Home Mundo Brasil Presidente da OAB, em Brasília, é denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Presidente da OAB, em Brasília, é denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

3 Primeira leitura
0
0
17
Lavagem de dinheiro e corrupção passiva

O Ministério Público Federal denunciou o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal, Juliano Costa Couto, pela participação em esquema de corrupção para o vazamento de informações do MP em benefício do grupo J&F. Ele foi acusado de corrupção ativa e lavagem de dinheiro.

Em defesa, Juliano Costa Couto disse que nunca foi contratado para atuar em nenhuma operação ou interesse do grupo J&F e que não cometeu nenhuma ilegalidade.

Outro alvos

Também foram denunciados por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro, embaraço a investigações e violação de sigilo funcional os executivos da J&F Joesley Batista e Francisco de Assis, o publicitário André Gustavo Vieira, o procurador Ângelo Goular Vilella e o advogado Willer Tomaz.

O documento foi apresentado no fim de abril ao Tribunal Regional Federal da 1ª região, com sede em Brasília, e a relatora é a desembargadora Mônica Sifuentes, que deverá submeter a acusação à Corte Especial do tribunal.

Segundo a denúncia, o valor pago pela J&F a título de propina foi de R$ 3,7 milhões, por meio de contrato fictício de advocacia, para que o procurador passasse informações da operação Greenfield, que investigou fraudes em fundos de pensão. Segundo o MP, o presidente da OAB-DF teria ficado com um terço desse valor para ajudar a corromper o procurador.

Defesa

A defesa de Joesley Batista disse que enquanto o STF não se manifestar sobre a rescisão do acordo de colaboração dele com a Procuradoria-Geral da República, a denúncia não pode ser recebida. “Usar um fato denunciado pelo colaborador contra o próprio colaborador é um grave desrespeito à lei e as cláusulas do acordo de colaboração.”

Os outros envolvidos ainda não se manifestaram sobre a denúncia.

*Informações da fonte: Portal G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais por Brasil

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Corpo de criança desaparecida é encontrado às margens da RS-118, em Porto Alegre

O corpo da menina Eduarda Herrera de Mello, a ‘Duda’, de apenas nove anos, foi…