O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado David Almeida, assinou nesta sexta-feira (26), um certificado de apoio ao grupo Asez (termo em inglês que significa Salvar a Terra de A a Z), formado por jovens universitários sul-coreanos. Eles buscam a adesão de autoridades públicas para que, de forma voluntária, consigam cumprir, em Manaus, 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODSs) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

“É muito importante envolver e apoiar os jovens em atividades voluntárias na sua comunidade com causas socioambientais e cidadania, como forma de conhecerem melhor o meio que vivem e aprender com aquelas atividades que vão fazer. Com olhar nas metas da ONU, os jovens coreanos vieram trazer um belo projeto para que os membros do grupo Asez, de Manaus possam cumprir como missão e mostrar que a juventude pode fazer acontecer e aprender com o voluntariado”, disse David Almeida.

 

Deputado David Almeida junto com os Universitários Sul-Coreanos do grupo Asez (Foto: Assessoria)

Membros da Igreja de Deus – com mais de 200 sedes espalhadas pelo mundo -, os jovens que estão pela primeira vez no Brasil vieram trazer para a igreja em Manaus, a missão de implantar o projeto “Rua da Mãe”. Com trabalho voluntário, os membros do Asez vão adotar o trecho de 1 quilômetro da Alameda Vitória, na área do conjunto Prosamim, na Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus.

Segundo a missionária da igreja Greice Araújo, na rua adotada o grupo de jovens vai buscar cumprir as metas da ONU, com atenção à limpeza, infraestrutura, saneamento básico, iluminação pública, entre outros. “Eles vão pegar esse um quilômetro de rua para cuidar para sempre, de modo que ela se torne limpa, segura e agradável para a comunidade. Como voluntários eles vão fazer, por exemplo, capinar as calçadas e quando precisar vão acionar os órgãos públicos para resolver problemas maiores”, explicou a missionária.

O documento assinado pelo presidente da Aleam, David Almeida, e por outras autoridades públicas de Manaus, será levado à ONU pelo grupo Asez. De acordo com Greice Araújo, um levantamento da Organização das Nações Unidades aponta que os jovens da faixa etária do grupo Asez – de 18 a 26 anos – são os que menos participam de serviço voluntário no mundo. “Nós queremos mostrar que os jovens da nossa igreja trabalham voluntariamente para cumprir as ODSs da ONU”, disse.

Foto: Assessoria
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais por Educação

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Alunos fazem manifestações contra demissão em massa de professores, em Universidade de Manaus

Na noite da última quarta-feira (12), logo após a confirmação da demissão prévia de 27 pro…