitos, pele amarelada ou perda de peso sem razão aparente.

Raramente, a dor no lado esquerdo da barriga é sinal de infarto, mas isso pode acontecer quando existem sintomas como dor no peito que irradia para a barriga, enjoo forte, sensação de falta de ar e formigamento dos braços. Conheça os 10 principais sintomas de infarto.

1. Excesso de gases

O excesso de gases intestinais é uma causa muito frequente de dor na barriga e é mais comum em pessoas que sofrem de prisão de ventre, acontecendo porque as fezes passam muito tempo no intestino e, por isso, as bactérias têm mais tempo para fazer a fermentação e liberar gases.

No entanto, o aumento dos gases intestinais também acontece por ingestão de ar, como acontece ao falar enquanto se come, mastigar chiclete ou beber refrigerantes, por exemplo.

Outros sintomas: barriga inchada, sensação de peso na barriga, falta de apetite e arrotos frequentes.

O que fazer: tomar chá de funcho 3 vezes ao dia pois ajuda a diminuir a quantidade de gases no intestino, além de fazer massagens na barriga para empurrar os gases e permitir que sejam liberados mais facilmente.

2. Diverticulite

Este é um dos principais problemas do intestino que causam dor do lado esquerdo da barriga. A diverticulite acontece quando as pequenas bolsas do intestino, conhecidas como divertículos, inflamam causando uma dor constante que não melhora

Outros sintomas: febre acima de 38ºC, perda de apetite, enjoos, barriga inchada e períodos intercalados de prisão de ventre e diarreia.

O que fazer: deve-se ir imediatamente ao hospital para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento com antibióticos e analgésicos. Além disso, deve-se ficar de repouso e preferir uma dieta líquida, inserindo lentamente os alimentos mais sólidos na alimentação.

3. Má digestão

Na má digestão, a dor no lado esquerdo da barriga surge principalmente depois de comer e, embora seja mais frequente na parte superior da barriga, perto da boca do estômago, também pode acontecer na região mais inferior.

Outros sintomas: queimação na garganta, sensação de estômago cheio, enjoos, arrotos e cansaço.

O que fazer: tomar chá de boldo ou erva-doce porque facilitam a digestão e aliviam os sintomas, mas optar sempre por uma alimentação mais leve e com alimentos de fácil digestão, como pão, biscoitos sem recheio ou frutas, por exemplo.

4. Hérnia abdominal

As hérnias abdominais são pequenos locais do abdômen onde o músculo está mais enfraquecido e, por isso, o intestino consegue formar uma pequena saliência que dói ou causa desconforto, principalmente ao fazer algum esforço como rir, tossir ou ir no banheiro, por exemplo. Muitas vezes, as hérnias são as responsáveis pela presença de dor constante na virilha, já que são mais frequentes nesta região.

Outros sintomas: presença de uma pequena saliência na barriga, vermelhidão no local, náuseas e vômitos.

O que fazer: é preciso consultar um gastroenterologista ou clínico geral para confirmar o diagnóstico e fazer o tratamento, que normalmente é feito com cirurgia para reforçar os músculos abdominais.

5. Pedra nos rins

Esta é outra causa muito comum de dor na barriga que, embora esteja muitas vezes relacionada à presença de dor no fundo das costas, também pode irradiar para a barriga, principalmente na região em volta do umbigo.

Este tipo de problema é mais comum em homens adultos, mas também pode surgir em mulheres e crianças, sendo que uma das suas principais causas é a baixa ingestão de líquidos.

Outros sintomas: dor muito intensa no fundo das costas, dor ao urinar, febre acima de 38ºC, náuseas, urina avermelhada e dificuldade para deitar.

O que fazer: geralmente é necessário ir no hospital para fazer analgésicos diretamente na veia e aliviar a dor, no entanto, pode ser necessário fazer cirurgia ou usar ultrassons para partir as pedras. No caso da pedra ter sido identificada num exame de rotina, se tiver um tamanho pequeno e não estiver causando sintomas, pode ser apenas aconselhado pelo médico esperar sua expulsão natural pelo corpo, através da urina.

Dor abdominal esquerda na mulher

Nas mulheres, existem algumas causas que podem provocar dor do lado esquerdo da barriga e que não surgem no homem. Algumas são:

1. Cólicas menstruais

As cólicas da menstruação são muito comuns nas mulheres e surgem 2 a 3 dias antes da menstruação, durando por mais 3 a 5 dias. Enquanto algumas mulheres podem não apresentar qualquer desconforto, outras podem ter dores muito fortes, que irradiam para o lado direito ou esquerdo.

Outros sintomas: mau humor, sensação de barriga inchada, irritabilidade, dor de cabeça frequente, ansiedade e acne, por exemplo.

O que fazer: a prática regular de exercício físico é uma boa forma de aliviar os sintomas da TPM, no entanto beber suco de maracujá ou fazer aromaterapia com óleo essencial de alfazema também parecem reduzir os sintomas. Além disso, o ginecologista pode ainda receitar o uso de algum anti-inflamatório não-esteroide, assim como anticoncepcionais orais combinados.

2. Cisto no ovário

Embora o cisto no ovário raramente provoque dor, existem algumas mulheres que podem sentir um ligeiro desconforto ou dor fraca constante na região dos ovários.

Outros sintomas: sensação de barriga inchada, menstruação irregular, náuseas, vômitos, aumento da sensibilidade dos seios, desconforto durante o contato íntima e dificuldade para engravidar.

O que fazer: em alguns casos os cistos podem desaparecer de forma espontânea, no entanto, é comum que seja necessário utilizar um anticoncepcional oral para regular os níveis de hormônios e aliviar os sintomas, podendo até ser aconselhada cirurgia para retirar o cisto.

3. Endometriose

A endometriose é um problema bastante comum que pode causar dor intensa abdominal, especialmente antes e durante a menstruação. No entanto, e como pode ser confundido com as dores da TPM, em alguns casos, este problema pode acabar só sendo identificado quando a mulher não consegue engravidar, sendo uma causa de infertilidade feminina.

Outros sintomas: dor forte durante o contato íntimo, ao evacuar ou ao urinar, que também pode ser acompanhada de sangramentos irregulares e cansaço excessivo.

O que fazer: deve-se ir ao ginecologista para fazer um ultrassom pélvico e confirmar o diagnóstico. O tratamento, quando necessário, geralmente é feito com cirurgia.

4. Gravidez ectópica

Esta é uma causa frequente de dor no lado da barriga durante a gravidez, mas pode acontecer tanto do lado direito como esquerdo. A dor surge devido ao crescimento do feto dentro das trompas e pode acontecer até as primeiras 10 semanas de gestação, principalmente no caso de mulheres com fatores de risco como idade superior a 35 anos, gestação com DIU colocado ou fecundação in vitro.

Outros sintomas: sangramento vaginal, sensação de peso na vagina, dor no contato íntimo e barriga inchada.

O que fazer: se existir suspeita de gravidez ectópica é preciso ir rapidamente ao hospital para confirmar as suspeitas através de uma ecografia. Caso o diagnóstico seja confirmar, é necessário interromper a gravidez, já que o feto não pode se desenvolver fora do útero.

Com informações: Infomais

 

Continue lendo

Amazonas

Vereador Capitão Carpê apresenta Projeto de Lei que visa prevenir doenças infantis nas creches

Publicado

em

Por

Foi apresentado na manhã desta quarta-feira (11), o Projeto de Lei Nº. 391 intitulado Programa “Médico na Creche” de autoria do vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) que determina atendimento nas creches municipais e conveniadas, como sistema de prevenção de doenças infantis.

Visando que os atendimentos deverão ocorrer mensalmente, programados em datas específicas, devendo comunicar os responsáveis, o programa de prevenção na identificação precoce de doenças infantis, vai contar com atendimento multiprofissional, como: avaliação nutricional, atualização de vacinas, realização de campanhas preventivas, palestras e orientações.

Para o autor da propositura o projeto visa prestar assistência para as famílias de baixa renda e de extrema vulnerabilidade, o Programa “Médico na Creche” tem como objetivo cuidar dessas crianças, auxiliar aos pais que necessitam passar o dia fora para trazer o sustento para casa, instituindo um olhar sobre a saúde. A saúde é considerada um recurso para a vida uma necessidade social para todos”, disse o parlamentar.

informações: assessoria de comunicação

Continue lendo

Amazonas

Campanha para vacinação de adolescentes entre 12 a 17 anos começa na sexta-feira (13)

Publicado

em

Por

O Governo do Amazonas anunciou, no início da noite desta segunda-feira (9), que a vacinação contra Covid para jovens de 12 a 17 anos, com comorbidades, grávidas e puérperas, deve iniciar na sexta-feira (13), em Manaus.

No sábado (14), será a vez de pessoas de 12 a 17 anos que não possuem doenças preexistentes. O governo também anunciou a aplicação da segunda dose para profissionais de educação a partir desta terça (10).

O comunicado foi feito pelo governador Wilson Lima, por meio das redes sociais, que informou que novas doses serão entregue à Prefeitura de Manaus. O prefeito David Almeida informou que o número de postos de vacinação será ampliado para essa faixa etária, mas os endereços ainda não foram divulgados.

Atualmente, pessoas com 18 anos ou mais, sem doenças preexistentes, podem buscar a vacina contra Covid em Manaus.

Para receber a primeira dose é necessário apresentar:

  • documento de identidade original, com foto
  • CPF
  • comprovante de residência, com cópia.

 

Para a segunda dose, é preciso levar o documento de identidade, o CPF e o cartão de vacinação com o registro da primeira dose.

A Secretaria de Saúde orienta a quem ainda vai tomar a primeira dose que faça o cadastro prévio na plataforma Imuniza Manaus, que agilizará o atendimento nos postos, e a consulta ao Filômetro, que indica o movimento nos locais de vacinação.

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus