Conecte-se conosco

Mundo

Riqueza global aumenta 66% em 20 anos, diz Banco Mundial

Publicado

em

riqueza global

Relatório lançado pelo Banco Mundial esta semana em Washington mostra que a riqueza global aumentou 66% entre 1995 e 2014. Segundo o estudo “Mudança na Riqueza das Nações”, a cifra passou de US$ 690 trilhões para mais de um quatrilhão de dólares. A informação é da ONU News.

Depois de analisar o desempenho de 141 países, o documento concluiu ainda que a riqueza global per capita caiu nesse período. A queda foi puxada pela África Subsaariana, onde a população cresceu mais do que o investimento.

O objetivo da pesquisa não foi classificar os países de acordo com a riqueza, mas descrever tendências gerais. Entre 1995 e 2014, por exemplo, nos 20 países em que a riqueza per capita cresceu mais rapidamente, a maior parte dos beneficiados está em nações em desenvolvimento, como China e Índia, por exemplo.

Já na América Latina e Caribe, destacaram-se o Chile e o Peru, pois neles a riqueza per capita mais do que dobrou nesse período. O Brasil também registrou crescimento, embora em menor intensidade: cerca de 20%.

Fatores considerados

O cálculo da riqueza de cada economia e do mundo leva em conta quatro fatores. O primeiro deles é o capital produzido, que inclui construções, máquinas e infraestrutura. Em segundo lugar, o capital natural, como terra agrícola, florestas, minerais e petróleo. Em terceiro, o capital humano, que consiste nas habilidades e experiência dos trabalhadores. Finalmente, vem a soma de ativos e passivos estrangeiros de um país.

A medida da riqueza avaliada pelo Banco Mundial funciona como um complemento ao Produto Interno Bruto (PIB), e não como substituição. Ela, na verdade, reflete o estado dos ativos que produzem o PIB; e se os investimentos em capital produzido, humano e natural serão suficientes para acompanhar o crescimento da população.

Segundo o documento, o capital humano é o maior componente da riqueza do mundo, somando dois terços do total. Só que, nos países ricos, ele corresponde a uma fatia maior: 70%, contra 40% nos mais pobres. Por isso, o relatório aponta para a necessidade de investir em pessoas para criação de riqueza e geração de renda futura.

Por Agência Brasil

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Dióxido de enxofre emitido por vulcão alcançará Europa e África

Publicado

em

Por

A erupção do vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, na Espanha, provoca a emissão de grande quantidade de dióxido de enxofre, que chegará a cobrir parte da Península Ibérica, assim como quase toda a extensão de Marrocos e Tunísia, podendo chegar até as costas de França, Itália, Argélia e Líbia.

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (23) pelo sistema de satélites Copérnico, mantido pela União Europeia (UE).

Em foto postada na conta oficial do sistema de monitoramento, é possível observar previsão de presença de dióxido de enxofre na atmosfera para esta sexta-feira (24), quando serão registrados os níveis mais elevados na costa atlântica marroquina, costa mediterrânea espanhola, sul da Sardenha, norte da Sicília e costa tunisiana.

Em menor quantidade, a imagem também indica a presença da substância na metade da Espanha, no sul da França, na costa oeste italiana, na ilha francesa da Córsega e toda a costa mediterrânea da África, assim como no interior de Marrocos, Argélia, Tunísia e Líbia.

“Além do fluxo de lava, o vulcão está emitindo uma grande quantidade de dióxido de enxofre na nossa atmosfera”, aponta a mensagem que acompanha a imagem publicada no perfil do satélite Copérnico.

O sistema de monitoramento foi acionado pela UE nesta segunda-feira, para acompanhar a atividade vulcânica em La Palma. A Comissão Europeia, além disso, entrou em contato com as autoridades da Espanha para oferecer apoio adicional.

Os dados principais que estão sendo utilizados para o controle do vulcão Cumbre Vieja são os oferecidos pelos satélites “Sentinel-1”, “Sentinel-2” e “Sentinel-5P”, que visam melhorar os trabalhos de prevenção, acompanhamento e prevenção da população e dos recursos, em casos de desastres naturais e outras emergências.

Fonte: Portal R7

Continue lendo

Mundo

Charlie Watts, baterista do Rolling Stones, morre aos 80 anos

Publicado

em

Por

Charlie Watts, baterista do Rolling Stones, morreu aos 80 anos, nesta terça-feira (24). A informação foi confirmada por Bernard Doherty, agente do músico, em comunicado para a imprensa britânica.

“É com imensa tristeza que anunciamos a morte de nosso amado Charlie Watts”, escreveu o agente do músico.

Segundo informações do jornal Daily Mail, Watts morreu no hospital de Londres e estava cercado por sua família.

“Charlie era um querido marido, pai e avô e, também como membro dos Rolling Stones, um dos maiores bateristas de sua geração. Pedimos gentilmente que a privacidade de sua família, membros da banda e amigos próximos seja respeitada neste momento difícil”, pediu Doherty.

Junto com Mick Jagger e Keith Richards, Watts estava entre os membros mais antigos dos Stones, que passou por algumas mudanças em sua formação ao longo dos anos, desde 1962, quando foi criada.

Charlie passou por um procedimento cirúrgico recentemente. Na ocasião, sem detalhar o motivo da cirurgia, seu representante informou que ela foi “completamente bem-sucedida”, mas que o músico ficaria de fora da turnê da banda, prevista para começar em 26 de setembro.

“Com os ensaios começando em algumas semanas, isso é muito decepcionante para dizer o mínimo, mas também é justo afirmar que ninguém previu isso”, afirmou Watts no anúncio feito em agosto.

“Pela primeira vez, meu ritmo tem estado um pouco estranho. Tenho trabalhado duro para estar completamente bem, mas hoje eu devo aceitar os conselhos dos especialistas que isso demorar mais um pouco”, lamentou o músico, que ainda disse não querer que sua recuperação atrasasse a turnê.

“Depois de todo o sofrimento causado pela Covid, eu realmente não quero desapontar os fãs do Stones que já estão com seus ingressos com mais um anúncio de adiamento ou cancelamento. Por isso, pedi para meu grande amigo Steve Jordan para me substituir.”

Em 2004, Watts passou por um tratamento contra o câncer. Na época, Jordan também assumiu o posto do baterista nos shows.

Formado em artes gráficas, Watts começou sua carreira na música tocando bateria nos clubes de R&B, em Londres. Foi lá que conheceu seus companheiros de banda Brian Jones, Mick Jagger e Keith Richards.

Com informações: G1

Continue lendo

Mundo

Veja como o Afeganistão será afetado com o Talibã no poder

Publicado

em

Por

Diante da retirada das tropas americanas, o grupo extremista Talibã conquistou o Afeganistão e assumiu o controle do palácio presidencial do país, instalado na capital Cabul, em menos de um mês de campanha militar. Com isso, moradores temem a volta das práticas medievais e de uma série de proibições que ocorriam na década de 1990, quando o grupo insurgente ocupou o poder pela primeira vez.

Na época, o grupo também impunha aos homens o uso de barba e às mulheres, a burca – vestimenta que cobre todo o corpo, inclusive os cabelos, e apresenta uma estreita tela, à altura dos olhos, através da qual se pode ver. Já há relatos de que os militantes voltaram a cobrar essas regras desde domingo (15/8).

O grupo insurgente determinou que a presença masculina (já que mulheres são proibidas) nas mesquitas às sextas-feiras é obrigatória. O dia é sagrado para o islamismo.

Outro tremor é de que o acesso às mídias sociais e ao celular seja proibido, como em 1990. Durante esse período, ouvir música também não era aceito socialmente. Com o intuito de fiscalizar as ações da população, o grupo criou uma polícia de costumes, que não media esforços para punir os “infratores” com açoitamentos ou assassinatos.

A angústia dos afegãos de retornarem essas regras levou alguns à morte. Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram duas pessoas caindo de um avião que deixava a cidade de Cabul, no Afeganistão, nesta segunda-feira (16/8) em uma tentativa de fuga. Ao menos outras três pessoas morreram no tumulto na pista do aeroporto de onde partia o voo após o Talibã tomar o governo do Afeganistão no domingo.
Veja a matéria completa: Metrópoles https://bityli.com/rbCMl
Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2021 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus