Conecte-se conosco

Destaque

Professores do AM ameaçam greve geral nesta quinta; educadores questionam representação do Sinteam

Publicado

em

Greve dos professores

Foi noticiado, na manhã desta terça-feira (20), que mais de 147 escolas no Estado – sendo 117 na capital e 30 no interior – estão com aulas suspensas devido à paralisação dos professores. A categoria deve deflagrar greve geral nesta quinta-feira (22), durante manifestação em frente à sede do Governo do Estado, na zona oeste de Manaus.

Os profissionais da educação reivindicam 30% de reajuste salarial e mais 5% de aumento real de salário, totalizando um índice de 35%. Na última sexta (16), o governador Amazonino Mendes ofereceu uma contraproposta de 4,57%, proposta devidamente rechaçada pela categoria.

Além de tais reivindicações, eles denunciam que as condições de trabalho oferecidas pelo Estado são precárias. De acordo com relatos de um professor, que não quis se identificar, a falta de tinta para pincéis é uma rotina. Por vezes, os trabalhadores tiram dinheiro do próprio bolso para comprar o material e, assim, ter o mínimo de condição para dar aula.

Outras dificuldades encontradas consiste em salas com superlotação e laboratórios que não funcionam por falta de materiais. Conforme alguns educadores, muitas escolas só têm à disposição cadeiras e um quadro branco, evidenciando o total descaso do governo com a educação no Estado.

 

 

Foto: Divulgação

A luta por direitos é uma constante, algo infindável que permeia a história da humanidade, onde todos – do mais pobre ao mais rico, sendo governo ou um simples trabalhador de chão de fábrica – participam, pois trata-se de um interesse coletivo. Para Rudolf Von Ihering, autor da obra, A Luta Pelo Direito,  “o fim do direito é a paz, o meio de que se serve para consegui-lo é a luta”.

Na perspectiva do pensamento de Ihering, observamos nos últimos dias os valorosos profissionais da educação ganharem as ruas para reivindicar reajustes necessários e pontuais. Salário, data base e plano de saúde são as principais reivindicações da pauta que levaram centenas de professores do Estado a paralisarem as atividades na segunda-feira (19). A categoria deu início à paralisação de advertência nas unidades educacionais da capital amazonense, protestando contra a falta de reajuste salarial e a desvalorização do professor e de outras categorias.

Foto: Divulgação

Sinteam

A categoria também mostra descrédito com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam). Para os profissionais, o sindicato mantém relações suspeitas com o governo e não lhes dá suporte necessário. Segundo relatos, o Sinteam vem dificultando o andamento das manifestações.

Ainda conforme os professores, o sindicato desmarcou uma reunião – que aconteceria na tarde dessa terça – no Centro Educacional de Tempo Integral Áurea Braga, situado na avenida Brasil, próximo à sede do Governo, bairro Compensa, zona oeste da cidade. Porém, mudaram o local do evento para a Escola Estadual Petrônio Portela, localizada na avenida Bartolomeu Bueno da Silva, bairro Dom Pedro II, zona centro-oeste.

De acordo com o representante do Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom-Sindical), Lambert Melo, coordenador financeiro da Asprom-Sindical, o governo precisa negociar as reivindicações da categoria com o comando de greve.

“Infelizmente o Governo continua cometendo um erro gravíssimo. Eles insistem em negociar as demandas com o Sinteam, mas a categoria não reconhece este sindicato. Queremos que o governador seja sensível e apresente propostas. Podemos evitar a greve, depende apenas do governador”, comentou Melo.

Para muitos professores, o Sinteam já não é mais a representatividade da classe, pois acreditam que o sindicato está com interesses meramente políticos.

 

Foto: Winnetou Almeida

Manifestação

Na manhã desta quarta-feira (21), professores vestidos de preto e carregando um caixão que simbolizava  ”luto pela morte da educação”, realizaram uma manifestação em frente à Secretaria de Estado e Educação (Seduc), situada na rua Waldomiro Lustoza, bairro Japiim 2, zona sul.

O ato desta manhã faz parte de uma sequência de manifestações realizadas desde a semana passada, onde a classe reivindica reajuste salarial e manutenção do plano de saúde e vale-alimentação.

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Vereador Capitão Carpê acompanha o Prefeito de Manaus em visita na Assembleia Legislativa para tratar sobre armamento da Guarda-Municipal

Publicado

em

Por

O vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida, em uma conversa nesta quarta-feira (9), com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade, para tratar sobre a PEC que viabilizará o armamento da Guarda-Municipal a fim de permitir que os municípios possam armar suas guardas.

“Vamos buscar de forma emergencial preparar, armar e equipar nossa guarda. Essa decisão é proveniente da série de ataques a patrimônios públicos ocorridos neste fim de semana. Iremos até o fim dessa luta, e vamos conseguir!” Afirmou o vereador.

O parlamentar que preside a primeira Comissão Técnica de Segurança Pública Municipal solicitou logo nos primeiros dias de mandato concurso público para a guarda que dispõe de um efetivo de 434 servidores para fazer a segurança patrimonial da cidade de Manaus. O número além de insuficiente, expõe ainda mais os guardas que carecem de melhor renumeração, condições de trabalho e outras necessidades.

“Nossa guarda está sucateada, é necessário reorganizar com urgência. Precisamos de uma guarda mais forte, armada, preparada e treinada não apenas para proteger o patrimônio, os guardas municipais exercem uma missão nos serviços de segurança pública para combater a violência e resguardar a vida do cidadão”, finalizou o Capitão.

Informações Assessoria

Continue lendo

Destaque

Imprensa mundial chama presidente argentino de “racista” e “vergonha”

Publicado

em

Por

Os periódicos da Argentina e do mundo não pouparam críticas ao presidente Alberto Fernández após o mandatário afirmar, na quarta-feira (9/6), que os “mexicanos saíram dos índios, brasileiros saíram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos de barcos que vinham da Europa. E assim construímos nossa sociedade”.

O comentário foi considerado “infeliz” e “desastroso”; e Fernández, uma “vergonha” e “racista”.

O jornalista Eduardo Feinmann, do La Nación, destacou que as declarações de Alberto Fernández foram uma “vergonha nacional”. Para o apresentador, o presidente argentino é o “filósofo racista do século 21″. “É extremamente racista com os brasileiros e com os mexicanos”, assinalou ele.

Com informações: Metrópoles

 

Continue lendo

Destaque

Vereador Capitão Carpê denuncia vandalismo em quadra de esporte na Compensa 

Publicado

em

Por

Na noite desta quinta-feira (03), o vereador Capitão Carpê Andrade (Republicanos) usou suas redes sociais para denunciar atos de vandalismo contra o patrimônio público praticado em uma quadra de esportes localizada no conjunto Aruanã, Bairro Compensa 2.

“Estive no local para verificar a situação, infelizmente se encontra sem iluminação, levaram toda a fiação, sem portões, depredada. Uma obra que foi entregue recentemente isso é inaceitável”, disse o vereador.

O parlamentar que também é Presidente da Comissão de Segurança Pública Municipal solicitou que providências enérgicas preventivas e repressivas sejam tomadas com urgências nesses locais como Guarda-Municipal armada e preparada.

 

“Muitas vezes a administração pública constrói e investe em bens público em prol da sociedade e esses vândalos destroem. A Comissão de Segurança Pública Municipal deve e irá agir, não vou me calar, jamais permitirei que esses desocupados cometam atos de vandalismo na nossa cidade”, finalizou o Capitão.

 

O parlamentar ressaltou que quem comete esse ato de destruição do patrimônio deve ser punido e responsabilizado pelo dano causado.

Informações Assessoria

Foto: Ítalo Sena

 

 

 

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus