Home Cidades Projeto de lei que reduz altura mínima para ingresso na PM é aprovado

Projeto de lei que reduz altura mínima para ingresso na PM é aprovado

3 Primeira leitura
0
0
255
Concurso Público

O Projeto de Lei (PL) nº 368/2011, de autoria do deputado Luiz Castro (REDE), que reduz a altura exigida para homens e mulheres ingressarem na Polícia Militar, foi aprovado nesta quarta-feira (25) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). O texto propõe altura mínima de 1,60 m para homens e 1,55m para mulheres.

Atualmente, a Lei nº 3.498/2010, exige estatura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres, ingressarem no quadro efetivo de oficiais e praças da PM. “Esse requisito tem frustrado as aspirações de muitos amazonenses, de entrar nos quadros da PM”, observou o deputado Luiz Castro, acrescentando que, a lei impõe um parâmetro europeu de estatura, quando a altura média dos amazonenses é de 1,69m masculino e 1,57m feminino.

Depois de fazer um estudo comparativo, o deputado constatou que a altura média da população brasileira varia entre região, e que o critério para ingresso no Exército Brasileiro, por exemplo, é de 1,60m para homens e de 1,55m para mulheres.

“Concluímos então, que a Lei atual precisa ser alterada, para se adequar à realidade da população amazonense, minimizando inclusive, condutas discriminatórias em concursos públicos, conforme prevê a Constituição Federal”, argumentou Luiz Castro.

Após aprovação em plenário, o PL segue, agora, para a Casa Civil para ser sancionado pelo governador Amazonino Mendes.

Com informações:  Assessoria

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais por Cidades

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Com ausência de fiscalização, flanelinhas cobram entre R$ 10 e R$ 20 por vagas em ruas de Manaus

Sem fiscalização, flanelinhas aproveitam para cobrar um preço abusivo…