Conecte-se conosco

Mundo

OMS pede cautela com plasma para covid-19 após autorização dos EUA

Avatar

Publicado

em

Segundo a organização, indícios de eficiência são baixos - Foto: © Denis Balibouse/Reuters/Direitos Reservados

A Organização Mundial da Saúde (OMS) foi reticente, nessa segunda-feira (24) ao o uso de plasma de pacientes recuperados de covid-19 para tratar os doentes. Segundo a OMS,  os indícios que apontam sua eficiência continuam sendo de “baixa qualidade”, apesar de os Estados Unidos (EUA) erem emitido uma autorização emergencial para essa terapia.

O chamado plasma convalescente, que é usado há tempos para tratar doenças, surgiu como a polêmica mais recente da corrida por terapias contra a covid-19.

No domingo (23), a Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de remédios dos Estados Unidos, autorizou seu uso depois de o presidente Donald Trump acusar a agência de segurar o lançamento de vacinas e terapias por motivos políticos.

A técnica envolve a retirada de plasma rico em anticorpos de pacientes que se recuperaram da covid-19 para dá-los àqueles que estão sofrendo infecções ativas graves, na esperança de que se recuperem mais rapidamente.

Soumya Swaminathan, cientista-chefe da OMS, disse que só alguns testes clínicos com plasma convalescente produziram resultados, e que até agora os indícios não foram convincentes o bastante para aprová-lo, a não ser como terapia experimental. Embora alguns testes tenham mostrado algum benefício, explicou ela, foram pequenos e seus dados são inconclusivos por enquanto.

“No momento, ainda são indícios de muito baixa qualidade”, disse Swaminathan em entrevista coletiva. “Por isso, recomendamos que o plasma convalescente ainda seja uma terapia experimental, ele deveria continuar sendo avaliado em testes clínicos aleatórios bem concebidos.”

Os estudos são conflitantes: um estudo chinês indicou que o plasma de duas pessoas que se recuperaram do novo coronavírus não fez diferença em pacientes hospitalizados, enquanto outra análise de diversos estudos mostrou que ele pode diminuir o risco de morte.

Um desafio, acrescentou Swaminathan, é a variabilidade do plasma, já que ele é colhido de muitas pessoas, produzindo um resultado menos padronizado do que os anticorpos monoclonais criados em laboratório.

Bruce Aylward, conselheiro-sênior da OMS, acrescentou que, além da eficiência do plasma, também existem riscos de segurança em potencial que precisam ser verificados. “Existem vários efeitos colaterais”, disse ele, que vão de febres suaves a lesões pulmonares graves ou sobrecarga circulatória. “Por essa razão, os resultados de testes clínicos são extremamente importantes.”

Neste mês, o Instituto Nacional de Saúde dos EUA anunciou que está concedendo milhões de dólares para um teste de estágio intermediário de plasma convalescente.

*Fonte: Agência Brasil

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Trump e Biden lembram ataque do 11 de setembro em NY e Pensilvânia

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu rival democrata na eleição presidencial de novembro, Joe Biden, vão lembrar o 19º aniversário dos ataques do 11 de setembro. Os candidatos vão visitar, separadamente, o campo da Pensilvânia onde um dos aviões sequestrados caiu.

Biden e sua esposa, Jill, comparecerão primeiro a uma cerimônia matutina na parte sul de Manhattan, em Nova York, onde sequestradores da Al Qaeda lançaram dois aviões contra as torres gêmeas do World Trade Center. O vice-presidente republicano Mike Pence também estará presente na ocasião.

Trump discursará em uma cerimônia matutina no Memorial Nacional do Voo 93 em Shanksville, na Pensilvânia, disse uma autoridade da Casa Branca. O evento, que lembrará os 40 passageiros e tripulantes que morreram quando a aeronave caiu em um campo depois dos passageiros lutarem com os sequestradores, será fechado ao público por causa do temor do coronavírus, informou o Serviço Nacional dos Parques.

Mais tarde, os Biden visitarão o campo de Shanksville para prestar suas homenagens às vítimas. Os dois candidatos não devem se encontrar na Pensilvânia, um Estado vital na disputa eleitoral do dia 3 de novembro.

O Voo 93, que ia de Newark, em Nova Jersey, para San Francisco, nunca chegou ao seu destino porque passageiros invadiram a cabine de comando e tentaram retomar o controle do avião. Acredita-se que os quatro sequestradores planejavam lançá-lo ou contra o Capitólio, ou contra a Casa Branca

Ao todo, quase 3 mil pessoas morreram nos ataques de 11 de setembro de 2001, que ainda incluíram um quarto avião sequestrado que se chocou contra o Pentágono, nos arredores de Washington.

As cerimônias que lembram os ataques são uma parada frequente de candidatos presidenciais e autoridades. Trump visitou Shanksville no aniversário dos ataques em 2018 e compareceu a cerimônias de homenagem no Pentágono.

Biden esteve nos memoriais de Shanksville durante seus anos como vice-presidente de Barack Obama.

Durante a campanha presidencial de 2016, Trump e a então candidata presidencial democrata, Hillary Clinton, visitaram o memorial do Marco Zero de Nova York no aniversário do 11 de setembro.

A campanha de Biden anunciou que retirará seus anúncios de televisão do ar nesta sexta-feira para rememorar a data dos ataques.

O Dia 11/9, uma iniciativa sem fins lucrativos, havia pedido que as duas campanhas retirem os anúncios. A campanha de Trump não respondeu quando indagada se o faria.

 

*Fonte: Reuters 

Continue lendo

Mundo

Furacão Laura avança rumo a litoral do Texas e à Louisiana

Avatar

Publicado

em

Por

Tempestade pode causar danos significativos, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) - Foto: © Reuters/CIRA/NOAA

O furacão Laura deve ganhar força rapidamente e chegar à categoria 4 nesta quarta-feira (26), seguindo uma rota direta para atingir o Texas e a Louisiana, na Costa do Golfo dos Estados Unidos, após o anoitecer, e causar danos catastróficos, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC). (mais…)

Continue lendo

Mundo

Itália começa a testar possível vacina contra covid-19 em voluntários

Avatar

Publicado

em

Por

Testes serão feitos com 90 pessoas nas próximas semanas - Foto: © Dado Ruvic/Reuters/Direitos Reservados

A Itália iniciou testes de uma candidata a vacina contra a covid-19 em humanos nessa segunda-feira (24), juntando-se a um esforço global em busca de uma reação ao vírus, que deu sinais de estar ressurgindo na Europa. (mais…)

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus