Conecte-se conosco

Brasil

Caminhoneiros protestam contra o aumento da gasolina em várias cidades do país; motoristas aderiram ao movimento no AM

Avatar

Publicado

em

Aumento da gasolina

Os protestos de caminhoneiros contra o aumento do preço dos combustíveis já resultaram em interdições de rodovias federais em pelo menos 13 estados. Minas Gerais e Bahia são as unidades da federação com maior número de registros.

As manifestações foram anunciadas na sexta-feira (18) pela Associação Brasileira de Caminhoneiros (ABCam) e pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA).

Em Minas Gerais, de acordo com a PRF, há 13 interdições causadas pelo protesto dos caminhoneiros nas rodovias federais. Seis delas na BR-040 (kms 511; 618; 628; 699; 780 e 808). Há também três pontos da BR-381 (km 513; km 617; km 690). Os demais pontos de interdição estão no km 504 da BR-251 e nos km 368 e km 412 da BR-262.

A PRF contabiliza nove pontos de interdição na Bahia. Dois deles na BR-101 (kms 672 e 920); e outros dois na BR-324 (km 530 e km 430). Há também duas interdições na BR-407 (kms 131 e 230), e na BR-116 (km 338 e km 520); e um na BR-242 (km 875).

Os caminhoneiros interditaram quatro pontos em Goiás. Dois deles na BR-050 (kms 97 e 279); um ponto de interdição no km 10 da BR-040, na altura de Luziânia, e outro no km 699 da BR-153.

No Paraná há registro de manifestações na BR-376 (km 257 e km 502); e em dois pontos da BR-153 (km 43, em Santo Antônio da Platina, e no km 112, em Ibaiti).

Segundo a PRF local, nesses pontos há, no máximo, uma faixa interditada. Já a PRF nacional aponta outros três pontos de interdição no Paraná por conta do protesto dos caminhoneiros: dois deles na BR-277 (km 6, altura de Paranaguá; e km340, na altura de Guarapuava).

Outra interdição foi reportada na BR 116 (km 67, altura de Campina Grande do Sul). Há também uma interdição em andamento desde o final de semana no km 441 da BR-373. Esta, no entanto, se deve a protestos feitos por indígenas da região de Candoi.

Das duas interdições registradas pela PRF em Mato Grosso, uma foi feita por caminhoneiros (km 392 da BR-364). A segunda interdição, no km 1243 da mesma rodovia, é feita por indígenas.

Em Mato Grosso do Sul, há registro de três interdições devido aos protestos (km 365 da BR-267; km 324 e km 478 da BR-163).

Há também um ponto interditado no Ceará (km 419 da BR-020, próximo a Maracanau); dois pontos da BR-101 no Espírito Santo, na altura do km 204 e km 302.

Já no Rio Grande do Sul há dois pontos de interdição feitos por caminhoneiros, na BR-101 (km 22, altura de Três Cachoeiras); e na BR-392 (km 350, na cidade de Santa Maria).

O Rio de Janeiro apresenta três pontos de interdição por conta dos protestos, no km 276 da BR-116, km 255 da BR393 e km 61 da BR-040. Há um outro ponto de interdição em Pernambuco, no km 83 da BR-101.

Há ainda uma interdição no estado do Pará (km 419 da BR-020) e uma no Rio Grande do Norte (km 105 da BR-101).

No Amazonas

No fim da tarde, motoristas interditaram a avenida Djalma Batista no sentido centro-bairro. O protesto está relacionado ao constante aumento no preço da gasolina e aos protestos que estão acontecendo em várias cidades do país.

Aderiram ao movimento taxistas, motoristas de transporte por aplicativos e mototaxistas, além dos motoristas de transporte particular. A maioria da população que passa pelo local manifesta apoio ao ato.

Aumento abusivo da gasolina

Foto: Reprodução/EmTempo

*Informações da fonte: Agência Brasil e Portal Em Tempo

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Ministro Pazuello informou que até 1,5 mil pacientes devem ser transferidos do Amazonas

Avatar

Publicado

em

Por

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta terça-feira, em Manaus, que o governo deve remover 1,5 mil pacientes com Covid-19 do Amazonas para outros estados para receber tratamento médico. O número é seis vezes maior do que o objetivo inicial, que era transferir 235 pessoas.

Ao lado do governador do Amazonas Wilson Lima, ele fez um pronunciamento durante a inauguração do hospital de campanha, que vai funcionar no complexo Nilton Lins. Desde que chegou a Manaus, na noite de sábado (23), o ministro não tinha cumprido nenhuma agenda pública e, após o evento desta terça, foi embora sem responder perguntas dos jornalistas. De acordo com o Ministério da Saúde, ele ficará no estado do Amazonas pelo “tempo que for necessário”.

Continue lendo

Amazonas

Determinado restrição de veículos pesados na Br-319

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Uma portaria Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), publicada no Diário Oficial, nesta terça-feira (26), determina uma série de restrições na circulação de veículos de cargas e de passageiros na BR-319, rodovia que liga Manaus a Porto Velho. A estrada é conhecida pelas péssimas condições (leia mais abaixo).

Entre os meses de junho e novembro, a circulação de veículos de carga e de passageiros com peso acima de 23 toneladas fica proibida. Já entre os meses de dezembro e maio, a restrição é para veículos com capacidade de peso acima de 17 toneladas.

O objetivo é manter a circulação segura entre os municípios situados à margem da rodovia, especialmente no trecho entre Careiro da Várzea (AM) (altura do km 13) e o entroncamento com a BR-230, no sentido Humaitá (AM) (altura do km 679).

Fonte: G1

Continue lendo

Brasil

Acidente com ônibus na BR-376 em Guaratuba deixa 21 mortos e 33 feridos

Avatar

Publicado

em

Por

Um acidente com um ônibus na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, deixou 21 mortos na manhã desta segunda-feira (25), de acordo com o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

Segundo a polícia, 33 pessoas foram socorridas feridas, sendo sete delas em estado grave e seis com ferimentos moderados.

O acidente aconteceu na altura do km 668, no trecho conhecido como Curva da Santa, por volta das 8h30, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com o capitão do Corpo de Bombeiros Ícaro Grenert, que participou dos resgates, as informações preliminares dão conta que o ônibus saiu sozinho da pista, sem se chocar em outro veículo.

“A gente não tem como falar se foi uma falha mecânica ou o que aconteceu. Ele caiu na ribanceira. Felizmente ele não caiu rio abaixo, que dá pelo menos 50 metros, então esse número de óbitos seria bem mais significativos”, disse o socorrista.

Fonte: G1

Continue lendo

Facebook

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal do Minuto. Todos Direitos Reservados. Portal - Manaus