O pronunciamento feito pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, na tarde desta segunda-feira (13) de que a paralisação dos professores da rede estadual tem interesses políticos repercutiu negativamente entre a categoria, que caminha para uma negociação. A greve dos professores foi oficializada no dia 15 de abril. Eles reivindicam reajuste salarial e alteração no pagamento do vale-alimentação e no auxílio-localidade.

O descontentamento da categoria frente à alegação do governador foi anunciado em coletiva realizada no fim da tarde desta segunda-feira (13) na sede do do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam), no Centro de Manaus. Participaram da reunião membros das quatro zonas do comando de greve.

Segundo a presidente do Sinteam, Ana Cristina Rodrigues, o governador “fez sérias acusações” contra a categoria.

“Embora eu seja filiada a um partido político desde os meus 18 anos, a luta dentro do sindicato é feita com decisão da categoria. Isso quebra uma mesa de negociação, nos chama de intransigentes e nos faz acusações sérias”, disse.

De acordo com a presidente do sindicato, 70% das escolas da capital aderiram à greve, o que corresponde a aproximadamente 150 das 200 unidades. Dos 61 municípios, 40 deles estão sem aulas.

“Amanhã, a categoria decide em assembleia os rumos que essa greve irá tomar e dará uma resposta a ele a respeito deste pronunciamento de hoje”, disse a presidente.

Sobre as negociações

A primeira proposta feita pelo governo foi de 3,93%, quando a categoria pedia 15%. A nova proposta do executivo é de 4,73%.

A categoria reivindica também auxílio-localidade de R$ 167,00 a professores que moram na sede do município e R$200,00 para os que moram nas comunidades.

“A resposta que veio dele é que tem R$ 60 para os dos municípios e R$ 100 das comunidades”, disse a presidente do Sinteam. Quanto ao vale-alimentação, os professores pedem 50% sobre a quantia paga hoje, de R$420,00.

Fonte: G1 Amazonas

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais por Cidades

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Hoje é o dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

O dia 18 de maio é uma data marcada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração S…