Conecte-se conosco

Brasil

Polícia prende maior estuprador em série de Goiás, acusado de fazer sexo oral em um bebê de 5 meses

Avatar

Publicado

em

A Polícia Civil com o apoio da Polícia Técnico-Científica realizou uma força-tarefa que culminou na prisão de Wellington Ribeiro da Silva, de 52 anos, suspeito de ser um estuprador em série. O suspeito é investigado por 47 estupros ocorridos em Goiás.

Segundo informações da Polícia Civil, exames periciais de DNA já confirmaram ser ele o autor dos crimes sexuais contra 22 vítimas, ocorridos entre os anos de 2008 e 2019. A investigação foi feita com trabalho de inteligência, coleta de declarações das vítimas e análise do “modus operandi” do autor.

As investigações mostram que o suspeito anunciava um assalto, obrigava as vítimas a subirem em sua moto, e as levava para local ermo, onde praticava o crime, valendo-se de grave ameaça (uso de arma de fogo) e sem retirar o capacete, a fim de ocultar sua identidade. Wellington Ribeiro tem antecedentes criminais por roubo, estupro e homicídio.

No dia 7 de maio de 2011, Wellington foi preso em flagrante por ter estuprado uma vítima e ter feito sexo oral em sua bebê de 5 meses, no Jardim Ipanema, em Goiânia. No auto de prisão em flagrante, ele se apresentou com o nome falso de Sérgio Rodrigues da Silva. Por ter procedimentos penais no estado do Mato Grosso pelos crimes mencionados, o suspeito foi transferido de Goiás para o referido Estado, visto que a pena era maior.

Ele foi condenado a 57 anos de prisão pelo Poder Judiciário de Mato Grosso. Mas, em 20 de novembro de 2013, fugiu da penitenciária. Wellington Ribeiro da Silva foi preso no último dia 12 de setembro. Ele foi detido em uma via pública, no Setor Veiga Jardim, Aparecida de Goiânia, próximo ao Anel Viário.

A Operação Impus foi assim batizada em razão do nome em latim significar perverso.

Fonte: Jornal Opção

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Recém-nascida abandonada passou mais de três horas no telhado de uma casa

Avatar

Publicado

em

Na manhã desta terça-feira(26) uma bebê recém-nascida foi abandonada em cima de um telhado de uma casa no bairro Alvorada. Vizinhos encontraram a criança e acionaram a polícia, que levou o bebê imediatamente para a maternidade Alvorada no mesmo bairro.

Segundo o médico que atendeu a recém-nascida informou à polícia que ela ainda estava com o cordão umbilical, perdeu muito sangue e estava bastante desidratada, mas o quadro de saúde é estável.

A polícia militar informou que a criança foi abandonada logo após o parto e passou cerca de quatro horas exposta ao sol no telhado até ser vista por vizinhos. A Polícia Militar está fazendo buscas no bairro para tentar encontrar a mãe.

Veja Vídeo:

 

 

Continue lendo

Amazonas

Governo do Estado do Amazonas estuda retomada gradual do comércio

Avatar

Publicado

em

Por

Fecomércio

Com mais de 29 mil casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, o Governo Estadual deve analisar, nesta segunda-feira (25), o planejamento para uma retomada gradual das atividades do estado a partir do dia 1º de junho – a decisão pode ser revogada, diz o governador, caso haja um aumento no número de mortes e casos de Covid-19 no estado.

O plano é retomar as atividades no Amazonas no dia primeiro de junho, ao fim do decreto em vigor que mantém apenas o funcionamento de serviços essenciais até o dia 31 de maio.,

Em nota, o Governo do Amazonas esclarece que o Estado, “em busca do equilíbrio nas ações de enfrentamento ao novo coronavírus, sempre priorizou o diálogo com os diversos segmentos sociais na tomada de decisões e que desta vez não será diferente”.

De acordo com o governador, o Estado poderá adiar a retomada das atividades se os dados epidemiológicos indicarem um novo aumento de casos.

Fonte: G1 Amazonas

Continue lendo

Brasil

Polícia tenta identificar casal que gravou e divulgou ato sexual em rodovia no RN

Avatar

Publicado

em

Por

Um vídeo que começou a circular nas redes sociais nesta quinta-feira (14) tem causado polêmica, dividido opiniões e intrigado a polícia no Alto Oeste Potiguar.

Um casal que trafegava pela rodovia que liga os municípios de Campo Grande, Janduis e Patu, em determinado momento da viagem, estacionou o veículo no acostamento, deixou os faróis ligados e posicionados em frente ao veículo, passaram a fazer sexo em plena rodovia. Não se sabe se o casal deixou uma câmera dentro do carro filmando ou se um terceiro fez a gravação.

A data do fato ainda está incerta e o local foi registrado na imagem como sendo a cerca de 10 km de Campo Grande/RN. O Sub Tenente Tarcio, comandante do destacamento da PM de Campo Grande, já foi informado e trabalha para tentar identificar o casal.

De acordo com o artigo 233 do Código Penal, “praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público” pode ser motivo de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus