Conecte-se conosco

Esportes

Vasco perde pênalti, mas bate Caracas no fim pela Sul-Americana

Avatar

Publicado

em

Foto: Ricardo Moraes/Reuters

Foi sofrido, com direito a gol nos minutos finais, marcado por um prata-da-casa com histórico goleador na base, mas pouco aproveitado no time principal. Nesta quarta-feira (28), em São Januário, o atacante Tiago Reis, 21 anos, garantiu a suada vitória por 1 a 0 do Vasco sobre o Caracas, da Venezuela, no jogo de ida do confronto pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

O triunfo foi o primeiro do técnico português Ricardo Sá Pinto no comando vascaíno e encerrou um jejum de nove partidas sem vitórias da equipe carioca, que pecou na construção de jogadas ao longo dos 90 minutos e ainda desperdiçou um pênalti no segundo tempo. O resultado dá ao Cruzmaltino a vantagem do empate no duelo de volta, na quarta-feira (4), às 21h30 (horário de Brasília), na capital venezuelana. Se balançar as redes fora de casa, o time brasileiro poderá até perder por um gol de diferença.

O ganhador do confronto pega quem avançar entre Defensa y Justicia, da Argentina, e Sportivo Luqueño, do Paraguai. No primeiro jogo, também nesta quarta, em Luque (Paraguai), os argentinos venceram por 2 a 1. O segundo duelo também será na quarta-feira que vem.

O Vasco tomou conta do campo defensivo do Caracas, com a posse de bola beirando os 70%, mas apresentou dificuldades no último passe e na finalização, escancarando a falta que o meia Martín Benitez e o atacante German Cano – ambos contundidos – fazem. Aos 18 minutos, na melhor oportunidade da primeira etapa, o meia Leonardo Gil cruzou e o atacante Ribamar, livre, cabeceou por cima. Aos 41, os vascaínos ainda pediram pênalti do lateral Luis Casiani no meia Carlinhos, mas o árbitro peruano Michael Espinoza nada assinalou.

Os cariocas mantiveram a postura ofensiva na etapa final. Aos 12 minutos, Casiani derrubou o lateral Henrique na área. Carlinhos, porém, bateu mal demais a penalidade, fraco e a meia altura, facilitando a defesa do goleiro Beycker Velázquez. Para complicar, o atacante Ygor Catatau – que entrou em campo aos 26 minutos – levou o cartão vermelho 10 minutos depois, após uma sequência de faltas.

Se a opção por Ygor não deu resultado, as entradas do meia Guilherme Parede e do atacante Tiago Reis funcionaram melhor do que a encomenda. Aos 42 minutos, quando o duelo caminhava para o empate, Parede recebeu do também meia Andrey e cruzou para Tiago Reis. O artilheiro da Copa São Paulo de Juniores do ano passado, apenas três minutos depois de ir a campo, aproveitou a assistência para garantir a vitória vascaína.

O Cruzmaltino volta as atenções para a Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe carioca visita o Goiás neste domingo (1), às 20h30, pela 19ª rodada da competição. O Vasco é o 17º colocado, primeiro time na zona de rebaixamento, com 18 pontos.

Confira a tabela da Copa Sul-Americana.

 

*Por Lincoln Chaves/TV Brasil

*Edição: Fábio Massalli

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Palmeiras vence Atlético-MG com presença de novo técnico no estádio

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Com o novo técnico, o português Abel Ferreira presente nos camarotes do Allianz Park, em São Paulo (SP), o Palmeiras superou o Atlético Mineiro por 3 a 0, nesta segunda-feira (2) de Finados, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O interino, Andrey Lopes, deixa um Verdão mais ajustado para o treinador titular, com quatro vitórias em cinco jogos sob seu comando. Com o resultado, o Verdão segue na sétima posição com 28 pontos em 18 partidas. Já o Galo que podia alcançar a liderança da competição, permanece no terceiro lugar com 32 pontos.

O Palmeiras abriu o placar em jogada pela esquerda aos 18 minutos. O uruguaio Viña cruzou para a cabeçada certeira de Raphael Veiga na entrada da pequena área. O time da casa finalizou onze vezes, enquanto o Galo ameaçou apenas em quatro ocasiões no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Porco usou o contra-ataque para selar o triunfo sobre os mineiros. Aos 24 minutos, Luiz Adriano é lançado sem marcação: ele tocou para Roni que finalizou de primeira, balançando as redes de Everson pela segunda vez. O terceiro gol não demoraria. Em novo lançamento, Zé Rafael encontrou Wesley livre para marcar mais uma vez aos 31, sacramentando a vitória dos paulistas.

O Verdão volta a campo do Allianz Park, na próxima quinta (5), pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e no domingo (8) encara o Vasco em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pelo Brasileirão. Sem compromissos no meio da semana, o Atlético Mineiro, comandados de Jorge Sampaoli, recebe o Flamengo no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), também no domingo (8).

 

*Por Rodrigo Ricardo/TV Brasil

*Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Esportes

Grêmio amplia série invicta no Brasileiro e devolve Bragantino ao Z-4

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Atuando em sua arena, em Porto Alegre, o Grêmio alcançou a quarta partida seguida de invencibilidade na Série A do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira (2), o Tricolor venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 1, na partida que encerrou a 19ª rodada da competição.

A equipe gaúcha permanece em oitavo lugar, com 27 pontos. São três pontos – e um jogo – a menos que o Santos, sexto colocado e último time na zona de classificação à Libertadores. O Massa Bruta, estacionado nos 19 pontos, teve a sequência de três partidas sem derrotas (com duas vitórias seguidas) quebrada e retornou ao Z-4, na 18º posição. O time paulista é superado por Coritiba (16º) e Vasco (17º), que acumulam a mesma pontuação, por ter um triunfo a menos.

Um chute de fora da área do atacante Claudinho, do Bragantino, que obrigou o goleiro Vanderlei a uma grande defesa, foi o melhor lance do primeiro tempo. Isso aos 10 minutos. Ali, o time paulista marcava em cima e era superior. O Grêmio esboçou melhora, avançando pelas laterais do campo, mas sem conseguir ser efetivo na construção das jogadas. A partir dos 25 minutos, o jogo apresentou uma queda de ritmo significativa, com falta de criatividade e muitos erros de passe, de ambos os lados.

A etapa final começou como a inicial, com o Bragantino melhor e mais objetivo. Com dificuldades para trocar passes, o Grêmio parecia sem reação. Eis que, na bola parada, o time gaúcho chegou ao gol. Aos 23 minutos, o zagueiro David Braz aproveitou a sobra de um escanteio e abriu o placar. O jogo ganhou ânimo. O Tricolor ampliou aos 26, em uma bomba do lateral Luís Orejuela. Só que aos 32, o atacante Jan Hurtado diminuiu. As equipes intercalaram ataques, mas sem alterarem mais o placar.

O Grêmio volta a jogar na quinta-feira (5), às 21h30 (horário de Brasília), pela Copa do Brasil. O Tricolor visita o Juventude em Caxias do Sul (RS), no jogo de volta do confronto pelas oitavas de final da competição. Pelo Brasileiro, o time gaúcho encara o Fluminense no domingo (8), às 20h30, no Maracanã. No mesmo dia, mas às 18h15, o Bragantino recebe o Santos no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). Os duelos valem pela 20ª rodada da Série A.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

 

*Por Lincoln Chaves/TV Brasil

*Edição: Verônica Dalcanal

Continue lendo

Esportes

Em jogo de muitos gols, São Paulo perde para o Lanús na Argentina

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Augustin Marcarian /Reuters

O Estádio La Fortaleza, em Buenos Aires, foi palco da estreia do São Paulo e do Lanús na segunda etapa da Copa Sul-Americana desta temporada. Os brasileiros, campeões do torneio em 2012, foram a campo para iniciar a caminhada em busca do bicampeonato. Já os argentinos, campeões em 2013, também jogaram para seguir adiante e tentar a segunda taça.

Mesmo sem fazer uma partida oficial desde março, Lanús apertou bastante a saída de bola do São Paulo no início da partida. Chegou, inclusive, a criar oportunidades para abrir o placar. Mas quem balançou as redes foi o São Paulo. Aos 12 minutos, Tchê Tchê fez bela jogada. Abriu para Luciano que só ajeitou para o centroavante Brenner. Sozinho, o garoto, de 20 anos, abriu o placar. Foi o décimo segundo gol do atacante formado nas categorias de base do clube. Depois do gol, o cenário seguiu basicamente o mesmo do início do jogo. A pressão era do Lanús e o São Paulo apresentava dificuldades na saída de bola.

Aos 21 minutos, Di Placido cruzou e De La Vega cabeceou com muito perigo. Quase o empate. Aos 28, a zaga brasileira quase vazou novamente em outra bola aérea. Diego Costa quase faz contra. Depois da bola bater na trave, Tiago Volpi salvou o Tricolor. Aos 29, a forte pressão argentina seguiu com uma conclusão forte de De La Vega que bateu na rede, mas pelo lado de fora. O São Paulo só foi finalizar novamente aos 43 minutos. Luciano chutou e Morales defendeu sem maiores problemas.

Na etapa final, o São Paulo tentou fugir da pressão dos donos da casa e até que conseguiu nos primeiros minutos. Teve uma chance logo no primeiro minuto de jogo com o meia Igor Gomes, que foi travado de frente para o gol. Logo depois, aos três minutos, Brenner chutou de longe e carimbou a trave. Só que aos sete, os brasileiros foram castigados com o gol de empate. Di Placido foi no fundo e cruzou. Depois do desvio do Daniel Alves, a bola sobrou para o centroavante Sand empurrar para o gol. Aos 40 anos, o avante ampliou a liderança na artilharia histórica da equipe argentina. Agora tem 128 gols.

A equipe brasileira pareceu não se abater. Quase foi à frente novamente aos 11. Daniel Alves bateu uma falta inicialmente na barreira. Só que, no rebote, ele deu um chutaço de esquerda direto no travessão. Aos 28, Luciano conseguiu um bom cruzamento. Igor Gomes ganhou da zaga pelo alto e defesa local afastou o perigo no meio da área. Aos 38, o São Paulo chegou a marcar. Mais uma vez o garoto Brenner. Dessa vez, ele completou cruzamento de Reinaldo e balançou a rede. Mas a arbitragem anulou o lance que é extremamente duvidoso.

Aí veio o castigo. Em sete minutos saíram três gols, dois do Lanús e um do São Paulo. No primeiro dos argentinos, Daniel Alves errou no início do lance. Reinaldo, mal posicionado, não afastou. A bola chega na área do Tricolor até Orsini. Ele ajeitou para o veterano Sand. O centroavante dominou, girou e fuzilou. Virada: 2 a 1. Na noite que foi as redes duas vezes, o atacante chegou aos 129 gols pelo Lanús.

Só que quando a derrota parecida consolidada, o São Paulo teve forças para marcar mais um. Se o Lanús tem Sand, o Tricolor tem Brenner. Aos 41 minutos, Vitor Bueno lançou Luciano que ajeitou para a revelação brasileira empatar a partida. Segundo do São Paulo e segundo do Brenner. 2 a 2 na Argentina. Mas aos 45, o Lanús fechou o placar naquele que vem sendo o calcanhar de aquiles do São Paulo nessa temporada: a bola aérea. Em cruzamento de bola parada, Diego Costa não acompanhou o volante Quignón. De cabeça, o argentino superou Tiago Volpi e fechou o placar: 3 a 2 para os argentinos.

O jogo de volta está previsto para a próxima quarta-feira (4), no Morumbi, às 19h15. Já que o gol marcado fora de casa é critério de desempate na Sul-americana, o São Paulo se classifica às oitavas de final vencendo por 1 a 0 e 2 a 1. Uma vitória por 3 a 2 do Tricolor, leva a decisão aos pênaltis.

 

*Por Juliano Justo/TV Brasil

*Edição: Liliane Farias

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus