Conecte-se conosco

Esportes

Pandemia traz impacto em serviços de pay-per-view e sócio-torcedor

Avatar

Publicado

em

Foram três meses (quatro, em alguns estados) sem futebol no Brasil, mas a bola tem voltado a rolar mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Com a propagação da doença ainda fora de controle, esse retorno tem sido com portões fechados aos torcedores, sem perspectiva de que isso mudará tão cedo. Em São Paulo, por exemplo, o governo do estado já disse que a liberação de público nos estádios está condicionada a um tratamento “cientificamente comprovado” e à produção de uma vacina contra o vírus.

O cenário afeta diretamente, por exemplo, àqueles que possuem títulos de sócio-torcedor e, por consequência, aos clubes. Segundo o estudo mais recente da Feng Brasil, especializada no segmento, os times da Série A do Campeonato Brasileiro, em 2018, arrecadaram cerca de R$ 390 milhões com os programas. Com a pandemia, dirigentes de várias equipes já admitiram perda significativa de associados.

Apesar de planos dessa natureza não contemplarem somente a ida aos jogos, a possibilidade de adquirir entradas com antecedência e a preços menores que o público comum é um atrativo à parte (o que não tem sido possível no momento). Paralelo a isso, especialistas ouvidos pela Agência Brasil em junho recomendaram austeridade às famílias em meio à crise econômica causada pela pandemia no país.

“O programa de sócio-torcedor é, antes de tudo, de fidelização entre clube e torcedor, que é um consumidor e o Código de Defesa do Consumidor [CDC] está ao lado do torcedor. Em troca dos benefícios, é cobrado [pelo clube] um valor por mês. Lógico, essa pandemia, que ninguém esperava, afetou as relações jurídicas. Os sócios-torcedores podem conversar com os clubes e negociar, pedindo descontos, sempre através de uma livre negociação. Nada imposto”, analisa o advogado Sérgio Tannuri, especialista em direito do consumidor à Agência Brasil.

Outro segmento atingido pela suspensão de conteúdos esportivos foi o pay-per-view, modelo de TV paga que consiste no consumidor assinar pacotes para assistir às partidas do time do coração. Jogos referentes aos campeonatos estaduais, incluídos nesses pacotes, foram adiados por mais de 100 dias, sendo remarcados à medida que as federações foram liberadas, pelas autoridades sanitárias, a retomar o futebol.

No CDC, o artigo 20 aborda a responsabilidade do fornecedor em casos de “vícios de qualidade”, que tornem os serviços oferecidos “impróprios ao consumo ou lhes diminuam o valor”, e em cenários “decorrentes da disparidade com as indicações constantes da oferta ou mensagem publicitária”.

“Caso o consumidor não queira aguardar pela retomada dos eventos, é direito dele pedir o cancelamento do serviço e a devolução dos valores pagos”, descreveu o site da Fundação Procon, de São Paulo, em nota veiculada em março, no início da pandemia. Tannuri vai na mesma linha. “As fornecedoras de serviço de TV por assinatura deveriam automaticamente ter suspendido a cobrança do pacote. Como não fizeram isso, em hipótese nenhuma o consumidor pode ser prejudicado”, afirma.

“A saída é uma só: entrar em contato com a empresa e solicitar um desconto nas futuras mensalidades, caso a pessoa tenha sido cobrada pelo pay-per-view. O consumidor também pode querer a devolução da quantia paga a mais, relativa aos jogos não exibidos, ou negociar livremente com a empresa um acordo no qual, por exemplo, tenha-se acesso a novos canais de filme ou jornalismo como bônus”, completa o advogado, destacando a importância de se distinguir o preço do pacote esportivo daquele que o consumidor paga à fornecedora de TV à cabo normalmente. No caso do Premiere, serviço oferecido pelo Grupo Globo, o valor dos planos varia de R$ 80 a R$ 115 mensais.

Um detalhe é que, assim como o sócio-torcedor, o pay-per-view também mexe com o orçamento dos clubes, já que a maioria dos clubes da Série A tem contrato com a emissora e recebem parte do que a Globo arrecada com o modelo. As exceções, até o momento, são Coritiba, Athetico Paranaense e Red Bull Bragantino.

*Fonte: Agência Brasil

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Flamengo encara Racing por vaga nas quartas da Libertadores

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo/Direitos Reservados

No Maracanã, o Flamengo enfrenta o Racing pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América, a partir das 21h30 da noite desta terça-feira (01). A Rádio Nacional transmite a partida ao vivo a partir das 21h, com narração de Rodrigo Campos, comentários de Mário Silva, reportagens de Rafael Monteiro e plantão de Luiz Ferreira.

Depois de empatar em 1 a 1 na Argentina, a equipe brasileira tem a vantagem de se classificar se empatar por 0 a 0, já que o gol fora de casa é critério de desempate nas competições organizadas pelo Conmebol. Para esse importante confronto, o clube carioca chega descansado depois de folgar no último final de semana pelo Campeonato Brasileiro. A partida prevista para essa rodada, que seria contra o Grêmio, foi adiada e ainda não tem previsão para ser disputada.

Apesar da semana inteira que teve para preparar a equipe, o técnico Rogério Ceni continua com vários problemas. O artilheiro Gabriel Barbosa sentiu um desconforto muscular, não participou de alguns treinos e segue sendo dúvida. O zagueiro Rodrigo Caio, que está em processo de recuperação de uma lesão na panturrilha, continua no recondicionamento físico. Enquanto isso, o centroavante Pedro, que teve uma lesão muscular de grau 2 enquanto estava com a Seleção Brasileira na última janela das Eliminatórias, conseguiu participar de todas as atividades com o grupo e é o atleta mais perto de jogar. O lateral-direito Maurício Isla é outro que tem boas chances de atuar. O chileno está se recuperando de um edema na coxa esquerda, mas participou de algumas atividades com o restante do elenco durante a semana.

Enquanto o Flamengo esteve fora do campo desde a partida de ida na Argentina, o Racing jogou no sábado (28) pelo campeonato local. Em uma partida marcada por diversas homenagens ao ídolo argentino Diego Maradona, falecido na quarta-feira (25), o técnico Sebastián Beccacece poupou praticamente todos os jogadores considerados titulares. Mesmo assim, a vitória veio pelo placar de 1 a 0 sobre o Union, com o gol marcado pelo Alcaraz aos 40 minutos do primeiro tempo. Apesar da vitória, o time segue na lanterna do grupo A do campeonato argentino com apenas três pontos em cinco jogos e já está eliminado da competição.

*Por Juliano Justo/TV Brasil

*Edição: Carol Jardim

Continue lendo

Esportes

Cano marca, mas Vasco deixa escapar vitória na Sul-Americana

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Juan Ignacio Roncoroni/Reuters

O atacante argentino Cano brilhou com um golaço de voleio, mas o Vasco deixou escapar a vitória diante do Defensa y Justicia (Argentina) na noite desta quinta-feira (26). O jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana terminou empatado em 1 a 1.

Após o resultado obtido no estádio Norberto Tomaghello, o Cruzmaltino recebe os argentinos na próxima quinta (3) em São Januário a partir das 21h30 (horário de Brasília).

Gol do artilheiro

Após um primeiro tempo muito fraco, no qual só conseguiu levar perigo em boa jogada de velocidade do colombiano Gustavo Torres um pouco antes do intervalo, o Vasco só conseguiu marcar na etapa final.

Aos 16 minutos Léo Matos cruza para o argentino Cano, que, em sua primeira chance clara, marca com um belo voleio. Aos 29 Cano tem chance de ampliar a vantagem, mas a bola acaba saindo ao lado do gol de Unsain por pouco.

Quando tudo parecia caminhar para uma importante vitória do Vasco, Miranda vacila na marcação e Braian Romero domina e não perdoa. 1 a 1 no marcador. A partir daí aconteceu muito pouco, e a igualdade perdurou até o final.

Veja a classificação atualizada da Copa Sul-Americana.

 

*Fonte: Agência Brasil

*Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Esportes

Brasileiro: Ceará e São Paulo ficam no 1 a 1 em jogo atrasado

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Felipe Santos/Ceará SC

O São Paulo entrou no gramado do estádio Castelão nesta quarta-feira (25), em partida atrasada da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, com o claro objetivo de somar três pontos que o levassem à ponta da classificação. Porém, o Tricolor não conseguiu segurar a vantagem de 1 gol obtida no primeiro tempo, e acabou cedendo o empate ao Ceará logo no primeiro minuto da etapa final.

Assim, a equipe de Fernando Diniz perdeu a oportunidade de assumir a ponta da tabela.

O jogo

O São Paulo iniciou a partida dominando as ações, criando oportunidades e deixando os donos da casa em situação desconfortável. Assim, a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz consegue abrir o marcador logo com 10 minutos. Porém, o gol veio em jogada de bola parada, quando Reinaldo cobra escanteio para o zagueiro Diego marcar.

Com a desvantagem o Vozão consegue igualar a partida, mas o placar permanece inalterado até a parada para o intervalo.

Porém, logo no início da etapa final, o Ceará conseguiu a igualdade. No primeiro minuto do segundo tempo Léo Chú recebe de Lima e finaliza com eficiência para garnatir o 1 a 1.

As equipes até tentaram mudar o placar novamente, mas ninguém teve efetividade nas finalizações.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

 

*Fonte: Agência Brasil

*Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus